Um homem de 22 anos (M.L.S.V.) foi preso e um menor de 16 anos (K.O.G.) apreendido por porte ilegal de arma de fogo, na tarde desta terça-feira (29), na Rua Manoel Durval, Centro de Araçaí.

Segundo informações, policiais teriam deparado com os dois em uma motocicleta Honda CG 125, placa GOQ-8329, sendo que durante a abordagem foi constatado que eles transportavam peças para montagem de uma arma de fogo (ferrolho e gatilho), um cartucho intacto calibre 28, um cartucho intacto calibre 32 e uma munição de calibre 380. Também foram encontradas outras partes da arma de fogo, dois canos e uma coronha.

O autor e o menor foram encaminhados à Delegacia de Polícia, com o material apreendido.

Por MegaCidade


“Ele estava de férias, voltou terça-feira pra morrer sexta”, contou Leda Gonçalves dos Anjos, mãe de Adriano Gonçalves dos Anjos, um dos desaparecidos após o rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho. Na manhã desta quarta-feira (30), a família ainda vivia o drama de não ter encontrado Adriano.

A mãe e o pai do supervisor de máquinas pesadas da mineradora saíram de Cordisburgo, onde moram, e foram até a Academia de Polícia Civil, em Belo Horizonte, para coletar material para o exame de DNA, na manhã desta quarta.

“É uma dor terrível”, desabafou Leda, amparada pelo filho mais novo, Artur Gonçalves dos Anjos. A mãe contou que Adriano lutou muito pela Vale.

“O que não dá pra entender é a irresponsabilidade de deixar tanta gente no local com uma barragem tão próxima, né”, acrescentou Artur.


O irmão disse que Adriano é casado e tem uma filha de 11 anos. Segundo Artur, a menina ainda não acredita na morte do pai.

“É um luto eterno. A gente só pede pra localizá-lo. Isso é o mais importante. A gente tem um fio de esperança nessa questão de localizá-lo”, relatou.

Adriano Gonçalves dos Anjos ainda não foi localizado no desastre.

Por G1


A compostagem é o processo de reaproveitamento da matéria orgânica encontrada no lixo, na intenção de transformá-la em uma fonte de nutrientes que quando misturada a terra funciona como fertilizante. A técnica muito utilizada em grande escala na agricultura também pode ser reproduzida domesticamente e aplicada em plantas, hortas e jardins. 

Para Bruno José Esperança, diretor geral da Esalflores, maior floricultura e Garden Center do Sul do país, o processo de compostar é um grande aliado no cuidado com o meio ambiente, pois colabora com a redução dos resíduos orgânicos produzidos em residências. “A compostagem permite que restos de alimentos e outros tipos de sobras orgânicas sejam reaproveitadas contribuindo com a diminuição do volume de compostos descartados em lixões. Além de evitar a utilização de fertilizantes sintéticos”, explica Bruno. 

O especialista ainda alerta que é preciso ter cuidado com os resíduos utilizados. “Nem todos os restos orgânicos podem ser utilizado na compostagem. Lixo comum, restos de carne, laticínios e óleos não são indicados. Já restos de verduras e legumes, cascas de frutas, borras de café, cascas de ovos e serragem são ideais”, detalha. 


Passo a passo para montagem da composteira caseira 

O processo de compostagem doméstica é simples e exige apenas 3 caixas plásticas escuras (sendo uma com tampa), folhas secas e galhos pequenos e cerca de 100 minhocas. “As caixas serão empilhadas em três níveis. Nas duas caixas superiores será feira a compostagem, elas devem ter pequenos furos que serão responsáveis pela comunicação entre uma caixa e outra. A caixa inferior será utilizada apenas para coletar o resíduo líquido orgânico”, explica Esperança. 

O primeiro passo é forrar o fundo da caixa superior com as folhas secas e pequenos galhos ou serragem. Esta primeira camada vai funcionar como dreno para a composteira. Em seguida deve-se colocar a terra com minhocas e logo acima os resíduos orgânicos. É importante que os resíduos sejam cobertos com outra camada de folhas secas para contribuir com oxigenação. 

Depois disso é só fechar a caixa e fazer depósitos diários até que ela seja preenchida. Assim que estiver completa basta passar essa caixa para baixo e subir uma vazia para recomeçar o processo. Não sendo necessário inserir novas minhocas. “Após três meses em média, já é possível coletar o húmus que pode ser utilizado como adubo. Na última caixa ficará acumulado o resíduo líquido orgânico. Diluído ele pode ser usado para regar plantas e hortas”, completa o especialista. 

Por Caroline Rodrigues - P+G Comunicação Integrada
Com Mega Cidade


Situação de Calamidade Pública

A Defesa Civil Nacional, ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, reconheceu o estado de calamidade pública em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

O reconhecimento sumário da situação de calamidade ocorre em casos de eventos anormais, de grande intensidade e impacto, que causam danos e prejuízos e afetam a capacidade de socorro e de assistência local da população.

O ministério instalou em Brumadinho um posto de operações para órgãos federais foi instalado no município. Conforme nota da pasta, “o monitoramento da região, das situações climáticas e dos serviços essenciais está sendo realizado 24h por equipes do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), que enviam constantemente alertas e informações ao Centro de Comandado criado pela Defesa Civil municipal”.


24 mil pessoas estão sendo deslocadas em Brumadinho

Cerca de 24 mil pessoas estão sendo retiradas pelos bombeiros das áreas sob risco em Brumadinho (MG). A informação foi divulgada pelo porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara. Às 5h30, uma sirene alertou para o risco de rompimento de uma nova barragem da Mina Córrego do Feijão, a Barragem VI.

Entre as áreas sob risco estão Parque da Cachoeira, Pires e Bairro Novo Progresso. "As áreas para onde as comunidades estão sendo levadas são as áreas previstas no plano de ação de emergência da barragem. O Corpo de Bombeiros permanece com todas as aeronaves de prontidão, para se for necessário deslocar equipes ou mesmo realizar ações de resgate e salvamento", disse o tenente.

Segundo o porta-voz, por enquanto, os bombeiros estão focando seus esforços na evacuação e, por isso, estão suspensos os trabalhos de busca e salvamento de vítimas da Barragem 1, que rompeu na última sexta-feira (25).



Sobe para 37 o número de mortes confirmadas

Subiu para 37 o número de vítimas em Brumadinho, das quais oito foram identificadas, segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. Até o momento, 192 pessoas foram resgatadas após a tragédia na Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte (MG). Neste momento, as buscas estão suspensas após risco de novo rompimento na região.

Moradores de quatro zonas de risco (Parque da Cachoeira, mais próxima à barragem B6; Pires; Centro de Brumadinho; Bairro Novo Progresso) estão sendo orientados a sair de suas residências devido ao risco de rompimento da barragem. A orientação do Corpo de Bombeiros é que a população siga para um dos três pontos de apoio na cidade: Igreja Matriz, Delegacia de Brumadinho e Morro do Querosene

O Corpo de Bombeiros informou ainda que o acesso à cidade está bloqueado, em razão de risco iminente de rompimento. Dessa forma, moradores não estão autorizados a voltar em suas residências para recuperar seus pertences.


Justiça de Minas bloqueia R$ 11 bilhões da Vale para ressarcir danos

A Justiça mineira determinou o terceiro bloqueio de valores da mineradora Vale, desde o rompimento das barragens da Mina Córrego do Feijão. No total, até o momento, a empresa responsável pelo empreendimento terá que dispor de pelo menos R$ 11 bilhões para ressarcir danos e perdas de forma geral.

Este último pedido acatado pela justiça ontem (26) foi apresentado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que definiu o valor de R$ 5 bilhões, seria exclusivamente para garantir reparação de danos causados às vítimas.

Os promotores Maria Alice Costa Teixeira, Marcelo Schirmer Albuquerque, Cláudia Spranger e Márcio Rogério de Oliveira, que assinaram a ação, destacaram que além de danos materiais, as vítimas sofreram “evidentes e notórios os danos morais, psicológicos, emocionais, comunitários, de saúde e culturais”.

De acordo com os autores do pedido, a mineradora obteve proveito econômico da exploração na região e têm que arcar com o ônus do desastre. No pedido, eles apontam que, segundo informações da própria empresa, apenas no 3º trimestre de 2018 a Vale obteve lucro líquido recorrente de R$ 8,3 bilhões e, diante do ocorrido, é fundamental que tais valores não sejam distribuídos entre os acionistas e investidores da empresa, mas sim revertidos para as medidas de recuperação ambiental e reparação dos danos.

O MPMG defende que a mineradora se responsabilize pelo acolhimento, abrigamento em hotéis, pousadas, imóveis locados, arcando com os custos relativos ao traslado, transporte de bens móveis, pessoas e animais, além de total custeio da alimentação, fornecimento de água potável. Para este atendimento, os promotores ainda orientam que pessoas atingidas sejam ouvidas sobre o melhor local e forma de abrigo para cada família.

Em decisão anterior, também nesse sábado, o Judiciário mineiro já havia bloqueado R$ 5 bilhões para a reparação de danos ambientais. No mesmo dia, o juiz Renan Chaves Carreira Machado, responsável pelo plantão judicial do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, em Belo Horizonte, ordenou o bloqueio de outros R$ 1 bilhão da mineradora. O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) ainda multou a Vale em R$ 250 milhões.



Governo federal poderá rever protocolos de licenciamento de barragens

O governo federal poderá mudar as regras de licenciamento ambiental e fiscalização das barragens. “Parece que algo está falhando nesse licenciamento”, disse o general Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. De acordo com o ministro, o governo fará novas auditorias para vistoriar barragens classificadas como “de risco”.

O general Heleno participou no final da tarde de reunião do gabinete permanente de crise, instalado no Palácio do Planalto, que acompanha as operações de salvamento e resgate das vítimas do rompimento da barragem da Mina Corrégo do Feijão, explorada pela companhia Vale em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O governo também estuda prestar auxílio financeiro às famílias atingidas (como a liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), ao município e ao estado de Minas, que já estava em crise fiscal. De acordo com o ministro, valores não foram definidos, porque representantes do Ministério da Economia não estavam na reunião. A medida, conforme Heleno, depende de uma autorização da pasta.

Reportagens e Fotos de Agência Brasil


O Brasil foi um dos primeiros países na América Latina a reconhecer Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela. Em sua conta no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro, que está participando do Fórum Econômico Mundial (Davos, na Suíça), postou mensagem de apoio a Guaidó. Em Davos, Bolsonaro reiterou a colaboração brasileira ao governo recém-declarado. 
“O Brasil apoiará política e economicamente o processo de transição para que a democracia e a paz social voltem à Venezuela”, disse na rede social. O Ministério das Relações Exteriores do Brasil também divulgou comunicado sobre o reconhecimento de Guaidó.
Em diversas cidades do país, ocorrem atos contra e a favor do presidente Nicolás Maduro. Guaidó, que é o presidente da Assembleia Nacional, se declarou presidente interino da Venezuela. “Hoje, 23 de janeiro de 2019, em minha condição de presidente da Assembleia Nacional, invocando os artigos da Constituição Bolivariana da República da Venezuela, ante Deus todo poderoso, juro assumir formalmente as competências do Executivo Nacional como presidente encarregado de Venezuela”, afirmou.
Antes do juramento, Guaidó reiterou a promessa de anistia aos militares que abandonarem Maduro e apelou para que fiquem “do lado do povo”. Segundo ele, é preciso reagir à “usurpação” do poder por parte do presidente da República, instaurar o governo de transição e eleições livres.
De acordo com o Observatório Venezuelano da Coletividade Social (OVCS), foram registrados confrontos entre manifestantes contra o atual governo e forças policiais. Um adolescente, segundo a entidade, foi baleado.
Em um dos atos pró-Maduro, Diosdado Cabello, ex-presidente da Assembleia, fez um chamado à defesa da gestão. “Vamos fazer um chamado à unidade dos partidos do pólo democrático, juventude, estudantes, as mulheres, para enfrentar qualquer agressão contra o povo. Eles sabem que nos marcos da Constituição não podem fazer o que estão fazendo. E nós temos que defender a Constituição.” Ele convocou os apoiadores para, a partir desta noite, ficarem de vigília em frente ao Palácio de Miraflores.

Repercussão internacional

O governo dos Estados Unidos se manifestou reconhecendo Guaidó como presidente da Venezuela. A decisão foi reforçada pelo presidente, Donald Trump, e pelo vice-presidente, Mike Pence, em suas contas na rede social Twitter. O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, Luis Almagro, também reconheceu Guaidó e felicitou o deputado pelo juramento.

Entenda o caso

A situação na Venezuela se agravou após a eleição de Maduro para novo mandato, que é contestada pela comunidade internacional. Ele tormou posse, em 10 de janeiro, perante a Suprema Corte. Para Brasil, o Grupo de Lima, que reúne 14 países, e a Organização dos Estados Americanos (OEA), o mandato é ilegítimo e a Assembleia Nacional Constituinte deve assumir o poder com a incumbência de promover novas eleições.
Guaidó chegou a ser preso e liberado. A Assembleia Nacional, então, declarou “usurpação da Presidência da República” por Maduro.
Ontem (22), a Sala Constitucional do Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) divulgou validade da decisão tomada em janeiro de 2017 questionando as ações da Assembleia Nacional comandada por Guaidó. Segundo comunicado divulgado no sítio oficial da Corte, pela decisão “qualquer atuação da Assembleia Nacional e de qualquer órgão ou indivíduo contra a sentença será nula e carente de validade e eficácia jurídica".
Por Agência Brasil / Tecle Mídia
Foto: Alan Santos/PR



Um dos pontos mais reclamados pelos desportistas cordisburguenses é a deficiência no sistema de iluminação do Ginásio do CECOPA.

Era comum a recorrente "queima" de lâmpadas, que gradativamente deixavam a quadra na penumbra, dificultando a prática esportiva.

No último mês, foi realizado uma obra de manutenção da parte elétrica, onde os holofotes foram abaixados e um novo tipo de lâmpada foi colocada, possibilitando assim uma iluminação de qualidade.

Ao Portal Cordis Notícias, o coordenador de esportes, Carlos Eduardo Barroso, expôs ainda um projeto de instalação de lâmpadas de LED no local, dando assim solução definitiva para os problemas de iluminação.


As equipes veteranas de Diamantina e Cordisburgo, esta representada pelo Master 50, disputaram partida amistosa no último sábado no Estádio Municipal da Várzea.

A partida aconteceu em uma tarde de muito sol e altíssimo calor, e foi disputada com muita disposição dos atletas de ambas as equipes.

O resultado final foi de 4 a 2, favorável a equipe visitante. Os gols da equipe diamantinense foram marcados por Figueiredo (1 vez) e Chumbinho (3 vezes). Pelo lado da equipe cordisburguense, marcaram Cré e Fananã (ambos de pênalti).

A equipe do Master 50 de Cordisburgo volta a campo no próximo Domingo, em partida amistosa contra o Master de Jequitibá, na cidade de Jequitibá.


"PESCATTI INDÚSTRIA DE PESCADOS CORDISBURGO LTDA., CNPJ: 23.068.657/0001-96, torna público o requerimento de Licença Ambiental nº. 06079/2016, para o empreendimento localizado na Praça Alcides Lins, nº. 333A, Centro, Cordisburgo - MG, para as atividades listadas na DN 217/17 do COPAM com código D-01-02-6 Preparação do pescado e D-01-05-8 Processamento de subprodutos de origem animal para produção de sebo, óleos e farinha”.


O presidente Jair Bolsonaro assinou no dia 15 de Janeiro, decreto que flexibiliza as regras para a posse de arma de fogo no país, que já entrou em vigor. O decreto mudou algumas regras, como o prazo de renovação passou para dez anos.

Veja abaixo alguns pontos do novo decreto:

O que muda com o decreto?

O decreto trata da posse de armas, ou seja, o cidadão poder ter uma arma em casa. Com o decreto, poderá adquirir uma arma quem morar em cidade ou estado onde a taxa de homicídios seja superior a 10 para cada 100 mil habitantes, morar em áreas rurais, for dono de estabelecimentos comerciais ou industriais, militares, for agente público que exerce funções da área de segurança pública, administração penitenciária, integrantes do sistema socioeducativo lotados nas unidades de internação, da Agência Brasileira de Inteligência e no exercício do poder de polícia administrativa e correcional em caráter permanente ou for colecionador, atirador e caçador, devidamente registrado no Exército. Antes, a necessidade de ter uma arma era avaliada e ficava a cargo de um delegado da Polícia Federal, que poderia aceitar, ou não, o argumento.

O decreto anterior estabelecia que o registro deveria ser renovado a cada três anos, nos casos em que o Exército é responsável pela expedição, e a cada cinco anos, nas situações sob responsabilidade da Polícia Federal. O decreto publicado hoje unifica esses prazos em 10 anos.


Quem poderá ter a posse de arma?

A posse de arma de fogo de uso permitido pode ser concedida a quem atender aos requisitos dos incisos I a VII do caput do Artigo 12 do Decreto nº. 5.123, de 2004:

I - declarar efetiva necessidade;

II - ter, no mínimo, vinte e cinco anos;

III - apresentar original e cópia, ou cópia autenticada, de documento de identificação pessoal;

IV - comprovar, em seu pedido de aquisição do Certificado de Registro de Arma de Fogo e periodicamente, a idoneidade e a inexistência de inquérito policial ou processo criminal, por meio de certidões de antecedentes criminais da Justiça Federal, Estadual, Militar e Eleitoral, que poderão ser fornecidas por meio eletrônico;

V - apresentar documento comprobatório de ocupação lícita e de residência certa;

VI - comprovar, em seu pedido de aquisição do Certificado de Registro de Arma de Fogo e periodicamente, a capacidade técnica para o manuseio de arma de fogo;

VII - comprovar aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo, atestada em laudo conclusivo fornecido por psicólogo do quadro da Polícia Federal ou por estar credenciado.


Se eu conseguir a posse, isso significa que poderei sair na rua com a arma? 

Não. A posse dá direito de manter a arma apenas em casa ou no trabalho. Para sair da residência com a arma, é preciso autorização para o porte, que garante ao cidadão circular com a arma fora de casa, trabalho ou estabelecimento comercial, ou seja, poder andar com ela na rua. O porte de arma não é objeto do decreto. 


Quantas armas posso ter registradas em meu nome?

Não existe limite legal da quantidade de armas a serem registradas por cidadão. O decreto presidencial, em algumas situações, limita a aquisição de até quatro armas. Nesses casos, se o indivíduo tiver interesse em adquirir mais armas, deverá comprovar a efetiva necessidade. Se a pessoa tiver mais de quatro armas registradas e comprovar a necessidade de mais, poderá conseguir autorização para compra das demais.


Poderei ter em casa fuzis, metralhadoras ou armas automáticas?

Não, o decreto somente facilita a posse de armas de uso permitido e não inclui armas de uso restrito, como armas automáticas ou fuzis.


Perdi o prazo de regularização das armas. Poderei ser anistiado?

O decreto não prevê anistia para quem perdeu o prazo para recadastramento, que terminou em 2009. Essa medida demanda mudança legislativa, o que só pode ser feita por meio de lei. O decreto prevê a renovação automática dos certificados de registro de arma de fogo expedidos pela Polícia Federal antes da data de publicação do ato, e ainda vigentes, pelo prazo de dez anos.


Por quanto tempo valerá a autorização de posse de arma?

O prazo passou de cinco para dez anos com o decreto


Como faço para solicitar o registro e quais os documentos necessários?

Primeiro, o interessado precisa obter uma autorização da Polícia Federal para comprar a arma. Para isso, deve preencher os requisitos previstos no Artigo 12 do Decreto nº. 5.123, de 2004. Depois de comprar a arma, deve-se ir a uma unidade da Polícia Federal para fazer o registro com os seguintes documentos: requerimento preenchido disponível no site da PF, autorização para adquirir arma de fogo, nota fiscal de compra da arma de fogo e comprovante bancário de pagamento de taxa devida por meio da Guia de Recolhimento da União – GRU.


Onde devo guardar a arma? 

Em um local seguro, como um cofre ou um local com tranca, de difícil acesso por parte de crianças, adolescentes ou pessoas com deficiência mental.


Se eu não tiver um cofre para guardar a arma, serei punido?

Se, na residência houver criança, adolescente ou pessoa com deficiência, o interessado deve se assegurar que a arma seja armazenada em segurança, pode ser um cofre ou local com tranca. Será exigido do interessado a apresentação de declaração de que mantém a arma em um cofre ou local com tranca. Se a criança, adolescente ou pessoa com deficiência tiver acesso à arma por falta de cuidado do responsável, este incorrerá na prática do crime de omissão de cautela do art. 13 da Lei nº 10.826/2003, com até dois anos de prisão.

Por Agência Brasil
Com informações do Ministério da Justiça e Segurança Pública



Será realizada neste final de semana (18, 19 e 20 – sexta a domingo), a “Festa de São Sebastião” em Araçaí, com realização da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura, Paróquia e Festeiros de 2019.

Na sexta-feira (18), a partir de 21 horas haverá música ao vivo na barraquinha;

Sábado (19), a partir de 22 horas será realizado show com Victor e Fabiano na Praça São Sebastião;

Domingo (20), “Dia de São Sebastião”, às 12 horas acontece o almoço nas barraquinhas e grande leilão de aves, suínos e bovinos.

O evento conta com o apoio da Câmara Municipal, Polícia Militar, Conselho Tutelar e Circuito Turístico Guimarães Rosa.

Por Mega Cidade


A Câmara Municipal de Cordisburgo se reuniu ordinariamente nesta quarta-feira, para o primeiro encontro do ano.

Foi  primeira reunião da nova mesa diretora, presidida por Geralda Maria (PT).

Desta vez, não estiveram presentes os vereadores Aldair Marques e Erivélton Santos.

Foram designados os novos membros para as Comissões de Legislação, Justiça e Redação; Fiscalização Financeira e Orçamentária e Serviços Públicos Municipais.

Foram discutidos e aprovados por unanimidade os seguintes projetos:

Projeto de Lei nº 01/2018 – Autoriza Reajuste dos Vencimentos dos Servidores Públicos Municipais do Poder Executivo e dá outras providências.

Projeto de Lei nº 02/2019 – Autoriza a Cessão Temporária de Servidor Municipal a Associações Locais e dá outras providências.

Projeto de Lei Complementar nº 01/2019 – Extingue o Cargo Efetivo de Pintor.

Foi levantada ainda  possibilidade de transferência da Câmara para o prédio do Centro de Atendimento ao Turista, proposta esta que ainda será analisada.

Foram ainda apresentadas reclamações quanto as obras municipais, que passarão por fiscalização da comissão responsável.

Confira a reunião completa:


Durante o verão é muito comum os casos de conjuntivite. É que as pessoas passam mais tempo expostas ao sol e a situação é de risco com ambientes fechados com ar condicionado ligado. 

Começou a sentir aquela coceira nos  olhos, olhos vermelhos, sensibilidade à luz pode ser sintoma de uma conjuntivite. Segundo a Dra. Tereza Kanadani, geralmente os sintomas podem ser desde uma coceira nos olhos, mas o principal é vermelhidão ocular, hiperemia na membrana, você pode sentir maior sensibilidade à luz, uma secreção desde ao acordar e ela pode ser tanto aquosa como purulenta. 

Os casos de conjuntivite aumentam mais nessa época do ano pelo maior aglomerado de pessoas em academias, piscinas, salas de ginásticas e o ideal é evitar esses locais mais fechados com esse aglomerado de pessoas, pela facilidade de contágil entre uma pessoa e outra. Existem 3 tipos dessa doença, mas a mais comum nessa época do ano é a viral, pela facilidade de contágil. 

Tem ainda a conjuntivite bacteriana onde apresenta uma secreção amarelada e a alérgica que pode aparecer em determinados períodos do ano, sendo mais comum em pacientes alérgicos que já tem doenças como asma ou bronquite em pacientes atópicos. 

Deve-se evitar a automedicação e nos primeiros sintomas procurar um Oftalmologista, porque o tratamento vai desde uma compressa com soro fisiológico gelado, assim como colírios anti-inflamatórios e dependendo do caso, evoluir para uma infecção bacteriana, tem que ser colírios antibióticos.

E se não tratar? Segundo a médica, se não tratar,  essa conjuntivite geralmente é auto limitada a viral. O paciente em sete dias já sente uma melhora, mas em torno de sete dias se o paciente não melhorar tem que procurar urgente um Oftalmologista.

Por Antonio Maria Clarete Machado
Fonte Bom Dia Minas - 15/01/2019


Em jogo bastante catimbado, o Atlético conquistou o título do Torneio Internacional Máster de Futebol, neste domingo. O Galo venceu o San Lorenzo-ARG, nos pênaltis, por 8 a 7. No tempo normal, o duelo terminou empatado em 1 a 1. A partida foi disputada na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

A decisão do título foi bastante tumultuada por parte dos argentinos, que tentaram, no intervalo, uma mudança no regulamento. Homens da delegação, que não estavam no time, resolveram tumultuar, alegando que o Atlético descumpria o regulamento: estava atuando com quatro jogadores entre 35 e 40 anos.

Porém, segundo a organização do evento, era um equívoco, já que autorizava três jogadores na linha e mais o goleiro, com esse limite de idade. E era justamente o que acontecia, pois o Galo tinha o goleiro Giulliano, o zagueiro Adriano Lobinho, Léo de Deus e Paulinho Guará, sendo que o primeiro, era o goleiro do Galo.

A situação acabou contornada, com a ajuda dos jogadores argentinos, que queriam continuar a partida. Sérgio Araújo brincou com a situação: “Eles estão perdendo.” O jogo continuou, sem problemas. No entanto, tornou-se mais ríspido, com muitas faltas e com o árbitro, Antônio William Gomes distribuindo quatro cartões amarelos, todos para os argentinos.

O gol atleticano foi marcado por Paulinho Guará, aos 10min do primeiro tempo. O San Lorenzo empatou com Monserrat, aos 23min do segundo. Nos pênaltis, Álvaro, Sérgio Araújo, Araújo, Luís Cláudio, Piuzinho, Faioli, Fofão e Marcelinho (este cobrou o último), marcaram, enquanto Piu, o segundo a bater, perdeu sua cobrança, defendida pelo goleiro Livora. Pelo San Lorenzo marcaram Gorosito, Biaggio, Esquivel, Lazzaro, Álvarez, Antonelli e Monserrat. O gol atRivadero e Estevez tiveram suas cobranças defendidas pelo goleiro Giulliano.

Atlético: Giuliano, Fofão, Álvaro, Lobinho e Luís Cláudio; Araújo, Gedeon, Piu e Léo de Deus; Paulinho Guará e Wellington Amorim, depois Marcelinho, Eron, Sérgio Araujo, Técnico: Jorge Valença.

San Lorenzo: Livora, Gallardo, Álvarez, Lussenhoof e Esquivel; Rivadero, Monserrat, Calabria e Gorosito; Estevez e Lazzaro, depois Antonelli, Biaggio e Vasquez. Técnico: Roberto Lezcaro.

Terceiro lugar

Na disputa da terceira colocação do torneio, o Cruzeiro venceu de virada o Corinthians. O time paulista saiu na frente, com Gustavo Nery marcando aos 15min do primeiro tempo. A equipe celeste empatou ainda na primeira etapa, com um golaço de Alex Dias, aos 26min.

A vitória foi consolidada no finalzinho da segunda etapa, com um gol de Elivelton, que foi o autor do gol do bicampeonato da Libertadores, em 1997. “Decidi mais uma vez”, disse.

Cruzeiro: Felipe, Maurinho, Cleber Monteiro, Leandro Guerreiro e Leandro; Augusto Recife, Donizete Amorim, Ruy e Walter Minhoca; Alex Dias e Elivelton, depois Marcelo Ramos, Cleisson, João Carlos e Da Silva. Técnico: Roberto Gaúcho.

Corinthians: Renato, Guina, César, Carlinhos e Wladimir; Pingo, Rogério e Gustavo Nery; Paulo Sérgio, Edilson e Gil, depois Dagoberto, Édson e Nilson. Técnico: Vaguinho.

Dois jogadores do Atlético estiveram entre os melhores da competição, o atacante Paulinho Guará, artilheiro do torneio, com três gols, junto com Paulo Sérgio (Corinthians) e Lazzaro (San Lorenzo), e o goleiro Giulliano, o melhor de sua posição na competição. Foram feitas homenagens especiais ao ex-lateral-esquerdo Nonato, do Cruzeiro, e ao ex-armador Gorosito, do San Lorenzo.

Texto de Super Esportes
Fotos de Lucas Gustavo - CORDIS NOTÍCIAS
























































































































Tecnologia do Blogger.