Temperatura elevada durante o dia, frio intenso nas madrugadas, baixa umidade relativa do ar e tempo estritamente seco, são fatores preponderantes para a ocorrência do grande número de incêndios que estão atingindo os arredores de Cordisburgo.

Queima-se tudo. As matas, roças, pastos, eucaliptais e até parte do cerrado; estão sendo consumidos pelas chamas que estão por todos os lados.

A vegetação estorricada pelo sol, fica sujeita ao fogo em virtude de uma combustão espontânea, ou até mesmo, sob o risco de um ato criminoso, que possa ser provocado por parte de algum indivíduo, não compromissado com a proteção ambiental.

É muito lamentável, pois estas "queimadas" provocam a morte de animais pequenos, répteis e aves de todas as espécies.

Causam um grande prejuízo a fauna, a flora e vão contribuindo para a diminuição da qualidade de vida da nossa população.

No início desta semana, grossos rolos de fumaça foram avistados pela população desde o centro da cidade e estavam em todas as direções.

E na tarde desta 6ª feira, por volta das 14:00 horas, o fogo consumiu grande parte da vegetação localizada próximo ao centro da cidade, entre as Ruas Sinval Odorico de Paula (junto a elevatória da Copasa) e José Silvério da Mata, chegando a ameaçar o depósito de uma construtora, junto a Praça dos Bichos de Pedra.

Reportagem e fotos por Adriano Bossi




Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.