Lavradores, motoristas profissionais, ajudantes, desempregados, fazendeiro e até um veterinário estão entre as 17 pessoas que foram presas por furto a uma carreta que transportava cerveja. O veículo se envolveu em um grave acidente na tarde dessa quarta-feira, 25, no Km 636, da BR135, na cidade de Curvelo. 

PRF conseguiu recuperar boa parte da carga saqueada / Foto: Via WhatsApp PRF conseguiu recuperar boa parte da carga saqueada / Foto: Via WhatsApp

Duas carretas bateram de frente no trecho e o motorista do veículo que transportava cerveja, A.M.D.S., 40 anos, morreu no local do acidente. Após o grave acidente houve o saque de carga de cerveja (Skol lata 350 ml). O Grupo de Policiamento Tático da PRF conseguiu recuperar grande parte da carga saqueada.

Parte da carga furtada que foi recuperada pela PRF / Foto: Divulgação PRF Parte da carga furtada que foi recuperada pela PRF / Foto: Divulgação PRF

O que chamou a atenção dos agentes é que entre os detidos que saquearam a carga havia lavradores, motoristas, motoristas profissionais e seus ajudantes, desempregado, aposentado, fazendeiro e até um veterinário. Todos foram conduzidos a Delegacia de Polícia Civil de Curvelo e autuados em flagrante por furto.

Fonte: SeteLagoas.com.br

O horário de verão para dez estados brasileiros voltam ao normal à meia-noite deste sábado, dia 21, os relógios devem ser atrasados em uma hora, o que proporciona mais uma hora de sono ou de farra para os que festejam a noite.

Para o ministro de Minas e Energias, Eduardo Braga, que na quinta-feira, 12, solicitou a prorrogação do horário de verão para mais um mês, informou que não haverá mudança na data de término do horário pelo governo, neste fim de semana o horário muda.

“O horário de verão continua representando um descasamento na ponta de carga e uma economia de energia. No período, voltamos para as residências ainda com a luz do dia, o que gera uma economia energética para o país. Portanto, é válido o horário de verão”, avaliou.

O horário será atrasado na meia-noite de sábado, 21 / Foto Ilustrativa: jornaldooeste.com.brO horário será atrasado na meia-noite de sábado, 21 / Foto Ilustrativa: jornaldooeste.com.br

O principal objetivo do horário de verão é aproveitar melhor a luminosidade natural do dia, reduzindo o consumo de eletricidade no fim da tarde, quando ocorria o chamado pico de consumo. Recentemente, o pico tem sido registrado no início da tarde, principalmente por causa do aumento do uso de aparelhos de ar condicionado.

Este ano, o governo chegou a estudar uma prorrogação da vigência do horário diferenciado, por causa da falta de chuvas, que prejudica os reservatórios das hidrelétricas. “Chegamos à conclusão de que o custo-benefício não valia a pena. Portanto, não fomos adiante na ideia”, explicou Braga.

No início do horário de verão deste ano, a estimativa do governo era uma economia de R$ 278 milhões, com geração de energia térmica no horário de pico. Na edição anterior, a economia chegou a R$ 405 milhões.

Fonte: SeteLagoas.com.br

No feriado prolongado de carnaval, que iniciou na sexta-feira, 13, e foi até a terça-feira, 17, nas rodovias mineiras a Polícia Rodoviária Federal, PRF, agiu nas vias de maior índice de acidentes e obteve um resultado positivo em relação ao ano passado.

Segundo o balanço policial, 400 acidentes foram registrados, 14 resultaram em mortes, e 361 pessoas ficaram feridas. A redução foi de 47% (dados por milhão de veículos) comparados ao ano de 2014. No período 15.494 pessoas fizeram testes do bafômetro, 217 condutores foram autuados e 34 foram presos. Os radares das rodovias multaram 21.937 motoristas por excesso de velocidade.

A redução do índice de acidente foi de 47% em relação ao feriado de carnaval de 2014 / Foto Ilustrativa: Alan JunioA redução do índice de acidente foi de 47% em relação ao feriado de carnaval de 2014 / Foto Ilustrativa: Alan Junio

O tipo de acidente que mais obteve mortes foi a colisão frontal com oito mortes no total; a colisão traseira resultou em uma morte; a saída pista seguido de capotamento, duas mortes; saída de pista, uma morte; capotamento, uma morte e atropelamento de pedestre uma morte. Nove destes acidentes aconteceram entre 23h30 e 8h da manhã, o que indica a possível influência do álcool ou do sono.

Os principais motivos para as reduções nos índices de acidentes foram: o trabalho em conjunto da PRF e os outros órgãos de trânsito como apoio das concessionárias, responsáveis pelas BRs privatizadas dentre outros que fazem obras de infraestrutura e fiscalização nas vias.

O aumento do efetivo contribuiu para a fiscalização das vias, Minas Gerais teve reforço de 100 policiais de outros estados. Eles agiram em pontos estratégicos em locais onde ocorrem mais acidentes, o que possibilitou a redução de acidentes no período.

A PRF também teve a ajuda do helicóptero que auxiliou as equipes de terra através do patrulhamento aéreo. As campanhas de fiscalização e educação no trânsito durante os dias de festividade foram importantes. E os motoristas foram os principais responsáveis pelo índice positivo nas rodovias.

Fonte: SeteLagoas.com.br

Foi lançada na quinta-feira, 12, a Operação Carnaval do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, CBMG, a operação consiste em dar dicas de prevenção sobre acidentes nas estradas e afogamentos através das redes sociais.

As mensagens serão postadas do período de 11 a 19 de fevereiro e, vão chamar a atenção para os afogamentos, acidentes automobilísticos e comportamento em locais onde haja grande concentração de pessoas.

Dicas e aletas podem ser acompanhadas pelas redes sociais / Foto Ilustrativa: info7.mxDicas e aletas podem ser acompanhadas pelas redes sociais / Foto Ilustrativa: info7.mx

Para o Capitão Rodrigo Castro, a ideia de usar as redes sociais é uma forma de atingir um público diversificado e com mais rapidez. “As oportunidades são muitas neste ambiente virtual, principalmente porque podemos levar nossas dicas de prevenção a públicos formadores de opinião em uma escala muito maior do que a alcançada com o material impresso. Além disso, contribuímos para que haja menor utilização de papel e consequentemente menos sujeira nas ruas”, alerta.

Entre as dicas de segurança que serão veiculadas pela campanha estão os cuidados com os afogamentos. A orientação dos bombeiros é que a pessoa evite ingerir bebida alcoólica antes de procurar locais para nadar. É recomendável também evitar brincadeiras perigosas em cachoeiras e procurar locais conhecidos para a diversão segura explica o Capitão Rodrigo “Para cada situação existe um comportamento esperado e cada um deve adotá-lo como medida de auto-proteção”.

Nas principais rodovias estaduais e federais, serão implantados os chamados “pontos-base”, viaturas posicionadas em locais estratégicos, que agilizarão a chegada ao local da ocorrência. Além do planejamento para o período de carnaval, a Corporação continuará a atender as ocorrências de rotina geradas pelo telefone 193. Por dia, são recebidas 1,5 mil ligações.

Veja algumas dicas para passar o carnaval com tranquilidade: nunca nade sozinho, evite ingerir bebida alcoólica se quiser entrar na água, nunca deixe crianças sozinhas. Respeite a sinalização do local de acidentes; use o cinto de segurança, respeite o limite de velocidade, se beber, não dirija. Prefira viajar de dia, quando a visibilidade é maior. Em locais públicos, informe-se onde estão as saídas de emergência, abandone o recinto de forma ordenada, sempre respeitando a ordem de saída. Procure sempre por locais onde haja o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros

Para ter acesso a estas informações é só adicionar os contados do Corpo de Bombeiros, Facebook: Bombeiros Minas Gerais e Twitter: @bombeiros_mg
Fonte: SeteLagoas.com.br


Teatro O Casamento do Arlequim apresentado no CAT - Centro de Atendimento ao Turista de Cordisburgo em Novembro de 2014

Direção: Carlos Mendes
Filmagem e Edição: Lucas Gustavo
Realização: Associação dos Amigos do Museu Casa Guimarães Rosa
Patrocínio: Petrobras
Apoio: Secretaria de Turismo de Cordisburgo
Participação: Grupo da Melhor Idade Estrelas do Sertão


[PELO VÍDEO SER MUITO GRANDE, SUA RESOLUÇÃO E QUALIDADE FORAM REDUZIDAS PARA O UPLOAD, CASO QUERIA O VÍDEO EM HD ENTRE EM CONTATO PELOS COMENTÁRIOS.]


Os números de todos os telefones móveis do estado de Minas Gerais serão alterados para o formato de nove dígitos, com a inclusão do número 9 antes do número, a partir do dia 11 de outubro.

A medida é da resolução da Agência Nacional de Telecomunicações, Anatel, n° 553, de 14 de dezembro de 2010. Na primeira fase de implantação as chamadas para telefones celulares realizadas com apenas oito dígitos ainda serão completadas, mas o usuário ouvirá uma mensagem orientando sobre o novo formato. Após o período de transição, as discagens com oito dígitos não serão mais completadas.

O nono dígito na telefonia móvel será implementado em todo o Brasil até o fim de 2016 e já funciona nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará e Roraima. Com a medida, a Anatel busca aumentar a disponibilidade de números na telefonia celular e dar continuidade ao processo de padronização da marcação das chamadas.

Segundo o cronograma, no dia 11 de outubro deste ano, juntamente com Minas Gerais, os estados de Sergipe e Bahia também adotarão o formato. Antes disso, em 31 de maio, a medida será aplicada em outros seis estados: Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

A alteração no formato do número telefônico se aplica somente ao Serviço Móvel Pessoal, SMP. Os números de telefones do serviço fixo comutado (números iniciados com os algarismos 2, 3, 4, 5 ou 6), e do serviço móvel especializado (números iniciados com 7) permanecem com oito dígitos.

Fonte: SeteLagoas.com.br

Foto: Everaldo Vilela
   A Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus esta de cara nova. O atar foi todo remodelado a pedido de Padre Geraldo.
   O Painel de entrada, a Pia Batismal já haviam sido retiradas desde a chegada do Padre, assim como a base para leitura construída com rochas provenientes da Gruta do Maquiné, assim como a pia e o altar havia sido substituída.
   Por último foi o altar substituído por um novo, assim como a mesa eucarística trazendo novidades aos fiéis que acompanham as missas na matriz.
   A decisão de remodelar o altar dividiu opiniões na população, sendo que alguns ameaçaram até mesmo não doar mais o dízimo à Paróquia.

O período de estiagem que atinge Minas Gerais, o medo de "invasão" de foliões e o corte de verbas fizeram com que pelo menos 16 cidades mineiras cancelassem o Carnaval deste ano. Destas, doze ficam na região Centro-Oeste de Minas. Com a seca que atinge o estado desde o início do ano, as prefeituras de alguns muncípios optaram por não realizar as festas, já que o número de turistas aumenta neste período e, consequentemente, o consumo de água também.
Com algumas cidades cancelando, municípios no entorno destas também optaram por suspender as festas, já que existe a possibilidade de uma migração dos foliões, aumentando muito o fluxo do público. Com isso, as festas poderiam ter a segurança e estrutura comprometida.
No dia 27, Lagoa da Prata foi a última cidade que anunciou a suspensão da folia.A justificativa é que como outras cidades mineiras também cancelaram a folia, Lagoa da Prata poderia receber muitos turistas, algo que não seria comportado pelo município.
Carnaval 2011 em Lagoa da Prata
A cidade de Passa Tempo, no Centro-Oeste de Minas, também anunciou, por meio de nota no Facebook, que não terá festas este ano. De acordo com o comunicado, "se o município realizasse sozinho não comportaria o fluxo de pessoas, colocando em risco a segurança tanto da população quanto dos visitantes". "Outro motivo foi a provável falta de água que poderia ocorrer nas festividades. A situação atual de abastecimento de água no município está em sinal de alerta", afirma o texto. Carmópolis de Minas, na mesma região também cancelou pelo mesmo motivo.
O corte de gastos tem sido outro motivo para cancelamentos. Dos 15 anunciados até agora, quatro tiveram como problema primário o racionamento de água: Itaguara, na região metropolitana da capital, Oliveira, Itapecerica e São Gonçalo do Pará ambas na região Centro-Oeste da cidade. Além destas, São Francisco de Paula, Piracema, Arcos, Santa Maria de Itabira, Formiga, Matheus Leme, Carni da Mata, Cláudio e Carmópolis de Minas cancelaram as festas.
A cidade de Campina Verde também cancelou a festa, mas por ordem judicial. Com uma liminar publicada nesta quarta-feira (28), a juíza Eleusa Maria Gomes decidiu que fazer carnaval em 2015 não é nem um pouco viável. Dentre os argumentos usados por ela, destaca se a crise hídrica enfrentada pelo estado."Pessoas enchem caminhonetes de água para se refrescarem... há a necessidade de gastos com inúmeros caminhões de água para lavarem as ruas em todas as manhãs de carnava... o estado enfrenta escassez de água nos reservatórios" são argumentos usados pela juíza.
Fonte: Folha Política
Tecnologia do Blogger.