Há dois Caios Blat: o de antes de ser apresentado a "Grande sertão:veredas" e o de depois da leitura do romance de João Guimarães Rosa.

No CCBB do Rio, onde está em cartaz com a montagem de Bia Lessa, para a peça teatral, o ator partilha com o público. a transformação provocada pelo texto do escritor mineiro - nascido em Cordisburgo-MG.

No momento, seu Riobaldo é considerado o grande papel da temporada, uma atuação memorável e que precisa ser assistida.

O ator Caio Blat, aos 37 anos, diz que é o personagem da sua vida e que o sertão o transformou, colocando-o "em outro mundo".
Carece ter coragem, como diz Riobaldo!

Sobretudo, colocar de pé, os textos de "Grande sertão:veredas". tido com "impossível de se guardar - porém, ditos com devoção total em cena.

O ator diz, que agora se prepara para filmar a versão de "Grande sertão:veredas, em junho, e em setembro encara o maior desafio desta travessia: vai atuar simultaneamente em "Grande sertão", "Puzzle e "A comédia..." durante o Festival Porto Alegre em Cena.

Depois de interpretar textos dificílimos nas peças de Hirsch, Caio Blat, tem impressionado o público em "Grande sertão", pois se tornou um especialista de textos impossíveis?

O desafio de "Grande sertão", não se refere apenas à extensão de texto, mas à complexidade da linguagem que funciona numa lógica incomum, com neologismos e termos que não conhecemos o significado.

Cada frase de texto é inesquecível!

O ator finaliza, dizendo que havia lido apenas "Sagarana", de Guimarães Rosa, e após ler "Grande sertão:veredas, relata que foi deveras "devastador".

E acrescenta: com certeza sou outra pessoa e estou em outro lugar depois deste livro. Essa obra é interminável. Você termina e já quer começar de novo.

Reportagem Adriano Bossi - com matéria de Bárbara Lopes - jornal O Globo - 25/2 (domingo)

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.