A frota de cerca de 110 milhões de veículos dos países do Mercosul terá um sistema único de placas a partir de 2016. A decisão pela patente única foi aprovada em reunião dos representantes de Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela nessa quarta-feira, 08, em Buenos Aires. A mudança será gradual e começa em 2015 e o cronograma será divulgado na próxima reunião dos chefes de estado do bloco em dezembro.

Modelo de placa que será usado no Mercosul / Foto: DivulgaçãoModelo de placa que será usado no Mercosul / Foto: Divulgação

A nova placa possui 40 cm de largura por 13 cm de altura (as mesmas dimensões já utilizadas no Brasil) e tem design que lembra o sistema da União Europeia. A identificação possui sete caracteres, com duas letras, três números e mais duas letras, capaz de gerar até 450 milhões de combinações. O fundo será branco, com uma faixa azul na parte de cima. Haverá o símbolo do Mercosul à esquerda, seguido do nome do país e bandeira.

Os cinco países também vão criar um sistema em comum para consulta das informações dos veículos. Esse intercâmbio vai facilitar o acesso sobre dados de propriedade, marca, modelo, fabricação, tipo de veículo e dados econômicos, além de gerar relatórios sobre roubo ou furto.

O sistema brasileiro com três letras e quatro números foi adotado nos anos 1990 e poderia durar pelo menos até 2030. Na Argentina, porém, o sistema de três letras e três números termina em 2015 e o padrão Mercosul já será aplicado no próximo ano. Veja no vídeo abaixo como será o novo sistema de placas.


Fonte: SeteLagoas.com.br

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.