A Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, através da Delegacia de Polícia Civil de Cordisburgo, encerrou investigação sobre violência doméstica ocorrida em Araçaí, com a prisão do autor.

C. R. de A., de 31 anos de idade, era investigado por cometer violência física, psicológica e moral  contra sua companheira, com quem viveu em união estável por 7 anos, e contra a filha dela, fruto de outro relacionamento.

A violência doméstica contra a mulher ocorreu diversas vezes durante o relacionamento do casal, inclusive através de agressões com socos, tapas, e instrumentos perfurantes, como tesoura, faca, facão e cacos de vidro. Em 19 de outubro de 2018, após mais um episódio de violência, a vítima superou o medo do agressor e decidiu acionar a Polícia Militar, que compareceu ao local, porém C. já havia deixado a residência.

A Polícia Civil viabilizou medidas protetivas de urgência para a vítima, e, após diligências, indiciou C. por tentativa de feminicídio, vias de fato, injúria e ameaça, e representou pela sua prisão preventiva, sendo expedido mandado de prisão pela Justiça.

C. foi preso em 23 de fevereiro, no bairro Interlagos, em Sete Lagoas, pela Polícia Militar, durante uma abordagem de rotina, e permanecerá no Presídio de Sete Lagoas, à disposição da Justiça.

Com Polícia Civil

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.