Os eleitores brasileiros veem os partidos políticos com desagrado, desdenham de sua importância para os interesses do país e não lhes conferem influência no poder dos votos que, em breve, levarão às urnas. É o que revelou pesquisa publicada, semana passada, por este jornal, surpreendendo o fato de que, para contestar ou explicar os números e percentuais revelados, não se levantou uma única voz credenciada de dirigentes. O silêncio consente, então, admitir, que, no íntimo, aos populares consultados, em vários estados, não há como negar razão. Essas organizações, novas ou veteranas, têm preferido viver em regime de tamanho artificialismo ou cuidam apenas de ano eleitoral. No entender da opinião pública faltam instrumentos para revelar por elas um mínimo ou simpatia. 

Uma suspeita a sugerir que os próprios dirigentes sabem que as legendas descumpriram os ideais que teriam embalado sua constituição, e, portanto, condenadas ao descrédito, é que são eles próprios a correr atrás de alianças, quase sempre dispensando mínima e coerente identidade ideológica. Sabem que, por si só, elas não se sustentam. Saem em busca de muletas para continuar caminhando, somando as inconsistências mútuas para se manterem de pé. Não diferentemente é o que se tem visto nas articulações para o lançamento de candidatos a governador e a presidente da República. E, exatamente por estarem todos descaracterizados, muitas vezes a serviço das disfuncionalidades na política, as alianças chegam ao eleitorado como certas fusões química: caldos insossos, inodoros, sabor amargo, camuflando interesses nada identificados com as altas questões nacionais. Engolem-nas porque não há outro jeito.   

Sem perder de vista a citada pesquisa, permite-se esclarecer que uma questão de primeira ordem não chegou a ser posta aos consultados: os partidos estariam igualmente condenados por ignorar seus programas; nada falam sobre as metas programáticas, não cuidam de divulgá-las. Em rigor, por mais constrangedor que seja a denúncia, não será exagero afirmar que eles nem sabem a que vieram. As propostas, vagamente inscritas no estatuto de cada um, a nada mais serviram, se não instruir os pedidos de inscrição junto ao Tribunal Superior Eleitoral, diante dos quais os ministros passam a chão batido. Nem seria justo cobrar deles tempo e vagar sobre peças de escasso conteúdo. Houvessem os pesquisadores de campo indagado sobre o conhecimento público em relação aos programas, esse item na planilha seguramente ficaria sem pontuação. Talvez nem soubessem que meia dúzia deles, e outros tantos em fase de organização, usam a palavra “trabalhadores” em suas siglas, sem que para eles proponham inovações conceituais.

Eleitores abordados nas ruas, nesse sentimento de descrença, têm a solidariedade de cientistas políticos, mesmo que sejam muitos, entre eles, os que consideram os partidos instrumento indispensável na prática da democracia representativa, por mais defeituosos que sejam. Entre aqueles, de tão desanimados, há os que julgam não ser totalmente inoportuno retomar a discussão sobre a experiência com o voto avulso, que facultaria ao eleitor votar em alguém que não tenha necessariamente a filiação partidária. Seria sepultar, em cova rasa, o aluvião de letrinhas a que acabaram reduzidos.

O desprestígio dessas associações políticas é mais que desagradável, porque, quando instruídas na autenticidade, com propostas cristalinas, têm elas extraordinária valia para o aperfeiçoamento da democracia representativa. Ajudam a nação a levantar bandeiras e perseguir ideais sadios. Pena que no Brasil não tenham caminhado para isso. Nas ruas, é o povo que denuncia e condena.

Editorial - Jornal do Brasil



Aconteceu na noite desta terça-feira, 26, o I Seminário de Empreendedorismo e Inovação de Cordisburgo.

O evento gratuito foi realizado pelo Cordis Notícias e Prefeitura de Cordisburgo, através da Secretaria de Turismo, Ecologia e Meio Ambiente, em parceria com o Santa Helena Valley (ecossistema local de startups e inovação de Sete Lagoas e região).

Foram ministradas duas palestras: "Inovação e Desenvolvimento Tecnológico voltados para o Setor Público", com o advogado Cláudio Figueiredo Busu; e "Marketing Digital para Pequenos Negócios", com o jornalista e professor Marcelo Sander. 

O público contou com funcionários públicos, autônomos, estudantes e profissionais de diferentes áreas que puderam agregar conhecimentos nas áreas de tecnologia e empreendedorismo, além de esclarecer dúvidas.

O evento teve o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais.













“Sou só um sertanejo, nessas altas ideias navego mal. Sou muito pobre coitado. Inveja minha pura é de uns conforme o senhor, com toda leitura e suma doutoração. Não é que esteja analfabeto. Soletrei, anos e meio, meante cartilha, memória e palmatória”.

A genialidade e as vivências de João Guimarães Rosa nos sertões do norte de Minas Gerais fizeram surgir preciosidades da literatura brasileira, como os trechos acima de Grande Sertão: Veredas, romance do autor, publicado em 1956. Hoje (27) é celebrado 110 anos do nascimento de Guimarães Rosa que reproduziu a essência do sertanejo e eternizou o sertão em suas obras. Também escreveu o livro de contos Sagarana e o ciclo novelesco Corpo de Baile.

Contista, novelista, romancista e diplomata, Guimarães Rosa nasceu em Cordisburgo (MG) em 27 de junho de 1908, e faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 19 de novembro de 1967. É um dos autores mais estudados e Grande Sertão: Veredas um dos livros mais importantes da literatura brasileira.

O Instituto de Estudos Brasileiros, da Universidade de São Paulo, possui um banco de dados bibliográficos dedicado exclusivamente a Rosa, com quase 5 mil registros.

“É um dos maiores artistas da palavra do país, leitor de dicionários, um colecionador de palavras e expressões, um estudioso de línguas”, define o professor da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília (UnB), Gustavo de Castro e Silva, que faz um estudo biográfico aprofundado de Guimarães Rosa, para montar o perfil e uma linha do tempo da vida do autor.

Segundo o professor, era um homem muito voltado para a família e para o trabalho, que não gostava de ter a vida social exposta. Um mineiro quieto por natureza e introvertido. Amigo de Juscelino Kubitschek, Guimarães Rosa assinou muitos passaportes de judeus durante a segunda guerra mundial, para virem ao Brasil, enquanto era cônsul em Hamburgo, na Alemanha, de 1938 a 1942. “Foi um homem muito sensível”, disse o professor.

Castro e Silva conta que Grande Sertão: Veredas foi escrito de “supetão”, em apenas sete meses. “Ele foi um desdobramento de Corpo de Baile, era um conto desse livro e aí o conto foi crescendo e virou Grande Sertão: Veredas”, contou.

A narrativa é marcada por neologismos e regionalismos. “Ele inaugura um tipo de liberdade poética na literatura brasileira. Quando ele está na França, na Alemanha, ele não esquece Minas Gerais. A saudade de Minas Gerais é crucial para sua elevação, ele escrevia com saudade do sertão”, disse o professor.

O Caminho do Sertão

Inspirada na obra de Guimarães Rosa, a Agência de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Vale do Rio Urucuia em correalização com a prefeitura de Arinos (MG) desenvolve desde 2014 o projeto O Caminho do Sertão, que promove um mergulho socioambiental e literário no universo do escritor e no cerrado sertanejo.

Este ano, 57 pessoas foram selecionadas para a caminhada de 186 quilômetros pelos vales dos rios Urucuia e Carinhanha, entre os dias 7 e 15 de julho. A jornada, que começa em Sagarana (MG), percorre parte do caminho realizado pelo personagem Riobaldo e seu bando, figura central do livro Grande Sertão: Veredas, passando pelo platô Liso do Sussuarão, na Serra das Araras, e terminando em Chapada Gaúcha (MG).

A estudante de licenciatura em História, Julia Chacur, de 21 anos, fez a caminhada no ano passado. “Encontro é uma das palavras que usaria para descrever essa experiência”, contou à Agência Brasil. “Foi também um reencontro com Guimarães Rosa. Já tinha lido o livro, mas lá me reencontrei com a literatura, os espaços e a linguagem […] Foi uma experiência de intimidade com o livro, o povo e a paisagem”.

Além do reencontro com a literatura, Julia relata a partilha e a cumplicidade com as outras pessoas que fazem a caminhada, além da experiência íntima que viveu. “Outro encontro muito importante, é o encontro consigo mesmo. É uma experiência transformadora”, disse, contando sobre as intervenções culturais que vivenciou durante a caminhada.

O projeto Caminho do Sertão é colaborativo e conta com patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, várias parcerias e uma campanha de financiamento coletivo, para quem quiser contribuir.

“Sertão é isto: o senhor empurra para trás, mas de repente ele volta a rodear o senhor dos lados. Sertão é quando menos se espera.”

Por Agência Brasil


A Câmara Municipal de Cordisburgo se reuniu ordinariamente nesta segunda-feira, 25.

Na oportunidade foram definidos os agraciados com o título de cidadão honorário de Cordisburgo e com a Medalha Guimarães Rosa. As medalhas serão entregues durante a XXX Semana Roseana e o título de cidadão honorário ainda não tem data para ser entregue.

Agraciados:

TÍTULO DE CIDADÃO HONORÁRIO DE CORDISBURGO
Fernando Damata Pimentel
Patrus Ananias de Sousa
André Quintão Silva
Newton Cardoso Júnior
Dilma Vana Roussef
Gustavo Pires Magalhães
Darlan Rodrigo Silva Fonseca
Adair Almeida Prata
Giovani Fernandes Goulart


MEDALHA GUIMARÃES ROSA

Antônio Pereira de Souza
Vitória Amélia Moreira e Silva
Lúcia Bernadete Gomes da Silva
Santos José Gonçalves
Geralda Elizabete Martins
Sandra Regina Goulart Almeida
Coronel Klinger Sobreira de Almeida
Élia Barbosa de Carvalho
Folia de Reis São Geraldo da Bagagem


Durante a Tribuna Livre, o Sr. Guilherme Couri Nogara coboru os Planos de Governo do Executivo e Legislativo Municipal. Também fez uso da palavra, o Sr. Raimundo Eustáquio que havia sido citado na última sessão.

Foram ainda votados os seguintes projetos, sendo todos aprovados por unanimidade:
  • Projeto de Lei nº 06/2018 – Estabelece Diretrizes Gerais para a Elaboração do Orçamento do Município para o Exercício de 2019 e dá outras providências.
  • Projeto de Lei nº 07/2018 – Institui a Contribuição de Iluminação Pública – CIP no Município e contém outras providências.
  • Projeto de Lei nº 08/2018 – Altera o Inciso IV do Artigo 3º da Lei Municipal nº 1.590 de 14 de Outubro de 2013.
  • Projeto de Lei nº 09/2018 – Altera Lei Municipal nº 1702, de 15 de Dezembro de 2017 e dá outras providências.
  • Projeto de Lei nº 10/2018 – Cria o Conselho Municipal de Cultura – COMCULTURA e o Fundo Municipal de Cultura – FMC e dá outras providências.
  • Projeto de Lei nº 11/2018 – Dispõe sobre a Criação do Fundo Municipal para Gestão da Movimentação dos Recursos do FUNDEB e dá outras providências.
  • Projeto de Lei Complementar nº 06/2018 – Dispõe sobre a Alteração da Lei Complementar nº 38, de 11 de Dezembro de 2006 e dá outras providências.

Ainda estiveram presentes e utilizaram-se da palavra ao final da sessão, os Srs. Emílio Vasconcelos e Caio Valace, ambos candidatos a prefeito e vice na últimas eleições em Sete Lagoas, e que discursaram sobre o desenvolvimento do município de Cordisburgo e da região de forma geral.

Confira o vídeo da reunião na íntegra:



Por Lucas Gustavo


Foi preso neste domingo, 24/06/2018, em Belo Horizonte/MG, E.S.R., conhecido como "Chuck", de 20 anos de idade, morador do distrito de Lagoa Bonita, em Cordisburgo/MG.

Chuck é investigado pela Polícia Civil como autor de pelo menos 7 furtos ocorridos no distrito, por isso representou-se pela sua prisão preventiva, mas há vários meses o homem não era visto em Cordisburgo.

Ontem, porém, Chuck foi abordado por policiais militares no Centro de Belo Horizonte, quando constatou-se que havia mandado de prisão em aberto contra ele, que foi preso e conduzido à Delegacia de Plantão.

A prisão desse indivíduo demonstra a necessidade de os cidadãos não deixarem de comunicar às autoridades, através de ocorrência policial, qualquer crime do qual sejam vítimas, pois só assim a polícia pode planejar e agir para evitar que o criminoso continue a delinquir.

Nesse sentido, a Polícia Civil dispõe de canal direto de comunicação pelo WhatsApp (31) 97110-8437, para que os cidadãos passem informações sobre criminosos e foragidos na região de Cordisburgo.

Por Ascom Polícia Civil


Profissionais liberais, pequenos empreendedores, gente que trabalha por conta própria ou em negócios de bairro. Este é o público-alvo do 1º Seminário de Empreendedorismo e Inovação de Cordisburgo, evento gratuito realizado em parceria com o Santa Helena Valley (ecossistema local de startups e inovação de Sete Lagoas e região), nesta terça-feira, 26 de junho, às 19h, no auditório do Centro de Atendimento ao Turista de Cordisburgo (Av. Padre João, 407, Centro).

Três palestras fazem parte da programação: "Como lidar com a Era da Informação", com o empreendedor Jonathan Ramos; "Inovação e Desenvolvimento Tecnológico voltados para o Setor Público", com o advogado Cláudio Figueiredo Busu; e "Marketing Digital para Pequenos Negócios", com o jornalista e professor Marcelo Sander. O evento tem o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais.

A entrada é franca e as inscrições gratuitas devem ser feitas pelo link bit.ly/cordisburgo

O evento é uma realização do Cordis Notícias e Prefeitura de Cordisburgo, através da Secretaria de Turismo, Ecologia e Meio Ambiente.

SERVIÇO:

1º Seminário de Empreendedorismo e Inovação de Cordisburgo
26 de junho, às 19h
Auditório do Centro de Atendimento ao Turista de Cordisburgo (Av. Padre João, 407, Centro).
Entrada franca
Inscrições: bit.ly/cordisburgo
Informações: (31) 99737-9014



Para atender os moradores de Sete Lagoas e de outras cidades da região, a empresa de ônibus Setelagoano, retomou as viagens rodoviárias entre Sete Lagoas e o Terminal Aéreo de Confins, na região metropolitana de BH.
A linha estava desativada devido a baixa demanda de passageiros, mas agora, com o aumento considerável pela procura de passagens para aquele aeroporto, a mesma foi reativada.
Diariamente, são efetuadas 3 viagens saindo da Rodoviária de Sete Lagoas, nos seguintes horários: 06:15', 08:45' e 17:30', com o retorno acontecendo às 07:45', 10:00 e 19:00 horas.
O preço da passagem é de R$ 13,05
Anteriormente, os passageiros precisavam ir de ônibus até Belo Horizonte, desembarcando no terminal rodoviário e de lá mesmo, pegando outro ônibus para o Aer. de Confins, o que, demandava muito tempo e transtornos.
Ou ainda, pagando um preço bem alto, para se fazer a viagem através de fretamento de táxi especial.
Por Adriano Bossi - Dados compilados do Portal Sete Lagoas
Foto de Moisés Magno


Quem pensou que a segunda partida do Brasil na Copa do Mundo seria fácil se enganou completamente. A Seleção venceu a Costa Rica, na manhã desta sexta-feira (22), por 2 a 0, em São Petersburgo, com gols de Philippe Coutinho e Neymar nos acréscimos e colocou o time na liderança do Grupo E da Copa do Mundo.

A Seleção Brasileira começou dando sinais de que amassaria a Costa Rica. Logo aos três minutos de jogo, Philippe Coutinho arriscou de longe, mas a bola passou por cima do jogo. Só que a promessa não se concretizou. Com uma saída de bola muito lenta, a equipe canarinho deixou a Costa Rica ditar o ritmo do jogo durante boa parte do primeiro tempo.

A chegada mais perigosa do primeiro tempo foi da Costa Rica. Após falta de Neymar no meio de campo, os costarriquenhos cobraram rápido. Venegas levou na linha de fundo e rolou para Celso Borges, que bateu raspando a trave direita de Alisson.
Aos 25 minutos, o primeiro sinal de melhora. Marcelo tentou o chute, Jesus pegou dentro da área e bateu pro fundo do gole de Keylor Navas. O atacante, porém, estava impedido.

Os quatro minutos que se sucederam aumentaram as esperanças dos brasileiros. Foram quatro finalizações seguidas da Seleção.

Na mais perigosa delas, Marcelo bateu de direito e Navas caiu para fazer a defesa, no único chute brasileiro na direção do gol na etapa inicial. O Brasil terminou o primeiro tempo com sete finalizações, mas apenas uma de dentro da área.

Tite voltou do intervalo com Douglas Costa no lugar de Willian. E o time brasileiro melhorou no início do segundo tempo. Após cruzamento da direita, Gabriel Jesus cabeceou no travessão. No rebote, Coutinho bateu e Gamboa salvou em cima da linha.

Com o passar do tempo, a Seleção voltou a cair na mesma lentidão do 1º tempo. Para tentar mudar o panorama, Firmino entrou no lugar de Paulinho. Aos 32 minutos, Neymar caiu na área em dividida com zagueiro da Costa Rica. O árbitro Björn Kuipers marcou a penalidade, mas com a ajuda do VAR, anulou a penalidade.

Já nos acréscimos, Philippe Coutinho aproveitou bola que sobrou na área e marcou o gol da vitória brasileira. No último lance do jogo, Douglas Costa cruzou e Neymar fechou a conta.

Na próxima quarta-feira (22), às 15h, o a Seleção Brasileira enfrenta a Sérvia em Moscou, enquanto a Costa Rica enfrenta a Suíça.

Por Destak Jornal
Foto: AFP / Reprodução Destak Jornal


A partir desta segunda-feira, 18/06/2018, a Polícia Civil disponibiliza para a população de Araçaí e Cordisburgo mais um serviço, em caráter experimental.

Agora os cidadãos desses municípios tem um canal direto de comunicação, através do WhatsApp (31) 97110-8437, para fazer denúncias e prestar informações sobre crimes na região, inclusive resguardando a sua identidade.

Ressalta-se que não se trata de via adequada para acionar a polícia em caso de emergência policial, pois na verdade destina-se a auxiliar investigações policiais em andamento, ou seja, apurar crimes já ocorridos, ou evitar que outros de espécie semelhante se repitam, como furtos, roubos e tráfico de drogas.


A equipe cordisburguense do União Futebol Clube, recebeu para 2 jogos (equipes A e B - aspirante e principal), o time do Santa Maria Esporte Clube, de Paraopeba e movimentou a manhã esportiva no Estádio da Várzea, com muitos gols.

Os técnicos Geraldo Freire, do União e Donato, do Santa Maria, tiveram oportunidade de colocar no gramado, todos os atletas de seus times (titulares e reservas). Assim, tiveram chance de observar a condição técnica de cada um, fazendo as mudanças necessárias, para um melhor rendimento de suas equipes no decorrer do jogo.

O primeira partida da manhã teve o placar de 5 a 0, favorável a equipe do Santa Maria, que entrou no gramado com esta formação: Delei, Chicão, Arnaldinho, Adão e Branco, Zezinho Careca, Barrão, Kanova, Odilon, Peba e André.

Entraram na partida também: Donato, João, Luiz, Lú, Tidinho, Diogo e Lucas. 

Os gols foram marcados por: Peba (2), André, Tidinho e Lucas, marcando de penalty.
Juiz da partida: José Geraldo (Cordisburgo).

Comissão técnica do Santa Maria: Donato e Davi

O União jogou com: Odivam, Tião Paraná, Denis, Tuba e Luiz Paulo, Dú, Zelito, Dean e Gabriel, Oldair e Zezinho Coelho.

Entraram no decorrer do jogo: Marcelo Felix (goleiro), Gustavo, Zé Raimundo e Álvaro.
Diretor presidente do União FC: Geraldo Freire


A segunda partida, igualmente, foi vencida pela equipe do Santa Maria, que bateu o União pelo placar de 10 a 2.

O Santa Maria jogou com Delei, Gilberto, Lú, Eltinho e Perninha, Walisson, Theba e Luquinha, Robinho, Romário e Gleiçon.

Entraram na partida também: Tatá, Luizinho, Diogo, Marcinho, Tiago, Luan e Marquinho.
Os gols foram marcados por: Romário (3), Robinho (2) Luquinha, Gleiçon, Tatá (penalty), Luzinho e Marcinho.

O União jogou com esta formação: Odivam, Geraldo, Gabriel, Ronaldinho e Geraldo Freire, Bebeto, Agnaldo e Gilton, Álvaro, Peba e Washington.
Entraram na partida: :Marcelo Félix, Tuba, Gustavo, Dú, Giovane e Luiz Gustavo.
Os 2 gols do União, foram assinalados por Ronaldinho (penalty) e Luiz Gustavo (pai e filho).

Juiz da partida: André Almeida (Paraopeba).

Reportagem Adriano Bossi


Brasileiro gosta tanto de futebol que não tem idade para se empolgar com a Copa do Mundo. 

Neste Domingo muitos torcedores reuniram na Danceteria do Emin para assistir e torcer para o Brasil, e lá estava Dona Lica torcendo para uma vitória brasileira que não veio. Dona Lica com seus 106 anos de idade esbanjando vitalidade e uma saúde de ferro, vibrou com o gol do Brasil, juntamente com os torcedores que lá estavam.

A população de Cordisburgo é testemunha dessa disposição da Dona Lica e também do companheirismo, e exaltam o exemplo que a idosa representa. Toda vida foi uma pessoa maravilhosa, sempre solidária com todos que a rodeiam. Aqui em nossa cidade ela é referência de uma vida bem vivida! Viva Dona Lica, Viva o Brasil!

Por Antonio Maria Machado


O Brasil empatou com a Suíça neste domingo em Rostov-on-Don, pela primeira rodada do Grupo E da Copa do Mundo Rússia 2018. Após sair na frente com Philippe Coutinho, eleito o melhor em campo, a seleção sofreu o empate em jogada aérea, no início do segundo tempo. Shaqiri cobrou escanteio, Miranda foi empurrado por Zuber, que ganhou a disputa pelo alto e estufou as redes de Alisson. Apesar das reclamações dos jogadores brasileiros, o árbitro mexicano César Ramos não pediu o auxílio do VAR e confirmou o gol suíço. Ele ainda ignorou as reclamações de Gabriel Jesus pela marcação de um pênalti, que, de fato, não existiu.

Por se tratar de uma estreia em Mundial, a seleção começou o jogo mais preocupada em fechar os espaços do que em atacar. Os suíços dominaram as ações nos primeiros cinco minutos, mas logo a equipe brasileira assumiu o controle da bola e passou a ditar o ritmo. Aos 20 da etapa inicial, Coutinho aproveitou a sobra de fora da área e acertou um lindo chute para abrir o placar. A partir do gol, o Brasil tirou o pé do acelerador, dando campo ao adversário, que se animou pelo empate antes do intervalo. Porém, a defesa brasileira, bem postada e sob a proteção de Casemiro, não levou sustos no primeiro tempo.

Depois de sofrer o empate na etapa final, Tite tentou suas cartadas para conseguir a vitória. Sacou Casemiro, amarelado, e promoveu a entrada de Fernandinho. Também colocou Renato Augusto, que, em tratamento de lesão, não participou dos amistosos preparatórios, no lugar de Paulinho. Entretanto, o setor de meio-campo se mantinha desorganizado. Neymar voltava para buscar jogo, mas foi bastante caçado pelos defensores suíços. Firmino substituiu Jesus e quase marcou em uma cabeçada, aos 44 minutos, que parou nas mãos do goleiro Sommer – o melhor da Suíça na partida. Embora tenha tido mais posse de bola (53%) e finalizações (20), a seleção se mostrou instável e ansiosa diante da necessidade de buscar o resultado no segundo tempo, algo que ainda não havia acontecido nos amistosos contra Croácia e Áustria.

Historicamente, o Brasil sempre enfrentou dificuldades em estreias de Copa do Mundo. No entanto, ao contrário deste domingo, havia conseguido vencer seu primeiro jogo nas três últimas edições: 1 a 0 na Croácia (2006), 2 a 1 na Coreia do Norte (2010) e 3 a 1 de virada novamente sobre a Croácia (2014), jogando em casa. Há 40 anos a seleção não tropeçava na partida inaugural do torneio. A última vez foi em 1978, também por 1 a 1, contra a Suécia, na Copa da Argentina.

Com um ponto no Grupo E, o Brasil divide a segunda posição com a Suíça, atrás da Sérvia, que bateu a Costa Rica por 1 a 0. Agora, a seleção volta a campo na próxima sexta-feira (dia 22), em São Petersburgo, para enfrentar os costarriquenhos, e fecha a fase de grupos contra a Sérvia, em Moscou, no dia 27.

Foto: O Globo / JASON CAIRNDUFF / REUTERS


XXX Semana Rosiana Cordisburgo – MG

 16 a 21 de julho de 2018

Tema: Corpo de Baile – Livro “No Urubuqùaquá, No Pinhém”


16/07 Segunda-feira

18h Missa em memória a João Guimarães Rosa e aos falecidos Acadêmicos com participação do “Coral Homens de Paz”. Após a missa será realizado o hasteamento de mastros com a participação da Congada União do Rosário de Maria
Local: Em frente ao Museu Casa Guimarães Rosa
20h Abertura da XXX Semana Rosiana no Museu Casa Guimarães Rosa
20h15 Apresentação da Banda de Música Vitalina Corrêa
20h30 Narração de Estória pelo Grupo Miguilim
21h
 Abertura das exposições:
“Janelas do Sertão” de Zezinho Angrisano“No Urubuquaquá, no Pinhém ao olhar das Estrelas do Sertão” – Bordados 
Local: Museu Casa Guimarães Rosa

17/07 Terça-feira

07h30 Caminhada Literária Urbana com o Grupo Caminhos do Sertão
Tema: “A Hora e a vez de Augusto Matraga”
Local de concentração: Em frente a Matriz do Sagrado Coração  de Jesus
16h – Roda de Leitura do IEB/USP.
Local: Museu Casa Guimarães Rosa

Noite Cultural

19h Sarau Poético da Academia Cordisburguense de Letras
Local: Museu Casa Guimarães Rosa
21h Exibição do Documentário “O Coração do Cotidiano”.
Direção: Suzana Alonso e Lucas Gustavo
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista

18/07 Quarta-feira

09h30 Narração de Estória pelo Grupo Miguilim
10h Palestra sobre o Livro “No Urubuqùaquá, No Pinhém”
Palestrante: Bernardo Novais da Mata Machado (Diretor de Cultura, Turismo e Economia Criativa da Fundação João Pinheiro)
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista
15h Apresentação da Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais.
Local: Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus

16h30 Narração Estórias pelo Grupo Miguilim Novatos: “Estórias: Boi e outras.”” Então, boi Rodapião ainda ficou mais engraçado de- todo.. Falava: – A gente deve-de pensar tudo certo , antes de fazer qualquer coisa. É preciso andar e olhar, p’ra conhecer o pasto bom… Olho p’ra tudo, e sei, toda hora, o que é melhor…” J.G.R
Narração: Ana Carla Carvalho, Antony Vitor, Carla Djanira, Maria Eduarda Parreiras, Emanuela Gonçalves, Maria Fernanda, João Vitor, Idria Alzira, Luiz Felipe, Maria Rita da Silva, Matheus Gregor, Thalles Gabriel, Tiago Gomes, Thiago Martins, Willian Eduardo
Recorte/montagem de textos e direção: Dôra Guimarães
Local: Museu Casa Guimarães Rosa

Noite Cultural

18h30 Feira gastronômica sertaneja ao lado do CAT – Centro de Atendimento ao Turista.
21h Arraiá do Artesanato
Local: Centro de Artesanato na Rua São José próximo ao Posto de Gasolina

19/07 Quinta-feira

09h Narração de Estória pelo Grupo Miguilim
09h30 O Sertão Contemporâneo de Rosa: uma experiência em Lagoa Bonita e Morro da Garça.Projeto de Extensão “Cartografia Rosiana” – UFMG
Palestrantes: Prof. Dra Diomira Maria C. P. Faria – UFMG e Prof. Dr. Sérgio Donizete – UFMG
10h30 Exibição comentada do Curta “Travessia”
Sinopse: Inspirado em Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, o filme mostra personagens que, a exemplo de Riobaldo e Diadorim, lidam com a questão da diversidade. Sessenta anos depois da publicação da obra monumental da literatura brasileira, anônimos Diadorins do sertão mineiro enfrentam ainda jornadas de vidas e mortes em busca da própria identidade. Nos caminhos dos personagens literários – em Pirapora, Paracatu, Barra do Rio de Janeiro, Buritizeiro e Cordisburgo – o curta mostra relatos de pessoas que, como a misteriosa criação do escritor, tiveram coragem para enfrentar os perigos e, tão certas de si, vivem “o calor de tudo”.
Direção: Fred Bottrel    Ano: 2016    Duração: 15 min
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista
15h30 Caminhada “Recado do Morro”. “Em cada momento, espiava, de revés, para o Morro da Garça, posto, lá, a nordeste, testemunho. Belo como uma palavra” – João Guimarães Rosa
Narradores e participantes: Alice de Souza, Evelyn Sara, Laura Roberta, Maria Eduarda Romanelli, Maysa Silva, Julia Santana, Ana Júlia de Matos, Antony Vitor, João Vitor, Luiz Felipe, Maria Rita da Silva, Matheus Gregor, Thalles Gabriel, Willian Eduardo
Recorte/montagem de textos e direção: Dôra Guimarães     Co-direção: Ronaldo Alves
Local de concentração: em frente ao Museu Casa Guimarães Rosa

Noite Cultural

18h30 Feira gastronômica sertaneja ao lado do CAT
19h30 Narração de Estória pelo Grupo Miguilim Novatos: “Bichos e Estórias de Bichos” – trechos de obras variadas de Guimarães Rosa
Narração: Ana Helena, Anna Júlia, Analice, Ana Maria, Anna Laura, Evelyn, Gabriel, Heloisa, Joran Nicolau, Kelvin, Luana, Maryna, Raysa, Vitória
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista
Recorte/montagem de textos e direção: Elisa Almeida
21h Seresta do Grupo da Terceira Idade “Estrelas dos Sertão”
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista
22h Show Musical: Marcos Souza e Amigos (Toninho Maria, Kadu e Jhoninho)
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista

20/07 Sexta-feira

15h Lançamento de livros pelo Coletivo Cata PoesiaLivros: Muro 1: Serra do Maquiné; Muro 2: Serra do Cipó; Muro 3: Travessão; Muro 9: Pasmar; Muro 10: Serra dos Cristais (as obras abrangem as cidades de Cordisburgo, Santana do Riacho, Gouveia e Diamantina)
16h30 O Projeto Ler é uma Viagem apresenta: Concerto de Leitura “O Primeiro Encontro” com Élida Marques e Eduardo Contrera
Patrocínio: CBMM – Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração através da Lei Ruanet
Local: Museu Casa Guimarães Rosa

Noite Cultural

18h30 Feira gastronômica sertaneja ao lado do CAT
19h30 Narração de Estória pelo Grupo Miguilim: “Lélio e seus Amores” do conto Lélio e Lina de Guimarães Rosa
Narração: Ana Maria, Eduarda Viana, Lavínia Carvalho, Manuelli Dornas, Maysa Karoline, Rafael Silva, Raiane Teixeira
Recorte/montagem de textos e direção: Elisa Almeida
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista
20h30 Instrumental Orquestra Show – BIOS do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais
Local: Em frente ao Museu Casa Guimarães Rosa
21h30 Apresentação Teatral – No Urubuqùaquá, no Pinhém o Imaginário em Cena” com o Grupo Teatral da Associação dos Amigos do Museu Casa Guimarães Rosa com a participação do Grupo Estrelas do Sertão e amigos
Autores e Direção: Marília Carvalho, Deise Carvalho e José Maria (Nenzito)
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista

21/07 Sábado

07h Café Sertanejo
Local: Escola Estadual Mestre Candinho
08h Caminhada Eco-literária, realização do Grupo Caminhos do Sertão
Tema: “Grupo Caminhos do Sertão: 20 anos de Travessias”
Valor da Inscrição: R$50,00 (não inclui almoço)
Informações: Brasinha (31) 99266-3360 / Fábio (31) 99288-3202 / José Maria (31) 99267-4807
E-mail: [email protected]
17h30 Sessão Solene da Academia Cordisburguense de Letras Guimarães Rosa com a posse do Professor Arnaldo de Souza Ribeiro e lançamento do livro “Versificações da Luz” de autoria do Acadêmico Santos José Gonçalves
Local: Academia Cordisburguense de Letras João Guimarães Rosa

Noite Cultural

18h30 Feira gastronômica sertaneja ao lado do CAT
20h Sessão Solene da Câmara Municipal de Cordisburgo para entrega de Medalhas João Guimarães Rosa, Vovô Felício e Mestre Candinho
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista
21h Forró com o Grupo Candonguêro de São João (Ouro Preto)
Local: Palco em frente ao Museu Casa Guimarães Rosa

OFICINAS 

17 a 19/07 das 14 às 16h
Cartografia Rosiana – aprendendo a construir mapas

Professores: Dr. Sérgio Donizete/UFMG e Dra. Cláudia L. Freitas/UFMG
Número de vagas: 15
Inscrições: Museu Casa Guimarães Rosa – (031) 3715-1425 
Local: E.E. “Cláudio Pinheiro de Lima”

17 a 20/07 das 14 às 16h
Oficina de Bordados Bordescrevendo Rosa

Responsável: Associação dos Amigos do Museu Casa Guimarães Rosa
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista
Inscrições pelos telefones: (31) 3715-1767 ou (31) 99131-6061
Valor: 50,00
Número de participantes: 30 pessoas (jovens e adultos)

17 a 20/07 das 14h30 às 16h30
Curso de Introdução à obra de Guimarães Rosa

Professor: Dr. Luiz Cláudio Vieira de Oliveira
Público: a partir de 16 anos, 30 vagas.

Inscrições: Museu Casa Guimarães Rosa – (031) 3715-1425
Local: CAT – Centro de Atendimento ao Turista
Realização:
Academia Cordisburguense de Letras Guimarães RosaPrefeitura Municipal de CordisburgoSecretaria de Estado de Cultura de Minas GeraisSuperintendência de Museus e Artes Visuais – SUMAVMuseu Casa Guimarães RosaAssociação dos Amigos do Museu Casa Guimarães Rosa
 Apoio:
Câmara Municipal de Cordisburgo
Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Cordisburgo
Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Cordisburgo
Secretaria Municipal de Turismo de Cordisburgo
Polícia Militar do Estado de Minas Gerais – PMMG
Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais
Academia de Letras João Guimarães Rosa da PMMG
E.E. “Cláudio Pinheiro de Lima”
Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG
Roda de Leitura do IEB/USP
Patrocínio:
CEMIG (Lei Estadual de Incentivo à Cultura – Projeto: “Manutenção e Formação do Grupo de Contadores de Estórias Miguilim”)
UNIMED Sete Lagoas
Informações:
Museu Casa Guimarães Rosa – (031) 3715-1425
www.cordisburgo.mg.gov.br 
www.cordisnoticias.com.br
Tecnologia do Blogger.