O Gabinete de Gestão de Crise da cidade de Sete Lagoas confirmou nesta sábado, 04 de Julho, a primeira morte por coronavírus de uma paciente cordisburguense.

Uma mulher de 52 anos de idade, moradora de Cordisburgo e funcionária da Prefeitura de Araçaí, veio a óbito nesta madrugada no Hospital Municipal de Sete Lagoas. Ela estava há vários dias internada na Unidade de Tratamento Intensivo - UTI, devido a complicações ocasionadas pela Covid-19.

A própria Secretaria Municipal de Saúde de Cordisburgo divulgou em seu boletim epidemiológico de hoje um óbito como suspeito. Para que o órgão faça a confirmação, é necessária a comunicação oficial da Superintendência Regional de Saúde de Sete Lagoas ao município.

A Prefeitura local ainda publicou uma nota prestando condolências à família:

A Prefeitura de Cordisburgo lamenta o primeiro falecimento por suspeita de coronavírus de um morador de nossa cidade, ocorrido nesta madrugada em Sete Lagoas.

O falecimento, assim foi ocorrida a contaminação estão sendo investigados pela Superintendência Regional de Saúde de Sete Lagoas, através de seu setor de Vigilância Epidemiológica.

A Secretaria Municipal de Saúde de Cordisburgo continua monitorando todos os casos suspeitos e confirmados da doença na cidade, adotando todos os protocolos federais.

Em respeito à família nesse difícil momento não divulgaremos dados pessoais e deixamos aqui nossos votos de pesar, prestando todas as condolências aos amigos e familiares.

Segundo as informações do gabinete setelagoano, nove pacientes de Sete Lagoas seguem hospitalizados com diagnóstico positivo. A cidade tem, neste sábado, vinte e duas pessoas internadas com Síndrome Respiratória Aguda Grave, sendo sete delas no Hospital Municipal, todas em leitos de UTI. No Hospital Nossa Senhora das graças, são três em UTI e dez em enfermaria. Já no Hospital da Unimed há um paciente na UTI e um na enfermaria.

Dos vinte e dois internados,dezenove têm resultado positivo para Covid-19, sendo nove de Sete Lagoas, cinco de Cordisburgo, dois de Jequitibá e um de cada cidade: Capim Branco, Pompéu e Belo Horizonte. Dois hospitalizados já tiveram resultado negativo e um ainda aguarda a liberação do exame. Entre os 11 pacientes que se encontram em leitos de UTI, sete são de Sete Lagoas e os outros quatro são, cada um, de uma das cidades: Capim Branco, Pompéu, Jequitibá e Belo Horizonte.


Com Tecle Mídia

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.