Imagem: Mises

Segundo o Jornal Sete Dias, em comunicado oficial à imprensa, a Secretaria Municipal de Saúde de Sete Lagoas confirmou, na manhã desta quarta-feira (17), o primeiro caso de morte por Zika Vírus na cidade.

Os números oficiais da contaminação pelo Aedes Aegypti e as doenças relacionadas ao mosquito (dengue, Chikungunya e Zika) são:

Em Sete Lagoas, uma gestante de 31 anos, residente na cidade, deu entrada na maternidade do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG) no dia 28 de janeiro com 15-16 semanas de gestação, sendo admitida devido a quadro de aborto espontâneo em evolução, quadro clínico de febre, artralgia importante, conjuntivite e história de exantema.

O HSNG realizou notificação compulsória do caso suspeito para Zika Vírus sendo que a Superintendência de Vigilância Epidemiológica orientou a realizar coleta de material para análise pela Fundação Ezequiel Dias (FUNED).

No final da tarde da última segunda-feira (15) a Secretaria Municipal de Saúde foi informada pela Superintendência Regional de Saúde de Sete Lagoas que o material em análise foi positivo para o Zika Vírus. A Secretaria Municipal de Saúde realizará criteriosamente o acompanhamento à puérpera, como está fazendo o de todas as gestantes que acessam a rede de saúde.

A Superintendência de Vigilância Epidemiológica Municipal criou uma ficha adaptada para os registros de casos suspeitos de Zika Vírus para todas as faixas etárias. Até então, o registro dos casos era somente para gestantes, considerando um grupo prioritário seguindo o Protocolo de Atenção à Saúde à Microcefalia relacionada ao Zika, do Ministério da Saúde, 2016.

Essa ficha está sendo introduzida essa semana na rede pública e privada de saúde em Sete Lagoas, disponibilizando, assim, exames para diagnóstico do Zika Vírus em todas as faixas etárias. Os pacientes que se enquadrarem no protocolo serão atendidos e devidamente encaminhados para exame laboratorial para confirmação ou descarte do diagnóstico.

A Atenção Primária está preparada para atender a todos os usuários com suspeita de Dengue, Febre Chikungunhya e/ou Zika Vírus, sendo a porta de entrada para esse atendimento.

A Secretaria orienta a procurar sua unidade de saúde de referência caso apresente quaisquer dos sintomas relacionados às doenças.

O Jornal Sete Dias afirma que na versão impressa , na próxima sexta-feira (19) irá trazer todos os detalhes.

 

Fonte: Tecle Mídia com Secretaria Municipal de Saúde e Jornal Sete Dias

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.