O Cordis Notícias esteve no Expominas em Belo Horizonte onde aconteceu a segunda edição da Campus Party 2017 em Minas Gerais e a FINIT 2017 - Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia.

FINIT 2017


A FINIT reúne, em um só lugar, grandes e consolidados eventos e um público bem diverso: startups, grandes empresas, estudantes, pesquisadores, profissionais da área de tecnologia e interessados nas temáticas abordadas.

ESPAÇO ABERTO

A feira apresentou várias áreas gratuitas para o público como competição de drones, exibição e luta de robôs, stands de universidades, impressoras 3D, área para jogos entre diversas outras atrações.

 O SENAI apresentou carrinhos-robô que podiam ser controlados pelo público, mas o que mais chamou a atenção foram dois robôs. O primeiro desenhava de forma excepcional variados tipos de desenhos; o segundo jogava jogo da velha com o público, e a cada vitória ainda comemorava dançando.

Ainda no campo deste tipo de máquina, os "robôs de combate" foram bastante apreciados durante a feira, com várias equipes presentes, incluindo equipes campeãs brasileiras da modalidade, mostrando os equipamentos e seus componentes eletrônicos, demonstrando como estes funcionam.


Outro campo bastante explorado, foi o de realidade virtual, com os famosos óculos VR's, e outros equipamentos que proporcionam ainda mais imersão neste universo. Um exemplo era um simulador de montanha russa, que recebia o visitantes com a mensagem: "Você tem coragem?".


Na parte de drones, variados modelos foram apresentados em vários stands, mas o mais interessante era o aquadrone, primeiro capaz de voar e percorrer submerso em represas, lagoas e rios. O criador, Filipe Minas, apresentou o projeto e demonstrou suas funcionalidades. Este drone, inclusive, tem auxiliado os militares na localização de pessoas afogadas.


Vários stands de instituições de ensino como UEMG, IFMG, Una e COTEMIG estiveram no local apresentando variados projetos desenvolvidos por seus alunos como projetos educacionais, cultivo de mudas, além de projetos tecnológicos. Outros stands ofereciam oficinas e workshops gratuitos de programação e diversas áreas para crianças e adolescentes.


Dois palcos encontrava-se na área aberta ao grande público, incluindo o palco SIMI - Sistema Mineiro de Inovação. O setelagoano Marcelo Sander, inclusive, foi um dos palestrantes deste palco com o tema "Comunicação para Acelerar Negócios".


Escolas da região participaram do evento, demonstrando suas criações e trocando conhecimentos, através do programa "Meu Primeiro Negócio". Um exemplo é a Escola Estadual Ruth Brandão de Azeredo de Sete Lagoas.

ARENA DE NEGÓCIOS


A área de maior relevância da FINIT, tratava-se da "Arena de Negócios". Nela, três grandes palcos exibiam palestras focadas no empreendedorismo ao mesmo tempo, reunindo variados tipos de público, todos focados na evolução de suas empresas e startups.

Os palcos eram o "Meu 1º Negócio", "Seed", e o principal "Minas Digital".


Nesta mesma área, vários outros palcos menores também apresentavam atrações, cada um representando ecossistemas regionais de startups.

O palco "Santa Helena Valley", representava o ecossistema de Sete Lagoas, representando startups da cidade como Data Food, Farmácia do Bem, Fc2Games, CLUBOOK, YouUP, Busão Ceh Lagoas, River Tec, entre outras.

Outros ecossistemas como "Mucuri Valley", "Diamond Valley" também tiveram seus palcos.


Nesta área aconteceram eventos como a 100 Open Startups, que é a principal plataforma de conexão de startups e grandes empresas; a Boost Accelerator que tem como objetivo a geração de negócios entre startups de aceleradoras tradicionais e investidores nacionais e internacionais e a She`s Tech que visa fortalecer a presença feminina empreendedora no ecossistema de startups, o Fórum Aeroespacial 2017, promovido pelo Complexo Aeroespacial de Minas Gerais com o intuito de apresentar e discutir assuntos relacionados à aviação, promovendo a interação entre os atores do segmento para o intercâmbio de informações, entre vários outros importante eventos.

Por ali também aconteceu o Inforuso 2017 que tratava de todo o ecossistema que envolve o ambiente de tecnologia, abrangendo tecnologia nas escolas, inovação e empreendedorismo. No projeto Programadores do Futuro, vários alunos apresentaram aplicativos desenvolvidos para variados fins como educação, saúde e entretenimento. Lá pudemos conhecer a encantadora Raissa Lauar, que desenvolveu um aplicativo destinado a prevenção e tratamento da obesidade infantil.

CAMPUS PARTY MG 2


A Campus Party é a maior experiência tecnológica do mundo que reúne jovens geeks em um festival de inovação, criatividade, ciência, empreendedorismo e universo digital. Realizada pela primeira vez em 1997, na Espanha, a Campus Party conta hoje com 536.980 mil campuseiros cadastrados em todo mundo, e já produziu edições em países como Espanha, Holanda, México, Argentina, Alemanha, Reino Unido, Argentina, Panamá, El Salvador, Costa Rica, Colômbia e Equador. O evento está presente no Brasil há dez anos e em 2017, terá edições em Portugal, Itália, Singapura e África do Sul.


Esta é a segunda edição do evento em Minas Gerais, reunindo mais de 5 mil campuseiros, sendo que 1200 ficaram acampados. Quem compareceu aos cinco dias da CPMG2 acompanhou mais de 250 horas de conteúdo, mais de 300 palestras e workshops sobre os mais variados temas, além de desfrutar da internet com velocidade de 20 GBps.


Foram destaques do palco Feel the Future personalidades como Nolan Bushnell, o criador do Atari, Caito Maia, fundador da Chilli Beans, Lorrana Scarpioni, CEO e cofounder da Bliive, maior rede global de troca de tempo, Luiz Gabriel Tiago, o Sr. Gentileza, indicado ao prêmio Nobel da Paz esse ano, Marcos Palhares, único astronauta brasileiro participante da empresa pioneira em turismo espacial Virgin Galactic, os Irmãos Piologo, Maurício Cid, do  blog Não Salvo, entre outros. Além das palestras o público teve acesso a hackathons e workshops, como o de Coders, que aconteceu pela primeira vez e teve presença maciça dos campuseiros.

Era impressionante o número de pessoas acompanhando os eventos em cada um dos quatro palcos, e também stands destinados ao acesso a internet. 


Vários campeonatos e amistosos de vários jogos como FIFA, Counter Strike, Street Fighter e Just Dance aconteciam no local nas áreas destinadas a jogatina dos campuseiros. Entre os "conectados" outros jogos eram presença garantida no local como League of Legends e Hearthstone.


“Estamos muito felizes com o resultado do evento. As vendas de ingressos se aceleraram nos últimos dias, o que fez com que palestras, workshops e hackathons tivessem recorde de público”, avalia Tonico Novaes, diretor geral da Campus Party. 

“A Campus Party historicamente sempre procurou tratar de temas que impactam a sociedade, tendo ou não a tecnologia como pano de fundo. Para essa edição, em especial, tivemos a oportunidade de fomentar a discussão entre os campuseiros sobre assuntos que os afetam diretamente como cidadãos  e contamos com uma grande receptividade. Acredito que nosso papel é justamente o de ser uma plataforma de disseminação de conhecimento e troca de opiniões”, explica Francesco Farruggia.

O evento é uma iniciativa do Governo de Minas Gerais por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SEDECTES).

Foi sensacional a organização do evento, com várias atrações de primeiro nível em ambas as áreas (FINIT e CampusParty). Esperamos no ano que vem estarmos presentes novamente para acompanhar tão importante evento.

Por Lucas Gustavo



















Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.