A partir de agora todos os moradores de Minas Gerais poderão registrar ocorrências de furto virtualmente. Desaparecimento de objetos, carros arrombados e outras modalidades que configuram o furto podem ser denunciadas na Delegacia Virtual por meio do aplicativo do Governo de Minas, o MG App.

A novidade foi divulgada nesta quarta-feira (4) pela Polícia Civil. Ao todo, somente em 2019, 283.907 casos de furtos foram registrados em todo o Estado. 

A Delegacia Virtual funciona desde 2016, registrando boletins de extravio de documentos, desaparecimentos de pessoas, danos simples e acidentes de trânsito sem vítima, por exemplo. Cerca de 30% desses serviços já são realizados virtualmente e não mais nos postos presenciais.

As ocorrências de furto começaram a ser registradas no dia 2 de março deste ano e, desde então, 209 registros foram feitos. Desde 2016, quase um milhão de ocorrências foram registradas. Somente em 2019, foram 239 mil. Em janeiro deste ano, 20 mil.

Com a inclusão do serviço de registro de furto, o interessado não precisa comparecer a uma unidade policial. “É uma ferramenta imprescindível e importante para o cidadão. Haverá uma celeridade, uma economia, ao cidadão e ao Estado. Essa ocorrência terá a mesma validade que uma ocorrência presencial. A investigação e o trabalho técnico-investigativo será desencadeado a partir dessa notícia crime”, afirmou o delegado Wagner Pinto. 

Segundo Ivan Lopes, superintendente de informações e inteligência policial, o registro de furto pelo aplicativo só pode acontecer caso a vítima não tenha a identificação do suspeito. “O furto é a subtração de coisa alheia móvel sem emprego de violência e de ameaça. Tratando-se dessa modalidade, poderá ser registrada. São solicitados dados como o local do fato, o objeto subtraído, dados que podem auxiliar na investigação. Se houver suspeito ou prisão de alguma pessoa, é o caso de acionar realmente a polícia”, afirmou.

Para se cadastrar no MG App, que tem mais de 800 mil downloads e 250 mil usuários ativos mensalmente, o usuário precisa preencher um formulário com e-mail e CPF. Além da delegacia virtual, agendamentos presenciais e atendimentos do Detran, por exemplo, são feitos no aplicativo. A possibilidade de registros de furtos por meio do aplicativo pode gerar mais de 95% de economia por atendimento, segundo Reginaldo Carvalho, superintendente central dos canais de atendimento do Governo de Minas. 

“Hoje na central de atendimento presencial do Estado a gente pode chegar a ter atendimentos da ordem de ate R$ 19 por atendimento. A nossa expectativa é que esse custo de atendimento que a gente já mede hoje em outros serviços vá ficar na faixa de R$ 0,50 por atendimento. Então a expectativa de uma redução e economia para o Estado é significativa”, explicou.

O tempo de espera para os atendimentos virtuais é mais de 90% menor do que os presenciais. De acordo com o coordenador de sistema da Polícia Civil, Breno Carvalho, a diferença é substancial. “Após o atendimento presencial pelo policial, em 40 minutos a pessoa consegue sair da delegacia, sem contar o tempo de espera. Na plataforma virtual, em 10 minutos, no máximo, a pessoa já respondeu a todos questionamentos e, após a triagem, recebe com tranquilidade na sua casa via e-mail a ocorrência. O e-mail vem customizado, com validação”, afirmou.

Por Jornal O Tempo

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.