Minas Gerais bateu o recorde de mortes por Covid-19 em 24 horas e registrou 263 novos óbitos nesta quinta-feira (11), de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). O estado ultrapassou a marca de 20 mil vidas perdidas pela doença.

O recorde anterior ocorreu no dia 10 de fevereiro, quando 243 mortes foram confirmadas.

O número total de óbitos em Minas chegou a 20.087. Segundo a SES-MG, 80% das vítimas tinham 60 anos ou mais, e 72% possuíam comorbidades.

Dos 853 municípios mineiros, 785 já registraram mortes. A taxa de letalidade no estado está em 2,12%.

O governador Romeu Zema (Novo) lamentou a perda das mais de 20 mil vítimas pela Covid-19 nas redes sociais.

"Presto a minha solidariedade e meu carinho aos amigos e familiares das vítimas dessa doença tão triste. Estamos vivendo uma segunda onda pior do que a primeira e, por isso, precisamos redobrar os cuidados. Peço que mantenha o distanciamento social, faça o uso da máscara e sempre higienize as mãos. Vamos nos cuidar e cuidar de quem amamos", afirmou Zema.

O recorde de mortes ocorre um dia após o estado bater o recorde de casos da doença em 24 horas. Nesta quarta-feira (10), 10.409 infecções foram registradas.

Nas últimas 24 horas, 7.745 casos de Covid-19 foram confirmados. Desde o início da pandemia, 946.556 pessoas se infectaram em Minas Gerais, das quais 861.434 estão recuperadas.

Outros 65.035 pacientes permanecem em acompanhamento, em isolamento domiciliar ou internados.

Ocupação de leitos

A taxa de ocupação de leitos também está em alta no estado. Nesta quinta-feira, 80,8% dos leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19 estão ocupados. A proporção total de leitos de terapia intensiva ocupados é de 80,92%.

Há 3.388 pessoas internadas em UTIs em Minas, sendo 1.970 com sintomas do coronavírus.

A ocupação total de leitos de enfermaria está em 70,42%. São 19.913 leitos do tipo no SUS, dos quais 3.211 estão ocupados por pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19.

Novo Decreto de Cordisburgo

O Portal Cordis Notícias divulgou ontem que haveria um novo decreto nesta quarta-feira na cidade, conforme confirmado pela própria Prefeitura de Cordisburgo.

Entretanto, o Setor Jurídico da Prefeitura informou no fim da tarde de hoje, que devido a ajustes que estão sendo realizados no texto da legislação, este será publicado nesta sexta-feira, valendo a partir de sábado.

Como antecipado por nós, os seguintes pontos continuam como prioridades no Decreto, podendo sofrer pequenas alterações:

  • Comércio não essencial com horário de funcionamento restrito;
  • Proibição de eventos públicos e privados;
  • Bares com funcionamento restrito à delivery;
  • Proibição de atividades que gerem aglomeração, como práticas esportivas;
  • Igrejas limitadas a 30% de ocupação;
  • Toque de recolher diário (horário definido do período da noite até o início da manhã seguinte).

Números de Cordisburgo

Segundo Boletim de hoje (11/03/2021), a cidade conta com 217 casos confirmados desde o início da doença, com 27 casos em monitoramento, 01 hospitalizado, 179 recuperados, 08 óbitos confirmados e 02 óbitos em investigação.


Com informações de G1
Foto de Jornal do Comércio

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.