O antigo campo de aviação de Cordisburgo, que foi inaugurado na década de 50, com uma pequena pista de terra com pouco mais de 500 metros de comprimento; está sendo totalmente remodelado e modernizado.

Após muitos anos inoperante, o acanhado aeródromo que recebia pequenos monomotores - teco-teco, está em obras e se transformará brevemente, em um moderno aeroporto comercial; podendo se transformar em um movimentado terminal de cargas aéreas.

A movimentação de máquinas na obra de terraplenagem está em pleno andamento e a nova pista de pouso asfaltada, deverá ter aproximadamente 2.500 metros de extensão; suportando pousos e decolagens de potentes e modernas aeronaves.

A operação do tráfego aéreo, se dará no mesmo eixo da antiga pista, ou seja, no rumo geográfico 02/20 - cabeceiras 02 e 20, com alternativas no dois sentidos.

Patios de estacionamento de aviões, pista secundária de rolagem das aeronaves e áreas para hangares, serão, igualmente, disponibilizados neste terminal aéreo. 

Este valoroso empreendimento, está sendo construído por iniciativa do grande empresário, fazendeiro e filho da nossa terra - Alberto Carlos de Freitas Ramos.

A construção deste aeroporto regional, trará muito progresso para a nossa cidade e abrangerá certamente, a vasta região circunvizinha à Cordisburgo.

Reportagem e fotos por Adriano Bossi




Postar um comentário

  1. Itagiba Evaldo dos Santos8/7/16 16:00

    Grande iniciativa, espero que possamos estar caminhando para um enorme futuro em nossa querida cordisburgo, a qual sou muito orgulhoso em ser filho dessa terra em que nasci, cresci e hoje moro na vizinha sete lagoas, mais não deixo de acompanhar as notícias, gostaria que este empreendimento seja um dos que irão abrigar a mão de obra dos nossos conterrâneos, para assim mantermos as nossas famílias nesta terra de grande potencial turístico.

    ResponderExcluir
  2. Fantástico! Se realmente o aeroporto tiver uma pista de 2.500m de comprimento, estará apto a receber praticamente todo tipo de aeronave hoje em operação no país, turboélices e jatos.
    Acredito que o planejamento seja para 2.500m por 45m de largura e resistência mínima do piso para 60 toneladas, e voo por instrumento baseado em informações GPS.
    Essas características básicas são de um moderno aeroporto regional do século 21. Parabéns!

    ResponderExcluir

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.