Detentos da cadeia pública de Pompéu, cidade a aproximadamente 100Km de Sete Lagoas, iniciaram na manhã de hoje, quinta-feira 28, um motim. Segundo informações da Polícia Militar, cerca de 12 presos atearam fogo em colchões reclamando da falta de água na unidade prisional.
Policiais Militares tentaram controlar o fogo /Foto: Divulgação.Policiais Militares tentaram controlar o fogo /Foto: Divulgação.Ainda com informações da PM começou a faltar água há um dia, em represália ontem os presos teriam ameaçado os policiais responsáveis pela guarda e hoje eles queimaram os colchões.

Oito celas foram atingidas pelas chamas que se alastraram pela delegacia. Ainda não foi possível entrar na cadeia. Por enquanto, a medida tomada pela PM foi fazer um isolamento no local. Um caminhão pipa foi acionado para tentar controlar o incêndio e o Corpo de Bombeiros de Curvelo foi acionado.

Segundo a PM, o fogo foi controlado, mas, ainda permanece muita fumaça na delegacia. A cadeia funciona anexa à Polícia Civil, mas como é recesso de Semana Santa, não há autoridades da civil no local. A PM de Bom Despacho foi chamada para poder ajudar na transferência dos presos, mas ainda não há destino certo para os internos.

No começo desta semana foi registrada uma fuga, também, na delegacia de Pompéu. Dois homens fugiram pulando o muro, no momento, apenas um guarda era responsável por vigiar 112 presos

Fonte: SeteLagoas.com.br/G1

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.