Imagem: Gazeta Uberlândia 
Todas as linhas móveis ganharam mais um dígito, o número 9, logo no início do número do celular (Ex:31 9xxxx-xxxx). A determinação vem de resolução da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que estabelece a inserção do dígito em todo o Brasil até o fim de 2016.

De acordo com o diretor-geral do Departamento Estadual de Telecomunicações (Detel/MG), José Francisco Seniuk, o dígito será incorporado apenas nos números do chamado Serviço Móvel Pessoal (SMP). "A mudança não gerará nenhum custo ou interferência na prestação do serviço", explica. "O objetivo do regulamento é aumentar a disponibilidade de números para o serviço móvel pessoal e padronizar a numeração de celulares em todo o país", acrescenta.

Os assinantes e operadoras devem observar, sobretudo, as datas do período de implantação do novo sistema de marcação de chamadas. Esta, lembra Seniuk, é uma "responsabilidade das operadoras e será devidamente monitorada pela Anatel”.

Prazos

- No período de 11 a 20 de outubro de 2015, as chamadas serão completadas, quer o usuário utilize o dígito nove ou não;

- De 21 de outubro até 18 de janeiro de 2016, as ligações serão interceptadas com mensagens de aviso sobre o procedimento de inserção do dígito nove, podendo ou não ser completadas;

- Após 18 de janeiro de 2016, as chamadas já não serão mais completadas com os números de oito dígitos.

Aplicativos

As operadoras estão fornecendo aos usuários aplicativos para que a modificação dos números seja feita de forma automática na agenda do celular. Recorrer aos programas indicados pelas prestadoras é mais seguro, já que, como reforça Seniuk, “as empresas e operadoras que apresentam os aplicativos na internet têm interesse em facilitar a mudança, pois este é seu negócio”.

Cada operadora disponibiliza uma página com orientações sobre o nono dígito. Os interessados podem conferir informações nas páginas de operadoras como: ClaroNextelOiTim e Vivo.

Pelo Brasil

O nono dígito na telefonia móvel já está em funcionamento em São Paulo (desde 2012), Rio de Janeiro e Espírito Santo (desde 2013), Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará e Roraima (desde 2014) e, em 2015, chega a Minas Gerais, Bahia e Sergipe. O processo vai chegar a outros estados, completando a fase de padronização da marcação de chamadas até o fim do ano que vem.

Fonte: Agência Minas

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.