Acontece neste Domingo, 02 de Setembro, a partir das 11h, o 4º Festival do Frango Caipira.

Neste ano o tradicional festival acontece na Praça do Zoológico de Pedra Peter Lund e contará com 8 cozinheiros disputando o título de melhor prato.

Ainda haverá um grande show com Marcos Belerete e Banda, e com Di Cantora, alegrando o domingo cordisburguense.

O 4º Festival do Frango Caipira é uma realização da Prefeitura Municipal de Cordisburgo, através da Secretaria de Turismo, Ecologia e Meio Ambiente, e conta com o apoio da Sertão Design Gráfico e do Portal Cordis Notícias.


Confira todos os cozinheiros e pratos em disputa:












A taxa de desemprego do país caiu 0,6 ponto percentual e fechou o trimestre encerrado em julho em 12,3%, comparativamente ao trimestre imediatamente anterior (12,9%). Ainda assim, o país ainda tem 12,9 milhões de pessoas desempregadas.
Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje (30), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Quando comparada ao trimestre maio-julho do ano passado, quando a taxa de desocupação era de 12,8%, a redução na taxa de desemprego chegou a 0,5 ponto percentual.
Mesmo com uma população desocupada de 12,9 milhões de pessoas, o número significa uma queda de 4,1% em relação ao trimestre fevereiro-abril, quando a população desempregada era de 13,4 milhões. Também é 3,4% menor do que quando comparado ao mesmo trimestre do ano anterior, quando havia 13,3 milhões de desocupados.

Subutilização no mercado

A Pnad Contínua constatou a existência, no trimestre móvel encerrado em julho, de uma população subutilizada de 27,6 milhões de pessoas, uma taxa de subutilização de 24,5%, o que mostra estabilidade em relação ao trimestre fevereiro-abril de 2018, quando a taxa de subutilização era de 24,6% (27,5 milhões de pessoas). A taxa composta de subutilização da força de trabalho agrega os desempregados, os subocupados por insuficiência de horas e a força de trabalho potencial. Em relação a igual trimestre do ano passado, no entanto, quando a subutilização estava em 26,6 milhões, este grupo cresceu 3,4%, um adicional de 913 mil pessoas subutilizadas.

Desalento

Havia, no trimestre maio-julho, 4,8 milhões de pessoas desalentadas, número estável em relação às 4,7 milhões de pessoas nestas condições que constavam na taxa do semestre fevereiro-abril. O número, no entanto, chegou a crescer 17,8%, em relação às 4,09 milhões de pessoas desalentadas existentes em igual trimestre do ano anterior. O desalento engloba as pessoas que estavam fora do mercado de trabalho por uma das seguintes razões: não conseguiam trabalho, ou não tinham experiência, ou eram muito jovens ou idosas, ou não encontraram trabalho na localidade – e que, se tivessem conseguido trabalho, estariam disponíveis para assumir a vaga.

População Ocupada

Segundo os números do IBGE, a população ocupada fechou o trimestre encerrado em julho em 91,7 milhões, um crescimento de 1,0% (mais 928 mil pessoas) em relação ao trimestre móvel anterior.
Em relação ao mesmo trimestre de 2017, quando havia 90,7 milhões integrando a população ocupada, houve crescimento de 1,1%. O nível da ocupação fechou julho em 53,9%, subindo em relação ao trimestre anterior, quando o nível era de 53,6%, mas ficou estável em relação ao mesmo trimestre do ano passado (53,8%).

Emprego formal

O número de empregados com carteira de trabalho assinada ficou estável em 33 milhões de pessoas no trimestre maio-julho tanto na comparação com o trimestre anterior quanto em relação ao mesmo trimestre do ano passado.
Em compensação, 23,1 milhões de pessoas integravam a categoria dos trabalhadores por conta própria, número estável em relação ao trimestre fevereiro-abril, mas uma alta de 2,1% (mais 483 mil pessoas) em relação a igual trimestre do ano anterior.
O rendimento médio real habitual apurado para o trimestre maio-julho foi de R$ 2.205, registrando estabilidade frente ao trimestre de fevereiro a abril de 2018 (R$ 2.215) e também em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (R$ 2.188).
Já a massa de rendimento real habitual ficou em R$ 197,2 bilhões, valor estável em relação ao trimestre anterior (R$ 195,9 bilhões) e ao mesmo trimestre de 2017 (R$ 193,4 bilhões).
Por Agência Brasil


Numa demonstração de que notícias registradas pelos jornais na metade da década de 50, são as mesmas que vivenciamos nos dias de hoje, nos leva a crer, que tudo continua do mesmo jeito, neste país varonil e abençoado por Deus.

Registramos algumas notícias coligidas da imprensa brasileira em 1955 e todas são relacionadas com a política ou com os políticos. 
A interpretação dos fatos, caberá aos leitores, que deverão identificar cada um deles e alguns, bem marcantes:

A Política - A interrupção forçada das atividades políticas, a proscrição dos homens que dominavam, então, o cenário da nossa vida pública, fez com que surgissem, aos borbotões, os aventureiros, os inescrupulosos, os movidos apenas pela ambição, pela sede de posições, pelo desejo de obter vantagens pessoais do que pelo servir ao país e ao povo.
Diário de Notícia de 02/7/55.

Um dos grandes problemas do Brasil é esse em que os homens responsáveis, de lado a lado, se esforçam para expulsar o critério justo da liberdade, sob o pretexto de cuidar dos direitos de todos os brasileiros, sob a falsidade de defender a lei e a democracia.

Neste método não há nenhum movimento democrático mas, apenas a fúria demagógica sobrepujando-se à razão.

O desagregamento dos partidos políticos, sujeitaram os candidatos a um tenebroso julgamento do povo.

Mas, como resolver uma causa tão grave sem estar preparado para esta arte tão difícil e fascinante que é a política.

O povo tem sede de tranquilidade, de respeito, de trabalho, da liberdade revestida da dignidade que todo o cidadão merece, e não esta, que já ultrapassou todas as fronteiras do recato, do direito e do patriotismo.

Todos querem acreditar, mas perece difícil, muito difícil, o candidato promover um amplo e ilimitado entendimento entre as três grandes forças, quando a sua candidatura é flor e fruto da desarmonia e do desajuste dos partidos.

Jornal Última Hora de 04/07/55

Reportagem por Adriano Bossi - embasada no livro: Texto para ler e sua correção crítica, do Prof. Luis A P Vitória - Editora Inca - RJ - 1956


A equipe do Real Cordis venceu a equipe setelagoana Gladiadoras pelo placar de 5 a 3 na estreia da Copa Juventude de Futsal Feminino.

A partida acontece na tarde do último Domingo, 26, na Escola Estadual Dr. Alonso, localizado no Bairro Manoa em Sete Lagoas.

Louise, Mariana, Mayra, Xaxauu e Rafa Lourenço. Entraram Janaína, Ana Paixão e Luana Louzada. Estiveram ainda à disposição Esther e Paula. 

Os gols da equipe cordisburguense foram marcados por Mariana (2 vezes), Rafaela, Louise e Mayra.

A equipe é comandada por Rogério e Digão.

O Real Cordis encontra-se na Chave B com Gladiadoras, Lagoinha, Inhaúma e Harém. No Grupo A jogam Meninas de Ouro, Sete Lagoas, União Manoa, Só Elas e Elétrons.

A equipe Gladiadoras derrotada nesta primeira rodada é considerada uma das fortes do torneio, sendo uma das candidatas ao título, portanto, a equipe de Cordisburgo estreou com o pé direito nesta 1ª Copa da Juventude de Futsal Feminino.

Por Lucas Gustavo


Na noite desta segunda-feira, 27 de Agosto, a Câmara Municipal de Cordisburgo realizou Reunião Ordinária referente ao mês de Agosto de 2018.

Na tribuna livre, Luciano Vieira de Barros solicitou providências quanto a iluminação da Praça Francisco Timóteo Pereira, conhecida popularmente como "Praça do Pé de Pequi", no Bairro Sagarana. Em seguida, Antônio Eustáquio da Fonseca discursou sobre a Associação de Convívio com Portadores de Câncer do Centro de Minas Gerais – CONVÍVIO, da cidade de Curvelo, mostrando a importância do tratamento do câncer para as cidades vizinhas e solicitando doações para o Hospital, convidando ainda os vereadores para visitarem o local.

Foram discutidos e votados o seguintes Projetos:

Projeto de Lei nº 07/2018 – Institui a Contribuição de Iluminação Pública – CIP no Município de Contém outras providências.

Projeto de Lei nº 10/2018 – Cria o Conselho Municipal de Cultura – COMCULTURA e o Fundo Municipal de Cultura – FMC e dá outras providências.

Projeto de Lei nº 12/2018 – Dispõe sobre a Extinção da Fundação de Desenvolvimento e Promoção Turista da Gruta do Maquiné, na Forma que Define, e dá outras providências.

Projeto de Lei Complementar nº 07/2018 – Altera a Lei Complementar nº 102, de 15 de Dezembro de 2018 – Código Tributário Municipal.

Todos os Projetos foram aprovados por unanimidade em primeira discussão.

Durante a palavra livre, o destaque ficou por conta do vereador Paulo Eduardo Rocha fez um apanhado de vários problemas da cidade como a limpeza de vias públicas e praças, a falta de sinalização, além de cobrar por um calendário esportivo do município entre vários outros assuntos. O vereador Gilson Rodrigues ainda endossou demonstrando grande insatisfação com a obra do Estádio Municipal da Várzea.

A palavra completa dos vereadores pode ser conferida abaixo:


Aconteceu entre os dias 23 e 26 de Agosto, o 1º Cordis Folclore e Cultura.

O evento foi uma realização da Secretaria Municipal de Turismo, Ecologia e Meio Ambiente e da Associação dos Amigos do Museu Casa Guimarães Rosa, contando com o apoio do Museu Casa Guimarães Rosa, Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Escola Estadual Mestre Candinho e Escola Municipal Octacílio Negrão de Lima.

A programação contou no primeiro dia com a apresentação do Grupo de Pastorinhas da AAMCGR, narração de estórias pelo Grupo Miguilim e de lendas por alunos da Escola Mestre Candinho, além de causos serem contados por Marcos Souza e Precatão.

No segundo dia, as Folias de Reis Reunida do Aguinaldinho, do Zé Tiracouro e do Cuba apresentaram-se na Av. Padre João para um grande público que pôde desfrutar da bela cultura cordisburguense. 

Pela parte da boa música, Marcos Souza, Jhoninho, Kadu e Zé Roberto apresentaram-se na feirinha com o melhor das raízes sertanejas.

Por fim, no Domingo, crianças e adultos participaram de várias brincadeiras típicas como dança da cadeira, vivo ou morto, queimada, entre outras.



Este I Cordis Folclore e Cultura resgatou da melhor forma a rica e tradicional cultura cordisburguense, levando o folclore aos cordisburguenses de todas as idades.

Por Lucas Gustavo













































































Tecnologia do Blogger.