O sucateamento do antigo Hospital Municipal Jenny Negrão de Lima, em Cordisburgo; hoje, rebaixado a uma UBS - Unidade Básica de Saúde, com atendimento apenas, no horário diurno - de 2ª a 6ª feira; fechado à noite e nos finais de semana, não atende às necessidades e nem aos anseios do seu povo. É um caos!

O problema é grave, se arrasta há vários anos e de alguns meses para cá, vem se degradando acentuadamente e não se vê nenhuma atitude coerente das autoridades municipais, para se resolver a situação.

E a população cordisburguense, sempre pacata, está sendo vítima de um atendimento aquém do esperado. O desinteresse é enorme, por quem é de direito.
A obrigatoriedade de um bom atendimento à saúde por aqui, é deficiente e a quem cabe a responsabilidade? 


A tragédia "anunciada", tornou-se "verdadeira".

E tudo, voltou "à tona nefastamente," com a morte do vereador Paulo Martins (Paulão Mateiro), de Lagoa Bonita, ocorrida no último dia 17.

Houve atendimento? Como? Se não há hospital funcionando e nem médico plantonista.

Poderia ter acontecido algum tipo de procedimento básico, para os primeiros socorros?


E, foi feito algo ou não...por não se ter qualquer "mínimo" tipo de recurso: enfermeiro, médico, ambulancia com motorista à postos e outros procedimento necessários a uma pessoa em estado crítico de saúde cardíaca???


Falar em falta de dinheiro (verbas) para se pagar médicos à noite e nos finais de semana em Cordisburgo; já não é mais aceito pela comunidade.

"Já não cola mais"! Basta! A indignação é enorme!


Cordisburgo, merece uma resposta das autoridades municipais - Prefeitura e Secretaría Municipal de Saúde; e está argumentando: até quando terá que aguardar por uma solução plausível?

Saúde é vida, Saúde é vital.

Saúde um direito de todos!


Reaja Cordisburgo!!!

Por Adriano Bossi

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.