O número de vacinados contra a Covid-19 em Cordisburgo foi tema de discussão nas redes sociais durante a última semana, chegando vários pedidos para que o Cordis Notícias trouxesse informações sobre esta vacinação.

A dúvida da população se deu diante do fato de o "Vacinômetro" do governo do estado trazer informações confusas e não atualizadas.

Diante disso, o Cordis Notícias foi atrás das autoridades de saúde do município e conseguiu as informações que passamos agora em primeira mão.

Até a última quinta-feira, 16 de Abril, foram recebidas um total de 2.525 doses, sendo que já foram aplicadas 1.320 referentes a primeira dose e 433 referentes a segunda dose, totalizando 1.753 doses aplicadas nas zonas urbana e rural do município.

No estoque do município ainda restavam 772 doses que continuaram sendo aplicadas na sexta-feira e continuam na próxima semana, quando completam o prazo de aplicação de segunda dose em parte dos pacientes e outras aplicações de primeira dose serão realizadas, conforme informações da enfermeira responsável.

Quanto ao cronograma de vacinação, a Secretaria Municipal de Saúde informou que tem atualizado conforme o recebimento de doses, visto que as informações referente às quantidades que serão recebidas pelo município em cada remessa somente são repassadas no dia anterior às entregas.

Também foi informado que o cronograma de vacinação é único para as zonas urbana e rural, sendo a aplicação de responsabilidade da Estratégia de Saúde da Família - ESF dos referidos locais, que utilizam o cadastro municipal para o cumprimento das demandas, não sendo necessário cadastro.

Na zona urbana os agentes de saúde entram em contato com os idosos via telefone marcando o dia e horário para a vacinação. Na zona rural os profissionais de saúde vão nas referidas casas, conforme cronograma definido pela secretaria.

Atualmente o município está vacinando idosos acima de 65 anos.

Ao ser questionado pelo Cordis Notícias sobre a divergência dos quantitativos demonstrados no sistema do Governo de Minas, a Secretaria de Saúde informou que tem encaminhado os dados ao governo através de outro sistema, que não se comunica com os dados divulgados publicamente, mas que está trabalhando para que as informações do "Vacinômetro" sejam atualizadas o mais rápido possível.


Por Cordis Notícias
Imagem de Agência Brasil

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.