No domingo último, o eleitorado brasileiro voltou às urnas em várias capitais de estados e em cidades com mais de 100 mil eleitores, para eleger os seus prefeitos.

E, enorme contingente de eleitores descontentes com a situação da política brasileira, provocou uma quantidade significativa de votos em branco, votos nulos e muitas abstenções (não comparecer para votar).

A preocupação já é notória e prenuncia que uma reforma política em nosso país, deverá em breve ser colocada em prática, face a insatisfação demonstrada pelos eleitores, na votação ocorrida em todas as capitais. 

E, alguns fatos foram mais observados, quando assistimos alguns cacifes políticos e partidos conhecidos, serem penalizados.

Pelo PSDB, o seu presidente nacional, senador Aécio Neves-MG, foi um dos que sofreu dura derrota, quando assistiu o candidato do partido - João Leite, perder a eleição para a prefeitura de Belo Horizonte, para Alexandre Kalil, do PHS.

Aécio Neves, já havia perdido também em MG, quando o seu candidato a governador - Pimenta da Veiga, fora derrotado por Fernando Pimentel, do PT.

E não muito longe, Aécio Neves, também, sofreu derrota em nível nacional, ao perder para Dilma Rousseff - PT, o cargo presidencial.

Assim, o dirigente nacional do PSDB, fragilizado, terá muito que alinhavar com os seus parceiros de partido, para uma possível disputa presidencial em 2018, por sua sigla.

Por outro lado, o desastroso desempenho do PT - Partido dos Trabalhadores, no 1º turno, quando conseguiu menos da metade das vitórias obtidas há 4 (quatro) anos, foi pior ainda, neste ultimo domingo, quando perdeu nas sete cidades que disputou - aí incluída Recife, única capital em jogo para o partido.

A decadência do Partido dos Trabalhadores vem ocorrendo acentuadamente e é notada por todos os brasileiros.

E curiosamente, devido a tantos problemas e enfraquecimento do partido, neste domingo, os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, não compareceram às urnas, em "protesto".

Os partidos políticos conquistaram os seguintes números de prefeituras nesta eleição de 2º turno: PSDB 7 - PMDB 4 - PDT 3 - PSD e PSB 2 - REDE, DEM, PPS, PHS, PMN, PRB, PCdoB e PT 1.

Por Adriano Bossi

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.