Catapoesia foi concebido em fkns de 2008 e seu primeiro livro lançado em 2009. A ideia era 'catar' a poesia do dia-a-dia e transformá-la em livros com capa de papelão - cartoneros -, como são conhecidos internacionalmente.

Em Cordisburgo, ele iniciou-se em 2011,com a formação do Coletivo 'Loucos por Memória' que produziu até 2016 próximo de dez títulos após pesquisa, coleta de memórias orais, produção, lançamento e divulgação. Em 2013, ele foi certificado como Tecnologia Social pela FBB - Fundação Banco do Brasil.

Desde seu início na Cidade do Coração, Catapoesia foi acolhido pelos moradores, Academia Cordisburguense de Letras, Espaço Ave Palavra, Museu Casa Guimarães Rosa, Associação dos Amigos do Museu e comércio local.


Entre 2014/2016, em parceria com o mestre Brasinha (Espaço Ave Palavra), coordenou o projeto 'Ponto de Memória Recordança pelo IBRAM - Instituto Brasileiro de Museus,gerando como produtos vídeos e livros, além de inventariar alguns objetos do Espaço e um Seminário sobre Educação Patrimonial.

E é com muito orgulho que já participou de sete das trinta Semanas Rosianas, sendo encantadamente acolhido.

Além de expor seus trabalhos durante esta XXX Semana,também lançará pelo Projeto 'Muros de Ser-Tão' cinco livros, nesta sextas, às 15h, no Museu Casa Guimarães Rosa.

Quem quiser conhecer os livros e prosear é só aparecer em frente ao Museu.




Cordisburgo recebe mais uma vez com alegria a Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais, ontem dia 18 de Julho, na Matriz do Sagrado Coração de Jesus, em Cordisburgo. 

Durante a apresentação, o Coronel  Antonio Alcântara fez uso da palavra agradecendo a presença da Corporação.  

A apresentação da Orquestra faz parte dos eventos comemorativos referente a XXX Semana Rosiana. Quem assistiu a apresentação saiu impressionado com o repertório que passeou da música clássica ao popular, tendo à frente o Maestro Capitão Antonio Vicente Soares.

A Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais foi criada em 1948 e o primeiro concerto foi em 1950. 

Hoje intitulada Patrimônio cultural do povo mineiro mesclando em suas apresentações o erudito e o popular, alcança lugar de destaque por ser reconhecidamente a única Orquestra Sinfônica Militar, elevando assim o nome da corporação e nos presenteando com uma apresentação belíssima como a de ontem. Mais uma vez, Cordisburgo agradece!!!

Por Antonio Maria Clarete

EM BREVE VÍDEO DA APRESENTAÇÃO


O editor do Portal Cordis Noticias - Lucas Gustavo, produziu documentário abrangendo tipos populares da nossa cidade, com o intuito primordial de divulgar e difundir pessoas do nosso convívio diário.

Àquelas que, com a sua simplicidade e magia, recheiam o nosso coração de alegria - são casos e causos do nosso sertão - que muitas das vezes, estão juntinhos de nós e nem sempre damos o devido valor.

O Coração do Cotidiano, foi filmado e produzido em parceria com a produtora cultural - Suzana Alonso e será exibido no auditório do CAT - Centro de Atendimento ao Turista, na próxima 3ª feira - 17/julho - às 21:00 horas, dentro da Programação da XXX Semana Rosiana - 16 a 21 de julho/2018.

Por Adriano Bossi



A XXX Semana Rosiana foi aberta oficialmente na noite desta segunda-feira, 16.

A partir das 19h foi realizada a Santa Missa, presidida por Pe. Geraldo Carvalho de Araújo, em memória a João Guimarães Rosa e aos falecidos Acadêmicos com participação do “Coral Homens de Paz”. Logo após, foi realizado o hasteamento de mastros com a Guarda União do Rosário de Maria na porta do Museu Casa Guimarães Rosa.

Em seguida, dentro do Museu, foi realizada a Abertura Oficial da XXX Semana Rosiana, em solenidade conduzida pelo presidente da Academia Cordisburguense de Letras Guimarães Rosa, e que contou com as presenças ilustres do vice-prefeito José Maria do Perpétuo Socorro, que representou o Prefeito Pe. José Maurício Gomes, o Diretor do Museu - Ronaldo Oliveira, o Secretário Municipal de Educação - Antônio Luiz de Souza, Secretária de Turismo - Rachel Oliveira, a Presidente da Associação dos Amigos do Museu - Flávia Gonçalves, a Coordenadora dos Miguilins - Elisa Almeida, as educadoras Priscilla Barbosa, Patrícia Vaz, Maria Helena Goulart e Deize Viana, além do artista plástico Zezinho Angrisano e do acadêmico Natalino de Carvalho - que compuseram a Mesa.

A jovem Miguilim Luana Mattana realizou a narração de um trecho da obra Rosiana, e a Banda de Música Vitalina Corrêa abrilhantou a fria noite com apresentações musicais.

Por fim, foram abertas as exposições “Janelas do Sertão”, de Zezinho Angrisano“ e No Urubuquaquá, no Pinhém ao olhar das Estrelas do Sertão”, do Grupo da Melhor Idade Estrelas do Sertão da Associação dos Amigos do Museu Casa Guimarães Rosa.

Neste terça-feira, logo às 7:30h, acontece a Caminhada Literária Urbana com o Grupo Caminhos do Sertão com o tema “A Hora e a vez de Augusto Matraga”, com concentração em frente a Igreja Matriz.

Na noite cultural, às 19h, acontece o Sarau Poético da Academia Cordisburguense de Letras, no Museu Casa Guimarães Rosa, e às 21h no Auditório do CAT, a Exibição do Documentário “O Coração do Cotidiano”, com direção de Suzana Alonso e Lucas Gustavo.

Por Lucas Gustavo















































Tecnologia do Blogger.