Uma série de assassinatos bárbaros chocaram uma pequena comunidade rural de Santana do Pirapama, na Região Central de Minas Gerais, e mobilizou dezenas de policiais militares na busca pelo criminoso. 

Um homem matou a esposa, a sogra e a cunhada com golpes de machado dentro de duas casas no distrito de Lajes. Pedaços de madeira e pedras também foram encontrados nas residências e podem ter sido usadas no crime. Duas crianças – que seriam filha e uma sobrinha dele – foram feridas e socorridas para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Buscas continuam para tentar prender assassino.

O crime teria acontecido por volta das 8h desta sexta-feira. De acordo com o Cabo Daniel, do Batalhão da Polícia Militar que cobre a área, o suspeito foi até a casa de vizinhos e teria indicado o crime. “Ninguém viu o crime. Ele passou na casa da vizinha e falou que tinha feito besteira. Ela foi no local e viu que tinha um corpo na varanda”, afirmou o militar.

Os assassinatos aconteceram em duas residências que ficam a aproximadamente 100 metros uma da outra. O criminoso utilizou um machado nas agressões. “O corpo da sogra estava na varanda de uma das casas junto com o sobrinho dele. Já a cunhada estava dentro da casa. Todos com muitos ferimentos. Já na residência dele, estava o corpo da esposa e a filhinha dele”, explicou o cabo. “Encontramos pedaços de madeira e pedras na casa da sogra que podem ter sido usados no crime. Já o machado estava no imóvel dele. A perícia recolheu os materiais para analisar”, completou.


Segundo o Cabo, as crianças foram socorridas por uma ambulância e encaminhadas para o hospital de Santana do Pirapama. De lá, seguiram de helicóptero do Corpo de Bombeiros para o Hospital João XXIII. O estado de saúde delas é grave. “Ainda não sabemos o motivo do crime. Ele (o autor) é muito isolado. Testemunhas contam que ele tinha brigado com a esposa dias antes, mas não sabemos ainda por quais motivos”, disse Daniel.

Segundo a PM, um grande cerco foi montado na região para tentar encontrar o autor dos crimes. Policiais de Sete Lagoas, Curvelo e Presidente Juscelino, reforçam o patrulhamento. Cães farejadores auxiliam nas buscas, assim como uma aeronave da corporação. “Pedimos para a população que tiver notícias sobre o paradeiro deste homem que acione a PM”, solicitou o militar.

Por Tecle Mídia

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.