Durante 3 dias - 4, 5 e 6 de setembro, Cordisburgo recebeu diversas autoridades da área literária - tradutores e professores de diversas universidades brasileiras - UFMG, UFPR, USP, UFSBA, PUC-MG e também da Università di Roma e do Instituto Caro y Cuervo, de Bogotá/Colômbia.

Participaram de Conferências e Mesas Redondas, com a finalidade de se implantar em nossa cidade a Escola de Tradução das Obras de Guimarães Rosa.

Estiveram presentes neste importante evento literário, os professores/tradutores - Ettore Finazzi-Agrò - Università di Roma. 

Anna Palma (UFMG) - moderadora

Volker Jaeckel (UFMG), Raquel Samara (UFMG), Elisa Amorim (UFMG) - moderadora)

Sandra Stroparo (UFPR), Alison Entrekin (UFPR), Silvia La Regina (UFSBA), Cláudia Campos Soares - moderadora

Tereza V Ribeiro Barbosa (UFMG), Anna Palma (UFMG) e Marli Fantini

Alberto Bejarano (Inst. Caro y Cuervo) Bogotá/Colombia

Luiz Roncari (USP), Caetano Galindo (UFPR)

Márcia de Morais (PUC-MG), Patrizia Collina Bastianetto (UFMG)

O objetivo maior deste projeto é implantação da Escola de Tradução das Obras de JGR, além de consolidar em nossa cidade, cursos de línguas estrangeiras, curso de instrumental italiano, além de outras atividades voltadas para a população

O curso de Alemão já está acontecendo e do Italiano Instrumental, se encontra com as inscrições em aberto, ambos, sem custo algum para os alunos.

O encontro aconteceu no CAT - Centro de Atendimento ao Turismo, através do Museu Casa de Guimarães Rosa.

O encerramento do Cosmopolitismo do Sertão - 2ª edição - A língua italiana em diálogo, foi encerrado por Elisa Almeida e Ronaldo Alves, diretor do MCGR.

O Sertão está em toda parte...O Sertão é do tamanho do mundo.

Reportagem Adriano Bossi

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.