A Prefeitura de Cordisburgo publicou na tarde desta terça-feira, 07, prorrogação das ações do Decreto anterior, mas com algumas alterações importantes.

O Decreto 1.322 foi prorrogado por mais duas semanas, tendo seus ações válidas até o dia 22 de Junho.

O Parágrafo 3º foi alterado para a seguinte redação:

Caso tenham estrutura e logística adequadas, Os bares, lanchonetes, restaurantes, e similares poderão funcionar para entrega em domicílio elou retirada no local, de alimentos prontos e devidamente embalados, desde que adotadas as medidas estabelecidas pelas autoridades de Saúde Pública e de prevenção ao contágio e contenção da propagação de infecção viral relativa ao novo Coronavírus (Covid-19). (N.R) 

Também foi autorizado que parte do comércio mantenha suas portas abertas, desde que respeite a altura da porta de meio metro, a fim de receber os débitos dos clientes, mas não poderão permitir a entrada dos mesmos no estabelecimento.

Os estabelecimentos definidos na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), como: Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios; Comércio varejista de artigos de armarinho e comércio varejista de tecidos, poderão manter suas portas abertas respeitando a altura de 0,5m (meio metro), para receber os débitos de seus clientes, proibindo a entrada dos mesmos no estabelecimento. 

Por fim, a proibição do consumo de alimentos dentro dos estabelecimentos foi estendido também para a colocação de mobiliário como mesas e cadeiras nas calçadas e adjacências.

Fica proibido o consumo de alimentos dentro dos estabelecimentos citados no inciso II e IV deste artigo e a colocação, manejo elou disposição de mobiliário elou equipamento, como mesas e cadeiras, nas calçadas, adjacências e/ou nas extensões do estabelecimento, para o exercício de sua atividade econômica; (N.R) 

O Decreto completo pode ser acessado através DESTE LINK.

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.