O governador Romeu Zema (Novo) disse que, se a curva da COVID-19 continuar no ritmo que está, o sistema do saúde mineiro pode entrar em colapso em um mês. Ele solicitou a colaboração de todos os prefeitos para ajudar a controlar o avanço da doença. "Essa trajetória ascendente não pode continuar como está, caso contrário, em um mês teremos o estrangulamento total do sistema de saúde" 

Zema afirmou que o governo trabalha com a previsão de crescimento, mas está em ritmo acima do esperado. O governador pediu a colaboração dos mineiros para que o estado consiga controlar a doença  em Minas. 

"O mineiro vai ter que fazer a sua parte, caso contrário, nós poderemos perder tudo o que foi construído até o momento. Lembrando que Minas é o segundo Estado com melhor desempenho. Só estamos atrás do Mato Grosso do Sul no que diz respeito a óbitos por 100 mil habitantes". 

A preocupação do governo com a curva ascendente fez com que fossem feitas reclassificações dos municípios no programa Minas Consciente. O secretário de desenvolvimento, Fernando Passalio, informou que os 101 municípios da Região Centro de Minas devem voltar à onda verde, que permite a abertura apenas dos serviços essenciais. 

Em 15 dias, é a segunda reclassificação. A Região Centro já havia saído da onda amarela para a branca e, neste momento, retorna à verde.  Os municípios da Região Norte, que estavam na onda amarela, retornaram à onda branca. 

Ao todo, 146 municípios aderiram aos protocolos sanitários do Minas Consciente, abrangendo uma população de 3,5 milhões de habitantes.

Desse total, 290 municípios estão na onda branca, 53 na amarela e, a maior parte, 510 na onda verde.


Por Estado de Minas

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.