Arte e história sobre rodas de caminhão, com direito a boleia e baú. A ideia que move o Caminhão-museu Sentimentos da Terra é contar a trajetória dos movimentos da luta agrária do Brasil percorrendo as estradas do país.
Caminhão museu vai até os visitantes / Foto: em.com.brCaminhão museu vai até os visitantes / Foto: em.com.br
O caminhão é equipado com biblioteca especializada com livros de arte, fotografia, geografia e história, e jornais e revistas com registros do tema.

Oito personagens, considerados exemplares dos conflitos no Brasil rural serão homenageados, dentre eles: o Visconde do Uruguai, Chico Mendes, Leonel Brizola e Euclides da Cunha. A curadoria é do cenógrafo, arquiteto, designer e diretor de arte Gringo Cardia.
A iniciativa é fruto de parceria entre o Projeto República e o Ministério do Desenvolvimento Agrário.

O caminhão está até o próximo dia 27 na praça da reitoria da UFMG. E tem programação confirmada de estacionar em Jequitibá, nos próximos meses.

Fonte: SeteLagoas.com.br, Editado

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.