Mesmo com o Município de Sete Lagoas abrindo cinco novos leitos de UTI para Covid-19 na UPA 
Doutor Juvenal Paiva nesta segunda-feira, o cenário de ocupação de leitos voltou a se agravar nesta terça-feira, com 12 novas internações em 24 horas.

Um óbito ocorrido na quinta-feira da semana passada, dia 4, em domicílio, foi confirmado. Um homem de 57 anos. Nas últimas 24 horas foram registrados 150 novos casos positivos de Covid na cidade, 80 mulheres e 70 homens. Houve um aumento de 0,95% nas notificações de casos suspeitos. Até o momento, são 1.714 pessoas com sintomas gripais em monitoramento, 3.057 com o acompanhamento concluído, 11.593 casos desde o início da pandemia e 23.577 testes com resultado negativo. Entre os positivos, são 199 óbitos, 61 pacientes internados, 234 em isolamento domiciliar e 11.098 já curados.


Hospitalizados

Hoje Sete Lagoas chega a 100 pacientes internados por causas respiratórias, 50 em UTI e 50 em enfermaria. Entre os internados em UTI, são 34 de Sete Lagoas, dois de Paraopeba, dois de Inhaúma, dois de Prudente de Morais, dois de Cordisburgo e os demais de Pompéu, Papagaios, Caetanópolis, Abaeté, Paineiras, Cachoeira da Prata, Capim Branco e Funilândia. Entre os internados, 72 testaram positivo para Covid, três tiveram resultado negativo e 25 aguardam resultados de exames.

No Hospital Municipal estão 36 internados, sendo 28 em UTI. No Hospital Nossa Senhora das Graças são 26 internações, sendo nove em UTI, das quais duas em leitos do SUS. No Hospital da Unimed são 19 pacientes internados, sendo oito em UTI. E na UPA 19 internados, cinco deles em UTI. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid somando-se as unidades do SUS e da rede particular chega hoje a 100%. Se considerarmos apenas os leitos de UTI do SUS, esse índice é de 87,5%.


Decreto

Com o objetivo de frear a propagação do novo coronavírus e em função do aumento da taxa de ocupação de leitos de UTI na cidade, a Prefeitura de Sete Lagoas publicou, no fim da tarde de ontem, o Decreto nº 6.484, com restrições mais severas à circulação de pessoas.

O decreto, que vale de 8 a 15 de março, define toque de recolher de 20h às 05h. Todas as atividades econômicas devem ser encerradas até 19h30, funcionando em horários intercalados de 08h às 16h e 10h às 18h, exceto indústrias, call center, centros de distribuição, serviços de saúde, segurança, transporte, limpeza urbana e combustíveis. Após 19h30, é permitido apenas delivery.

Ficam proibidas música ao vivo, qualquer atividade coletiva em locais públicos e turísticos, a circulação sem uso de máscara, atividades esportivas coletivas e a realização de eventos de qualquer porte, inclusive particulares. As academias podem continuar funcionando também até às 19h30, seguindo todos os protocolos de segurança e higiene. Celebrações religiosas só com 30% da capacidade do local terminando também até às 19h30. Feiras livres podem funcionar sem consumo no local e sem recreação.


Por Tecle Mídia

Postar um comentário

  1. Não vai acabar nunca. Enquanto isso um elefante sendo construído e nunca fica pronto.

    ResponderExcluir
  2. Tem que para tudo ou vamos morrer

    ResponderExcluir

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.