A segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe influenza começa na terça-feira (11) e prossegue até o dia 8 de junho. Promovida pelo Ministério da Saúde em todo território nacional, a campanha teve início no mês passado e a estimativa é vacinar 79, 7 milhões de pessoas. 

A segunda etapa é destinada a idosos com mais de 60 anos e professores. Cerca de 33 milhões de pessoas deverão ser imunizadas nessa fase.

A terceira fase, entre 9 de junho e 9 de julho, abrangerá cerca de 22 milhões de pessoas. Compõem esse público-alvo integrantes das Forças Armadas, de segurança e de salvamento; pessoas com comorbidades, condições clínicas especiais ou com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário; trabalhadores portuários; funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade; e adolescentes em medidas socioeducativas.

A campanha teve início no dia 12 de abril com a vacinação de crianças entre 6 meses e 6 anos, povos indígenas, trabalhadores da área da saúde, gestantes e mulheres puérperas (que estão no período de até 45 dias após o parto).  Pessoas que tomaram a primeira ou a segunda dose da vacina contra a covid-19 devem esperar pelo menos 14 dias para tomar o imunizante contra a gripe.

De acordo com o vacinômetro da campanha, já foram aplicadas 6,9 milhões das 27, 3 milhões das doses distribuídas para todos os estados. 


Por Agência Brasil

Um estudo conduzido por pesquisadores do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP) e do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) constatou que as máscaras de algodão, as mais comumente usadas pela população na prevenção da covid-19, têm eficiência de 20% a 60%. A pesquisa, divulgada no último dia 4, foi publicada na revista Aerosol Science & Technology.

O estudo mediu a eficiência de filtração de aproximadamente 300 máscaras faciais, de diferentes  tecidos, máscaras cirúrgicas e as PFF2 – sigla para peça facial filtrante com eficiência de, pelo menos, 94% segundo classificação da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Para realizar o teste, os pesquisadores produziram partículas de aerossol de tamanhos variados e observaram a concentração delas no ar antes e depois da filtragem pela máscara. 

Segundo os resultados, as máscaras PFF2 apresentaram a maior eficiência para todos os tamanhos de partículas, em torno de 98%, e foram consideradas como referência para avaliação de desempenho. As máscaras cirúrgicas também tiveram ótima eficiência, de 89%.

As máscaras de TNT (tecido não tecido) mostraram uma eficiência média de 78%, sendo considerado o melhor material para a fabricação de máscaras caseiras. Mas o material mais comumente usado nas máscaras caseiras é o algodão, que apresentou uma eficiência de filtração muito variável, entre 20% e 60%, e média de 40%, não se mostrando uma boa opção para a confecção de máscaras. 

De acordo com os pesquisadores, a pesquisa mostra que grande parte da população pode estar utilizando máscaras que não oferecem proteção significativa contra a covid-19. Segundo o estudo, o mais indicado é sempre utilizar máscara, mas preferencialmente que sejam as produzidas industrialmente com padrão PFF2, ou mesmo máscaras caseiras de TNT, desde que muito bem ajustadas ao rosto. 

Os pesquisadores ressalvam, no entanto, que qualquer tipo de máscara reduz a dispersão de gotículas e aerossóis emitidos por pessoas com covid-19, sintomáticas ou assintomáticas, e diminuem a disseminação do vírus.


Por Agência Brasil


Cordisburgo iniciou nesta semana a vacinação de idosos a partir de 60 anos contra o coronavírus.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o município recebeu na última terça-feira, 04, uma nova remessa de 275 doses de vacina para aplicação de primeira dose.

Ainda segundo a Secretaria, os idosos da zona urbana deverão aguardar contato dos agentes comunitários de saúde com a marcação de dia e horário para vacinação. Já os idosos da zona rural receberão os profissionais de saúde em suas residências.

Dados do "Vacinômetro" do Governo de Minas Gerais dão conta que o município possui até a presente data um total de 1.575 pessoas vacinadas com primeira dose e 1.001 com segunda dose.

O município tem aplicado vacinas do tipo CoronaVac e AstraZeneca, conforme a disponibilidade do Governo Federal.

Maiores informações podem ser obtidas através da Estratégia de Saúde da Família pelos seguintes telefones:

ESF Cordisburgo: (31) 9 9971-3098
ESF Cordisvida: (31) 9 9715-2430
ESF Lagoa Bonita: (31) 9 9799-1659


Com informações de Secretaria Municipal de Saúde de Cordisburgo

O Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha-MG) já está fazendo o trabalho de pesquisa para reconhecimento dos Reinados e Congados de Minas Gerais como patrimônio cultural imaterial do estado, por sua importância como bem cultural ímpar da identidade e cultura dos mineiros. A ação também tem como objetivo atender desejo das comunidades congadeiras, prefeituras, pesquisadores e associação da sociedade civil.

A pesquisa começa pelo cadastramento, por meio de formulário disponível, a partir desta terça-feira (4/5), no site do Iepha (www.iepha.mg.gov.br). O cadastro permanecerá constantemente aberto, mas, para fins de pontuação no Programa ICMS Patrimônio Cultural, serão considerados os formulários preenchidos pela prefeitura até dia 31/12/2021.

“Identificar e mapear os grupos de Congados e Reinados de Minas Gerais é, sobretudo, uma forma de manter vivo esse valioso patrimônio cultural imaterial que o estado guarda. A ação vai nos permitir preservar e difundir histórias, memórias, saberes tradicionais e rituais que são transmitidos de geração em geração e tornam a cultura mineira tão diversa”, ressalta o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira.


Formulário

A produção do formulário, elaborado pela equipe técnica do Instituto, contou com a participação de representantes de Congados e Reinados de diferentes cidades mineiras. Participaram capitães de guardas,  pesquisadores referência no tema e as professoras Glaura Lucas (UFMG) e Lêda Maria Martins (UFMG), por meio de reuniões e encontros virtuais.

O cadastro pretende identificar  localização, formas de organização,  diversidade de cargos e funções,  indumentárias, instrumentos musicais, calendários festivos, entre outros, além de levantar informações sobre dificuldades relacionadas à manutenção dos grupos. 


Tradição

O Reinado ou Congado é uma manifestação religiosa afro-brasileira que teve início no século 17,  tem como origem os ritos de coroação dos reis negros e africanos, e foi ressignificada no Brasil. A celebração, desde o princípio, esteve vinculada aos festejos das irmandades religiosas, principalmente negras, como as de Nossa Senhora do Rosário.

A manifestação cultural está tradicionalmente enraizada na cultura mineira e possui uma diversidade de matrizes, denominação de grupos, formas de expressão e ritos que estão no processo de reconhecimento como patrimônio cultural imaterial de Minas Gerais. 


Por Agência Minas

Pesquisadores de laboratórios da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Universidade Texas A&M identificaram anticorpos neutralizantes contra o coronavírus SARS-CoV-2 (o mesmo que causa a covid-19) em um gato e um cachorro de rua do Rio de Janeiro. A presença das estruturas de defesa significa que eles foram expostos ao vírus e desenvolveram resposta imune.

O estudo foi publicado como artigo científico no mês passado, na revista Plos One, e divulgado hoje (29) pela Agência Fiocruz de Notícias.

Foram analisadas amostras de 96 animais levados a duas clínicas veterinárias da capital fluminense entre junho e agosto de 2020. No grupo analisado, havia 49 gatos e 47 cachorros, incluindo animais de estimação em casas com e sem registro de casos de covid-19 e animais de rua recém-acolhidos por organizações não governamentais.

A constatação de anticorpos contra o novo coronavírus em animais já foi registrada em outras partes do mundo e sugere que a transmissão de humanos para animais é possível. Os cientistas enfatizam que não há evidências científicas de que o oposto possa ocorrer e reforçam que não há qualquer justificativa para abandono ou maus tratos de animais.

Os casos de bichos com anticorpos contra o SARS-CoV-2 foram documentados principalmente em animais domésticos de famílias em que há casos da doença, mas também já há outros registros em que animais de rua e até de zoológicos foram infectados.

A pesquisa realizada no Rio de Janeiro foi liderada por pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), vinculados aos Laboratórios de Imunologia Viral, de Mosquitos Transmissores de Hematozoários, de Morfologia e Morfogênese Viral e de Vírus Respiratórios e do Sarampo e contou com a participação da Clínica Veterinária Animal Help.

Para identificar os anticorpos, as amostras foram analisadas por meio de uma metodologia de ensaio sorológico altamente específica, conhecida como PRNT90.

Os animais também foram testados com exames PCR para identificar infecções ativas, e nenhum resultado positivo foi encontrado. Para esses testes, foram coletadas amostras de swab orofaríngeo e anal.


Por Agência Brasil

Foto © FABIO RODRIGUES-POZZEBOM/ABR - Reprodução Agência Brasil

 

Uma grave denúncia tomou as redes sociais na noite desta sexta-feira, 30 de abril.

Segundo o denunciante Vaney, um idoso de 62 anos (José Vicentino), que teria transporte para consulta médica em Sete Lagoas e sairia às 06h00min da manhã da terça-feira, 27 de abril, foi buscado em sua residência no povoado de Maquinézinho pela ambulância do município de Cordisburgo na madrugada anterior (0h00min), o deixando em frente ao Centro de Saúde de Cordisburgo, ao relento, passando frio e debaixo de chuva.

Abaixo acompanhe o vídeo gravado pelo denunciante:


Vaney ainda disse ao site Mega Cidade, de Sete Lagoas, que "Não é a primeira vez que está havendo reclamação da saúde. A população está revoltada!".

O fato gerou bastante revolta na cidade, com internautas realizando cobranças nas redes sociais e em diversos grupos da cidade.

Na manhã deste sábado a Prefeitura de Cordisburgo apresentou sua versão dos fatos através do seu site oficial, conforme segue a íntegra abaixo:

Recebemos com surpresa a denúncia realizada sobre um paciente de 62 anos que teria sido deixado ao relento, passando frio e chuva enquanto esperava o transporte para consulta médica na cidade de Sete Lagoas.

Em todos estes anos temos transportado milhares de pacientes anualmente, para estabelecimentos de saúde nas cidades da região, buscando atender da melhor forma a população cordisburguense, sobretudo os da zona rural.

Fato é que nossa zona rural possui extensões gigantescas e não conseguimos buscar todos em suas casas em horários específicos, ainda mais que na data citada possuíamos vários usuários do serviço de saúde que seriam transportados no início da manhã para as cidades de Sete Lagoas e Belo Horizonte, sendo que buscamos os referidos pacientes em várias localidades na madrugada anterior a fim de possibilitar que estes não perdessem o transporte. Mesmo que esta ação não seja obrigação da administração, fazemos questão de fazê-la.

Quanto ao horário, o paciente foi informado antecipadamente, tendo concordado com o cronograma apresentado pela Secretaria de Saúde. Ainda, um vereador da cidade (A. J. N.) ofereceu por buscá-lo em sua residência por meios próprios, e posteriormente por aguardar em sua casa o decurso de tempo para o seu transporte até o destino de sua consulta, sendo ambos recusados pelo acompanhante do paciente.

Todos os pacientes foram transportados até o Centro Municipal de Saúde, local este que dispõe de sala de espera coberta, com cadeiras, iluminação, banheiros, bebedouro, álcool em gel e até mesmo televisor, onde estes poderiam aguardar o horário do transporte.

Entretanto, alheio a nossa vontade, o referido paciente, junto a seu acompanhante não permaneceram no local, sendo que nos vídeos divulgados nas redes sociais estes se encontravam há mais de 200 metros do Centro de Saúde.

Desta forma, o paciente e seu acompanhante optaram por não permanecerem em nossas dependências, se direcionando a uma praça pública, não estando em nosso controle esta decisão.

Ressaltamos ainda que este é um fato isolado, visto que os demais pacientes transportados na mesma data não passaram pelo mesmo problema, permanecendo no local disponibilizado pela administração.

Nossa visão é de que houve uma ação de irresponsabilidade por parte do acompanhante do paciente devido aos acontecimentos narrados.

A administração municipal já está tomando as medidas cabíveis e irá realizar o registro de ocorrência policial sobre os fatos.

A Secretaria Municipal de Saúde Cordisburgo preza pela qualidade de vida da população, fazendo o possível para prestar um serviço que atenda os anseios dos cordisburguenses.
O fato ainda deve ganhar desdobramentos, visto que cada lado tem sua versão da história e ambos os lados prometem tomar medidas.


Foto: Reprodução Redes Sociais
Nota: Site da Prefeitura de Cordisburgo


A Polícia Militar de Paraopeba obteve sucesso na prisão do autor de tentativa de homicídio na cidade no último sábado, 24 de abril.

Os militares foram acionados via 190 para socorrer indivíduo esfaqueado, quando localizaram e prenderam o autor, além da faca utilizada no delito.

O indivíduo e a faca apreendida foram encaminhadas à delegacia.


Com informações de Polícia Militar

Tecnologia do Blogger.