$type=grid$count=3$m=0$sn=0$rm=0$show=home$hide=post

Os salões proibidos da Gruta do Maquiné


Quando a luz das tochas do grupo liderado pelo naturalista Peter Wilhelm Lund (1801-1880) iluminou o paredão de 15 metros, o homem viu pela primeira vez brilhar a cascata de cristais de calcário conhecida como Castelo das Fadas. “Nunca meus olhos viram nada de mais belo e magnífico nos domínios da natureza e da arte”, admitiu o pai da arqueologia e da paleontologia do Brasil, cercado por ajudantes ajoelhados agradecendo a Deus por aquela visão.

Pela primeira vez em Minas Gerais e na Gruta do Maquiné, no município de Cordisburgo, em 1834, Lund foi capturado pela beleza da cavidade rochosa. Mas também pelo seu valor científico, encontrando ali fósseis da megafauna, que ajudaram a explicar a evolução natural. Sua atração por Maquiné foi irresistível e o lançou às cavernas mineiras para o resto da sua vida.

A saga do dinamarquês em Maquiné completa 190 anos, em outubro, e a reportagem do Estado de Minas mergulhou na escuridão da cavidade rochosa além das áreas turísticas para mostrar galerias com formações raríssimas que Lund viu, como as delicadas flores de gipsita, e as fendas estreitas que são lar de animais que não existem fora dali.

Com permissão da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) de Minas Gerais, o EM acompanhou parte dos trabalhos de campo do Opilião - Grupo de Estudos Espeleológicos (OGrEE) na Gruta do Maquiné, onde foram levantados os aspectos históricos, biológicos, arqueológicos, paleontológicos, geológicos, culturais, turísticos e muitos outros da trajetória de quase 50 anos de Peter Lund em Minas Gerais.

O trabalho é para a produção do livro "Gruta do Maquiné, 190 anos. Um ícone do Patrimônio Espeleológico Brasileiro", contemplado com financiamento e apoio da Plataforma Semente, do Ministério Público de Minas Gerais/Centro de Apoio às Promotorias de Meio Ambiente (Caoma).

“Maquiné é um imenso patrimônio natural, geológico, histórico e social. E a sua história está intimamente ligada à chegada de Peter Lund, da Dinamarca, em 1834, pois a história dele mudou a partir daqui e a caverna foi lançada para o mundo com a divulgação dos trabalhos que ele começou há 190 anos. Nosso trabalho é trazer luz para questões importantes relativas à gruta. E características únicas, como a fauna específica, que só existe aqui, e formações raríssimas como as flores de gipsita”, afirma o espeleólogo integrante do Grupo Opilião e doutor em história da ciência, Luciano Faria.

“Esse projeto é de grande importância, pois tem a função de proteção da gruta e mostra a importância do meio ambiente onde está inserida”, afirma Paula Grandi Leão Coelho, supervisora técnica da Plataforma Semente.

Ao todo, a Gruta do Maquiné tem 650 metros, dos quais 440 são abertos para os turistas, dispondo de iluminação, passagens demarcadas, escadas e rampas. São sete salões para visitação, mas há outros dois espaços aonde a luz não chega e que guardam tesouros raros como as chamadas flores de gipsita. Esses espaços estão interditados e não podem ser visitados.

Um deles é chamado de 6B, logo acima da sexta câmara, que é o Salão das Fadas. O outro espaço restrito foi denominado 7B e se situa após a sétima câmara, batizada pelo naturalista de Salão do Cemitério, conhecido como Salão Dr. Lund.

Corrente e placa delimitam o início da área interditada e que é fonte de pesquisas / Mateus Parreiras/EM/D.A Press


DA MINA AO TURISMO

Mais antiga gruta a receber estruturas para o turismo de larga escala no Brasil, desde 1960, Maquiné foi encontrada nove anos antes da visita de Peter Lund, sendo uma importante mina de salitre – um dos compostos para a fabricação de pólvora – da região. Depois da partida do naturalista dinamarquês, em 1836, a gruta foi fechada e sua localização se perdeu, somente sendo reencontrada em 1862 pelo fotógrafo Augusto Riedel (1836-desconhecido). O registro mais antigo de turismo é de 1908.

Mesmo passando por corredores e salões turísticos iluminados, com passarelas e escadarias, a busca pelas câmaras de acesso proibido da Gruta do Maquiné inevitavelmente é um mergulho nas memórias registradas 190 anos antes por Peter Lund e o desenhista norueguês Peter Andreas Brandt (1792-862).

Os quatro primeiros salões, denominados Vestíbulo, das Colunas, do Trono e do Carneiro já estavam completamente escavados pelos mineradores de salitre quando Peter Lund chegou. “Mas os salitreiros não passaram dessa profundidade, pois o acesso ao quinto salão estava inundado e para eles não compensaria o esforço de passar com tochas pela água”, conta Faria.

O obstáculo não impediu o avanço de Lund, o primeiro a liderar a exploração além do quarto salão. A quinta câmara, o Salão das Piscinas, é assim conhecida justamente porque a água se acumula em piscinas de delicadas formações rochosas chamadas de travertinos. De lá, as passagens se dividem adiante, para o sexto salão, e acima, para o sétimo, os últimos antes de chegar à Maquiné proibida para os turistas.

Flor de gipsita é um dos tesouros raríssimos vistos por Peter Lund e escondidos nos salões proibidos da Gruta de Maquiné / Mateus Parreiras/EM/D.A.Press


FINA FLOR NA ESCURIDÃO

Busca pelas raríssimas flores de gipsita leva ao sétimo salão da Gruta do Maquiné. Esse tesouro escondido na profundeza da caverna foi visto por Peter Lund há 190 anos e atualmente se encontra imerso na escuridão, longe dos refletores da iluminação cênica dedicada ao turismo. Esse é o maior salão da caverna e também contém, logo na entrada, uma série de pequenos travertinos, que são as piscinas naturais formadas pela erosão da caverna e o gotejar das infiltrações calcárias.

Descendo uma longa rampa se chega até uma reentrância, uma espécie de nicho onde, diz a lenda, Dr Peter Lund dormia para descansar de suas escavações. A grande quantidade de ossos e fósseis encontrados por ele valeram o nome de Salão do Cemitério. É o fim do caminho turístico, com a demarcação no piso formando um beco sem saída e a iluminação mostrando ao longe uma longa corrente sustentada por colunas de parede a parede com uma placa dizendo: “interditado”.

Para os exploradores do Opilião - Grupo de Estudos Espeleológicos (OGrEE), aquele é o início do catálogo biológico, geológico e histórico de uma das áreas menos impactadas desde os trabalhos de Peter Lund, justamente por não ter um tráfego intenso de turistas. Além da corrente, bastam poucos passos subindo uma encosta de solo instável para que a escuridão engula completamente os espeleólogos em seus macacões vermelhos e capacetes.

As lanternas passam a distinguir os caminhos e contornos de paredões, estalactites e cortinas que pendem do alto ou acompanham as superfícies laterais. Mesmo as luzes das lanternas mais amplas não conseguem iluminar completamente a largura do salão, revelando em luz e sombra uma geografia acidentada.

Para chegar até as flores petrificadas, a rota é contornando as colunas e montes de pedra no caminho no sentido de um dos paredões. Contudo, o solo não chega até essa muralha rochosa, mas mergulha em uma profunda encosta. A descida também traz perigos. O solo é mais instável do que no restante da caverna, com várias grandes lascas de rocha amontoadas umas sobre as outras e que deslizam quando as botas fazem pressão sobre suas superfícies, levando ao solo os exploradores, já com suas mãos preparadas para aparar a queda e impedir que escorreguem fenda abaixo por cerca de cinco metros.

A descida contorna a face do paredão, e ao descrever a primeira curva, a luz da lanterna faz a parte inferior da estrutura natural brilhar como um céu pontilhado de estrelas. Flores com pétalas vítreas, algumas brilhantes e outras opacas, tomam conta da superfície rochosa, como se brotassem desse paredão e tendo abaixo um canteiro de cristais.

Algumas são pequenas, menores que as falanges de um dedo. Outras maiores, como as rosas de um buquê feito de joias pelos habilidosos ourives, lapidadores, engastadores e joalheiros de uma suntuosa corte. “Esse é um privilégio. Ver essas formações raras não acontece todos os dias”, disse o geólogo e fotógrafo de natureza Adriano Gambarini, integrante do projeto e impressionado pelas formas petrificadas, mesmo tendo percorrido os lugares mais fascinantes do mundo para os fotografar em 33 anos de carreira.

A flor de gipsita é composta por cristais desse mineral, que se formam em camadas concêntricas, muitas vezes em torno de um núcleo central. A formação ocorre quando a água rica em gipsita se infiltra nas cavidades da rocha. Ao evaporar, deixa os cristais depositados ao longo do tempo acumulando e formando os delicados espeleotemas.

A última missão na câmara proibida é vasculhar pelas 12 fendas existentes uma marca deixada pelo geógrafo Afonso de Guaíra Heberle, responsável pelo mapeamento da gruta em 1940. Uma missão difícil, uma vez que a marca pode simplesmente ter desaparecido, mas também uma oportunidade de conhecer a Maquiné que desce até as entranhas da Terra.

Algumas das fendas têm poucos metros de profundidade e terminam em orifícios que não comportam a passagem humana. Mas em outros, mesmo que rastejando ou se esgueirando comprimidos pela superfície rochosa, os espeleólogos avançam por dutos improváveis que de repente se abrem em pequenas câmaras.“Há s possibilidade de a marca ter se desfeito”, observa o integrante do OGrEE, Luciano Faria.

De acordo com o plano de manejo da gruta , a interdição do Salão 7B se justifica “pela alta concentração de espeleotemas e capas estalagmíticas frágeis em meio à rampa de sedimentos que cobrem o desmoronamento de acesso; pela presença de sedimentos pouco compactados em todo o piso do salão; necessidade de manter regiões da caverna mais próximas de suas condições naturais originais, para servirem como parâmetros de comparação com zonas mais antropizadas”, entre outros motivos.


Leia a matéria completa: https://www.em.com.br/gerais/2024/05/6851139-gruta-do-maquine-viagem-a-caverna-proibida.html


Por Estado de Minas
Fotos: Mateus Parreiras/EM/D.A.Press

COMENTÁRIOS

SITE
Nome

À Luz da Bíblia,1,A Voz do Leitor,5,AAMCGR,30,Academia Cordisburguense de Letras,19,Ação Entre Amigos,1,ACESA,1,Acidente,51,ACINCOR,1,ADNAC,4,Adriano Bossi,564,Aeroporto,3,Agreste,1,Agricultura,19,AgroCordis,4,Agronegócio.,5,Agropecuária,11,Airsoft,1,América-MG,3,Amigos e Viola,2,André Zumzum,2,Andrequicé,1,Animais,1,Aniversário de Cordisburgo,21,Antonio Maria Clarete,18,Antônio Pereira de Souza,3,APAE,19,Apicultura,2,Aposentados,2,Araçaí,98,arma,20,Arquitetura,2,Artes,13,Artesãos,2,Assistência Social,25,Astronomia,7,Atlético-MG,11,Atletismo,3,Audiência Pública,3,Automobilismo,9,Aviação,2,Axé Cordis,1,Bagagem,5,Baldim,1,Bálsamo,1,Banda Asus,4,Banda de Música Vitalina Corrêa,31,Barack Obama,1,Baralho,1,Barra das Canoas,3,Barra do Luiz Pereira,6,bebidas,1,Belo Horizonte,33,Boletim MNEPL,3,Bombeiros,13,Bonde dos Balas,3,Brasil,389,Brasília,4,Brasinha,23,c,1,Cachoeira da Prata,1,Caetanópolis,44,Calamidade Pública,1,Câmara Municipal,125,Caminhada Ecoliterária,4,Caminhos de Rosa,23,Caminhos do Sertão,12,Campanhas,2,Campeonato do Povão,6,Campeonato Regional de Futebol,3,Capim Branco,5,Capoeira,3,Carnacordis,25,carnaval,34,Carvalho de Almeida,1,Casa de Leitura João da Cunha,2,Casa Elefante,2,CAT,1,catolico,31,Cavalgada,3,ceará,1,Celebrações,2,Chamada Pública,2,Chikungunya,1,Cia de Teatro Cafarnaum,1,Ciclismo,14,Cidade,24,Ciência,4,Circo,4,Circuito das Grutas,13,Circuito dos Cristais,6,Clara Nunes,1,Clube Vista Alegre,6,CODEMA,2,Coluna Anacrônicas,20,Coluna GaloCordis,1,Coluna Lucas Gustavo,5,Colunas,26,Comemorações,3,Comércio,11,Comitiva Arraial do Conto,1,Comitivas,1,Comunicação,2,Conceição do Mato Dentro,1,conclave,1,Concursos Públicos,19,Conselho Municipal de Turismo - COMTUR,1,Conselho Tutelar,17,Contagem,1,Cooperativa,2,Copa AMAV,6,Copa do Mundo,9,Copa Eldorado,6,Copa Juventude Para Cristo,22,Copa Musirama,1,Copasa,5,Cordis FM,1,Cordis Folclore e Cultura,2,Cordis Notícias,16,Cordis Radical,4,Cordis Uphill,1,Cordisburgo,2109,Cordisburgo Literária,1,Cordisburgo Sport Clube,11,Cordisburguenses,95,CordisFest,1,Corinto,4,Correios,4,Corrida Educa Cordis,5,Corrupção,1,CPL Notícias,1,CRAS,4,Creche,4,Crianças,21,Cruzeiro,2,Culinária,14,Cultura,349,Curiosidades,51,Cursos,16,Curvelo,103,Democrata de Sete Lagoas,3,Dengue,9,Denúncias,2,Descubra Minas,2,Destaque,1772,Diadema,1,Dilma,13,Drogas,50,ECO 135,11,Economia,17,Edilaine Souza,2,Editais,2,Editorial,3,Educação,222,EJC,2,Eleições,103,EMATER,17,EMBRAPA,1,Emprego,42,ENEM,16,Enquetes,3,Entrevistas,2,Éntrevistas,1,Enviadas,12,Equipe Alto Rendimento,1,Erik Alves,1,ERV Cordisburgo,1,Escola Cláudio Pinheiro de Lima,31,Escola Estadual Mestre Candinho,28,Escola Estadual Professor Anísio Teixeira,9,Escola Maria de Souza,1,Escola Municipal Octacílio Negrão de Lima,18,Escolinha Educa Cordis,2,Esmeraldas,1,Especiais,1,Esporte,267,Estados Unidos,1,EUA,2,Exército,2,FAB,1,faculdade,2,Família,1,Fazendinhas Pai José,1,Febre Amarela,1,Feira Sertaneja,7,Felixlândia,1,Ferrovia,18,Festas,214,Festival de Balé,1,Festival de Comida de Roça,2,Festival do Frango Caipira,13,Figuras de Cordis,4,Filmes,18,Fitness,2,Folia de Reis,11,Fortuna de Minas,4,Francielly Gaudêncio,1,Funilândia,6,Futebol,126,Futsal,45,Galeria de Fotos,6,GaloCordis,4,Governo,45,Grupo de Seresta,2,Grupo Estrelas do Sertão,23,Gruta,70,Gruta da Morena,2,Guarda Municipal,1,Guerra,1,Guimarães Rosa,106,Handebol,1,História,12,Histórias Cordisburguenses,5,Humor,2,IDEB,1,Idosos,3,IEF,7,Igreja,16,Impeachment,3,Imprensa,1,inaugurado,1,Incêndio,1,Indústria,4,Inhaúma,5,Inimutaba,3,inteligência,1,Internet,11,JEMG,3,Jequitibá,9,João Concliz,2,Jornal,2,Jornal Escolar,4,Junho,1,Justiça,8,Juventude FC,1,Koban,2,Lagoa Bonita,96,Lagoa Santa,1,Lar dos Idosos,11,LBV,5,Leilão,1,Literatura,81,Loterias,2,Loucos por Memória,1,Lucas Gustavo,502,Magnata Produções,1,Manifestações,1,Manoel do Norte,2,Maquiné,6,Maquinézinho,1,Marco Antonio Pereira,10,Mascarenhas,1,Master 50 Cordisburgo,19,Masterchef,2,Mato Grosso do Sul,1,Matozinhos,3,MEC,1,Medalha Anísio Teixeira,3,Medalha Guimarães Rosa,7,Medalha Mestre Candinho,4,Medalha Sinhá Araújo,9,Medalha Vovô Felício,6,MEGA,1,Megaupload,1,Meio ambiente,57,memória,1,Mexa-Se,11,Miguilins,14,Minas Gerais,345,Mineirão,2,Miss Grande Sertão,2,MNEPL,9,Moda,21,Montes Claros,3,Monumento Peter Lund,5,Morro da Garça,19,Moto Velocidade,1,Motociclismo,5,Mountain bike,17,Mugstones,4,Mulher e Trabalhador Destaque,3,Mulheres,7,Mundo,9,Museu,56,Música,56,nanotecnologia,1,Natal Fantástico,3,Natureza,3,Nota Oficial,6,Notícias,3228,Novembro Azul,2,OBMEP,2,Obras,43,Olimpíadas,6,Onça,2,Outubro Rosa,2,Paleontologia,4,Palmito,22,papa,1,Papagaios,1,Paraopeba,120,Patrimônio,2,Patrocinado,4,Peão,2,Pecuária,5,Pedreiro Fight Clube,1,Pedro Leopoldo,10,Periquito,10,Permacultura,1,Pesca,1,Pesquisas,1,pessoal,1,Plano Diretor,3,Poesias,4,Polícia,575,Polícia Civil,126,Política,210,Pompéu,3,População,1723,Post Patrocinado,2,Praça de Esportes,1,Prefeitura Municipal,190,Presidente Juscelino,2,Processo Seletivo,9,Produzart,1,PROERD,1,professores,7,Programação,3,Projeto Árvore é Vida,3,Promoção,4,Prudente de Morais,6,Quintino Vargas,1,Rádio,6,Rainha da Primavera,1,Rainha do Café,1,Raul,3,Real Cordis,3,Reclamações,2,rede publica,1,Reflexões,1,Região,611,Regina Pereira,20,relaçoes,1,Religião,116,ressaca,1,Reunião Câmara Municipal,116,Riacho Comprido,1,Ribeirão das Neves,2,Rio 2016,2,Rio das Velhas,1,Rio de Janeiro,4,Roda de Violeiros,2,Rodeio,9,Rodovia,35,Salário,5,Samu,1,Santana de Pirapama,22,São José das Lages,2,São Paulo,10,São Tomé,5,Saúde,304,Sebastião Alvino Colomarte,4,Secretariado,1,Seleção Brasileira de Futebol,9,Semana Roseana,81,Semana Santa,4,Senado,2,Sequestro,1,Ser Arte,1,Serro,1,Sertão,10,Sete Lagoas,215,SISU,4,Solidariedade,40,STF,1,Teatro,25,Tecnologia,9,Telefonia,5,Testemunhas de Jeová,1,Timóteo,1,Torcida Organizada,1,Torneio de Tiro ao Alvo,2,Trabalho,10,Tragédia,13,Trail Cordis,2,Trail Run,1,Trânsito,4,Transporte,3,Trekking,1,Três Marias,5,Troféu Dedê,4,Turismo,45,TV,24,uaitec,1,União Futebol Clube,7,UNIFEMM,2,Utilidades,406,Vagas de Emprego,6,Vereadores,147,Vestibular,2,Veteranos,1,Vídeos,14,Você Sabia?,1,Vôlei,1,Zika,4,Zona Rural,59,Zoológico de Pedras,3,
ltr
item
Cordis Notícias: Os salões proibidos da Gruta do Maquiné
Os salões proibidos da Gruta do Maquiné
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhkK4hI3hDth5cdgrZ-5RXN_n62XsucOQBRBsMbeSpFPBl_6yscNtpVhcy0PAHLzC73Z5NgZsz1ZNg2Gzxe3_ICtR1g-3G4k72inTqMxykscyIaSjs4q4jAPz_rx3F8Mw4vHns8VIC4IpobrS4d1shw7oYoAq4nERzGL9R9evhoQ3BIgmyfJN0edm0BRD71/w640-h384/1_ege02052024mp059-36794036.jpg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhkK4hI3hDth5cdgrZ-5RXN_n62XsucOQBRBsMbeSpFPBl_6yscNtpVhcy0PAHLzC73Z5NgZsz1ZNg2Gzxe3_ICtR1g-3G4k72inTqMxykscyIaSjs4q4jAPz_rx3F8Mw4vHns8VIC4IpobrS4d1shw7oYoAq4nERzGL9R9evhoQ3BIgmyfJN0edm0BRD71/s72-w640-c-h384/1_ege02052024mp059-36794036.jpg
Cordis Notícias
https://www.cordisnoticias.com.br/2024/05/os-saloes-proibidos-da-gruta-do-maquine.html
https://www.cordisnoticias.com.br/
https://www.cordisnoticias.com.br/
https://www.cordisnoticias.com.br/2024/05/os-saloes-proibidos-da-gruta-do-maquine.html
true
352566166544178726
UTF-8
Todos os posts carregados Nenhum post encontrado VER TUDO Ler Tudo Responder Cancelar resposta Apagar Por Início PÁGINAS POSTS Ver Tudo NOTÍCIAS RELACIONADAS CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS OS POSTS Não foi encontrado nenhum post que corresponda ao seu pedido Voltar ao Início Domingo Segunda-feira Terrça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minute atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link em sua rede social Copiar Todo o Código Selecionar Todo o Código All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy Table of Content