Uma menina, de quatro anos, morreu nessa segunda-feira, 21, no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, após ser picada por um escorpião. Segundo a assessoria do hospital, a criança deu entrada na unidade de saúde, no domingo 20, em estado grave.

V.N.M. residia na cidade de Vespasiano e estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo, UTI, contudo não resistiu. Em caso de picada do escorpião, as pessoas devem receber um soro antipeçonhento. Por isto, é muito importante que a vítima receba socorro rapidamente.

De dezembro a março a incidência de picadas aumentam / Foto: CeatoxDe dezembro a março a incidência de picadas aumentam / Foto: Ceatox

Os acidentes com animais peçonhentos aumentam 30% no período de calor e chuvas, principalmente de dezembro a março. Os dados, do Instituto Butantan, mostram ainda que entre os acidentes mais comuns estão as picadas de serpentes (principalmente da jararaca) e de escorpiões.

Para evitar os acidentes, o Butantan recomenda manter limpos quintais, jardins e terrenos baldios, não acumulando entulho e lixo doméstico; aparar a grama dos jardins e recolher as folhas caídas; vedar soleiras de portas com saquinhos de areia ou friso de borracha, colocar telas nas janelas, vedar ralos de pia, tanque e ralos de chão com tela ou válvula apropriada.

Também é recomendável colocar o lixo em sacos plásticos, que devem ser mantidos fechados para evitar aparecimento de baratas, moscas e outros insetos, que são o alimento predileto de escorpiões; examinar roupas, calçados, toalhas e roupas de cama antes de usá-las; andar sempre calçado e usar luvas de couro ao trabalhar com material de construção e lenha.

Fonte: SeteLagoas.com.br

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.