Agência quando foi explodida
A agência do Banco do Brasil, em Cordisburgo - MG, teve suas dependências bastante danificadas, em virtude da ação de assaltantes, que promoveram a explosão de dinamites em seus caixas de autoatendimento, atingindo ainda, outros setores.

Foi um estrago de grandes proporções e que não surtiu efeito nenhum para os ladrões, pois, não conseguiram êxito algum na empreitada.

Deixaram sim, um grande prejuízo material e um enorme transtorno para os correntistas e usuários da instituição financeira.

O fato aconteceu na madrugada de domingo - 06/dezembro/2015 - já está completando 40 dias e até agora, não se percebe nenhuma movimentação em suas dependências, dando mostras de sua restauração e consequente reabertura.

É sabido, que em situações desta natureza, há um trabalho de peritos, análises das circunstâncias, estudos e abertura de licitação às empresas habilitadas, para se definir, qual será a escolhida para executar o serviço.

Entretanto, o que incomoda a população, é a demora para se tomar uma decisão para resolver o problema, situação que afeta toda a comunidade e obriga a todos, notadamente os idosos, ao enfrentamento de filas enormes na agencia dos Correios - ECT, que é banco postal, mas está, todo este tempo, prestando serviços como agência do Banco do Brasil.

E, há de se agradecer aos funcionários da agência dos Correios, pelo grande empenho e dedicação no serviço que estão prestando à comunidade cordisburguense.

A cidade aguarda para o quanto antes, a volta do funcionamento da agência do Banco do Brasil - de tantos e tantos, bons serviços prestados ao longo do tempo.

Reportagem Adriano Bossi

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.