A Prefeitura de Cordisburgo publicou na tarde desta terça-feira, 07, prorrogação das ações do Decreto anterior, mas com algumas alterações importantes.

O Decreto 1.322 foi prorrogado por mais duas semanas, tendo seus ações válidas até o dia 22 de Junho.

O Parágrafo 3º foi alterado para a seguinte redação:

Caso tenham estrutura e logística adequadas, Os bares, lanchonetes, restaurantes, e similares poderão funcionar para entrega em domicílio elou retirada no local, de alimentos prontos e devidamente embalados, desde que adotadas as medidas estabelecidas pelas autoridades de Saúde Pública e de prevenção ao contágio e contenção da propagação de infecção viral relativa ao novo Coronavírus (Covid-19). (N.R) 

Também foi autorizado que parte do comércio mantenha suas portas abertas, desde que respeite a altura da porta de meio metro, a fim de receber os débitos dos clientes, mas não poderão permitir a entrada dos mesmos no estabelecimento.

Os estabelecimentos definidos na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), como: Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios; Comércio varejista de artigos de armarinho e comércio varejista de tecidos, poderão manter suas portas abertas respeitando a altura de 0,5m (meio metro), para receber os débitos de seus clientes, proibindo a entrada dos mesmos no estabelecimento. 

Por fim, a proibição do consumo de alimentos dentro dos estabelecimentos foi estendido também para a colocação de mobiliário como mesas e cadeiras nas calçadas e adjacências.

Fica proibido o consumo de alimentos dentro dos estabelecimentos citados no inciso II e IV deste artigo e a colocação, manejo elou disposição de mobiliário elou equipamento, como mesas e cadeiras, nas calçadas, adjacências e/ou nas extensões do estabelecimento, para o exercício de sua atividade econômica; (N.R) 

O Decreto completo pode ser acessado através DESTE LINK.


Pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) podem ter descoberto a cura da AIDS. Um estudo, que começou em 2013, realizado pela instituição e coordenado pelo infectologista Ricardo Sobhie Diaz foi feito em escala global a fim de testar um novo tratamento em pessoas contaminadas pelo HIV.

Com ele, os pesquisadores conseguiram eliminar o vírus de uma pessoa que convivia há sete anos com a doença. 

A pesquisa foi feita com 30 voluntários que tinham carga viral indetectável de HIV. Todos os pacientes estavam em tratamento há mais de dois anos.

A equipe da Unifesp usou um misto de medicamentos, substâncias que matam o vírus da AIDS e uma vacina produzida com o DNA de cada pessoa que faz com que o sistema imunológico reaja e encontre as células infectadas. São quatro drogas administrados pelos pesquisadores, além da vacina. 

“A gente intensificou o tratamento. Usamos três substâncias no estudo, além de criar uma vacina”, disse o pesquisador em entrevista à rede de televisão CNN Brasil.

Atualmente paralisado devido à pandemia do coronavírus, o estudo deve contar ainda com mais uma fase, que incluirá o dobro de pessoas.


Por O Tempo


Faleceu na madruga deste Domingo, 05 de Julho, o ex-prefeito de Cordisburgo, Geraldo José Martins, o conhecido "Ladu".

Ladu foi prefeito de Cordisburgo por 05 mandatos: 1961-1963, 1967-1971, 1973-1977, 1983-1988, 1993-1996, totalizando mais de 20 anos no comando da cidade, além do tempo ocupado como vice-prefeito.

Ele deixa um grande legado na história política e no desenvolvimento da cidade de Cordisburgo, sendo o responsável por várias obras que hoje ocupam o dia a dia da população.

Além de Prefeito, foi professor, advogado, dentista e historiador.

Poderemos sempre lembrar de Ladu pelas ruas cordisburguenses, pois deixou marca indelével em suas placas de bronze, identificando seus feitos e inaugurações. Placas com dizeres poéticos e até mesmo lirismo. Dizeres estes que sempre exaltavam o povo da cidade.

Que a frase eternizada por Geraldo José Martins, nos faça valorizar as conquistas lideradas por ele:

"Que as gerações que nos sucederem tenham em mente a visão do presente, a esperança no futuro e respeito àqueles que, no passado, nortearam os rumos e caminhos do progresso do nosso município. De mim, ao longo da minha vida, tenho a consciência do dever cumprido." (Mensagem à Juventude no Monumento à Paz, localizado na Rua Marechal Deodoro)

Confira algumas outras frases presentes em placas de inauguração, realizadas por ele:

"Esta obra vale muito mais pelo conceito de educação e cultura dos seus idealizadores, do que pelo seu valor material. Estamos certos de que ela se imortalizará pelo carinho das gerações que hoje a edificaram e pela juventude e o entusiasmo daqueles que dela se beneficiarão no futuro". (Placa de Inauguração do Centro Educacional Conceição Patrus - CECOPA)

"Operário Municipal: Símbolo de Fé - Não somente esta obra, mas outras não seriam edificadas em todos os quadrantes do município, se não tivesse como aliados o companheirismo e a amizade dos bravos servidores municipais, a quem prestamos a nossa imorredoura gratidão". (Placa de Inauguração do Muro de Contenção ao lado da Rede Ferroviária Federal)

Com o falecimento de Geraldo José Martins, o conhecido "Rei", restam somente três pessoas que ocuparam o posto de prefeito da cidade: Gilson Liboreiro, Ildeu Sant'Ana (Dedeu) e José Maurício (Padre Maurício).

O sepultamento de Ladu acontece na tarde deste Domingo no Cemitério de Cordisburgo.

Nossos sentimentos a toda a família e população cordisburguense pela tão importante perda.


O Gabinete de Gestão de Crise da cidade de Sete Lagoas confirmou nesta sábado, 04 de Julho, a primeira morte por coronavírus de uma paciente cordisburguense.

Uma mulher de 52 anos de idade, moradora de Cordisburgo e funcionária da Prefeitura de Araçaí, veio a óbito nesta madrugada no Hospital Municipal de Sete Lagoas. Ela estava há vários dias internada na Unidade de Tratamento Intensivo - UTI, devido a complicações ocasionadas pela Covid-19.

A própria Secretaria Municipal de Saúde de Cordisburgo divulgou em seu boletim epidemiológico de hoje um óbito como suspeito. Para que o órgão faça a confirmação, é necessária a comunicação oficial da Superintendência Regional de Saúde de Sete Lagoas ao município.

A Prefeitura local ainda publicou uma nota prestando condolências à família:

A Prefeitura de Cordisburgo lamenta o primeiro falecimento por suspeita de coronavírus de um morador de nossa cidade, ocorrido nesta madrugada em Sete Lagoas.

O falecimento, assim foi ocorrida a contaminação estão sendo investigados pela Superintendência Regional de Saúde de Sete Lagoas, através de seu setor de Vigilância Epidemiológica.

A Secretaria Municipal de Saúde de Cordisburgo continua monitorando todos os casos suspeitos e confirmados da doença na cidade, adotando todos os protocolos federais.

Em respeito à família nesse difícil momento não divulgaremos dados pessoais e deixamos aqui nossos votos de pesar, prestando todas as condolências aos amigos e familiares.

Segundo as informações do gabinete setelagoano, nove pacientes de Sete Lagoas seguem hospitalizados com diagnóstico positivo. A cidade tem, neste sábado, vinte e duas pessoas internadas com Síndrome Respiratória Aguda Grave, sendo sete delas no Hospital Municipal, todas em leitos de UTI. No Hospital Nossa Senhora das graças, são três em UTI e dez em enfermaria. Já no Hospital da Unimed há um paciente na UTI e um na enfermaria.

Dos vinte e dois internados,dezenove têm resultado positivo para Covid-19, sendo nove de Sete Lagoas, cinco de Cordisburgo, dois de Jequitibá e um de cada cidade: Capim Branco, Pompéu e Belo Horizonte. Dois hospitalizados já tiveram resultado negativo e um ainda aguarda a liberação do exame. Entre os 11 pacientes que se encontram em leitos de UTI, sete são de Sete Lagoas e os outros quatro são, cada um, de uma das cidades: Capim Branco, Pompéu, Jequitibá e Belo Horizonte.


Com Tecle Mídia


A Universidade UNOPAR sempre esteve presente na formação de grandes profissionais e contribuindo para o desenvolvimento da Educação em Sete Lagoas e região, com cursos de qualidade e de reconhecimento a nível nacional. Agora chega à Sete Lagoas o curso de DIREITO PRESENCIAL DA UNOPAR que fará a diferença na carreira jurídica dos universitários.

Os estudantes que realizarem suas matrículas, no Curso de Direito presencial da UNOPAR, para o segundo semestre de 2020, pagarão o valor de apenas R$ 59,00 na primeira mensalidade. Todos receberão inteiramente grátis, acesso a versão mais atualizada do VADE MECUM SARAIVA JUR DIGITAL, o livro que o acompanhará durante todo o curso. Esse formato digital, além de mais prático, possibilita fazer consultas rápidas, marcações e anotações.

O Curso de Direito presencial da UNOPAR, garante também no último ano, acesso ao curso online completo da editora Saraiva para exames da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Além disso, vale ressaltar que o curso está alicerçado no pressuposto de que a atuação profissional do bacharel em direito consiste em vários vetores, todos com forte demanda mercadológica. A formação do bacharel em Direito está integrada no contexto da realidade profissional, com o desenvolvimento do espírito empreendedor, capaz de visualizar as oportunidades que surgem diante da dinâmica do atual ambiente de atuação das entidades.

Entre também em contato com a Universidade UNOPAR de Sete Lagoas e obtenha mais informações sobre os outros cursos de graduação presencial, semipresencial e 100% online.


Contato e localização

Endereço: R. Monsenhor Messias, 94 - Centro, Sete Lagoas - MG.
Telefone: (31) 2106-2400 e (31) 99462-0359.
Instagram: @unoparsetelagoas
Facebook: Unopar Universidade (Polo Sete Lagoas)

(MATÉRIA PATROCINADA)


As Mesas da Câmara e do Senado promulgaram nesta quinta-feira a proposta que adia as eleições municipais para novembro por conta da pandemia do novo coronavírus. Os prazos do calendário eleitoral também são adiados.

De acordo com a Emenda Constitucional 107, os dois turnos das eleições serão realizados nos dias 15 e 29 de novembro. As datas anteriores eram 4 e 25 de outubro.

O Congresso poderá fixar novas datas em cidades com muitos casos da Covid 19 a pedido da Justiça Eleitoral, mas as eleições não poderão ultrapassar a data limite de 27 de dezembro para assegurar que não haverá prorrogação dos atuais mandatos. A data da posse permanecerá a mesma: 1º de janeiro de 2021.

A Emenda também adia todas as etapas do processo eleitoral de 2020, como registro de candidaturas e início da propaganda eleitoral gratuita (veja quadro abaixo).


Negociação

As regras foram negociadas com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que, desde o início da pandemia, discutiu o adiamento das eleições para evitar aglomerações e garantir o processo democrático.

A Emenda Constitucional é resultado da PEC 18/20, do senador Randolfe Rodrigues, que foi votada em duas semanas pelas duas casas.

Outros pontos

A PEC 18/20 contém outros pontos importantes. Os principais são:

• os prazos de desincompatibilização vencidos não serão reabertos;
• outros prazos eleitorais que não tenham transcorrido na data da promulgação da PEC deverão ser ajustados pelo TSE considerando-se a nova data das eleições;
• os atos de propaganda eleitoral não poderão ser limitados pela legislação municipal ou pela Justiça Eleitoral, salvo se a decisão estiver fundamentada em prévio parecer técnico emitido por autoridade sanitária estadual ou nacional;
• a prefeitura e outros órgãos públicos municipais poderão realizar, no segundo semestre deste ano, propagandas institucionais relacionadas ao enfrentamento da pandemia de Covid-19, resguardada a possibilidade de apuração de eventual conduta abusiva, nos termos da legislação eleitoral.

A cerimônia contou com a participação do presidente do TSE, Luis Roberto Barroso.


Fonte: Agência Câmara de Notícias
Tecnologia do Blogger.