Na última semana, circulou um áudio do Deputado Federal Zé Silva nas redes sociais, cobrando da Prefeitura de Cordisburgo a compra de sementes para a agricultura familiar da cidade, através de emenda parlamentar disponibilizada por ele ainda no último ano.

Palavra do Deputado

Em contato com a reportagem do Cordis Notícias, o deputado informou que em Junho de 2016, foi destinada uma emenda parlamentar no valor de R$ 100.000,00 para a compra de sementes a serem distribuídas para os agricultores familiares do município. Em virtude do período eleitoral e outros problemas do município, estas sementes não foram adquiridas, passando mais de 1 ano que o dinheiro encontra-se nas contas da Prefeitura. 

Disse ainda que seu partido e apoiadores da cidade estão esperando que isso seja resolvido e ressaltou que seu objetivo é ajudar a cidade e os agricultores, dizendo esperar que a Prefeitura efetue a compra o quanto antes.

Confira o áudio abaixo:



Palavra do Prefeito

O Prefeito José Maurício Gomes informou a nossa reportagem que o valor foi liberado, mas que no projeto original o objeto foi descrito de forma incorreta e que não havia viabilidade econômica.

Em ofício encaminhado pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, através de seu secretário, Ronaldo Teixeira da Rocha Matos, na data de 14 de Setembro de 2016 para a Prefeitura de Cordisburgo, é solicitado que o objeto que propunha a aquisição de 13.952Kg de sementes de milho e 3.000Kg de feijão fosse alterado para 5.410Kg de semente de milho, 2.000Kg de semente de sorgo, 3.000Kg de feijão e 810Kg de sementes de braquiarão marandú.

Acatando o documento enviado pelo CMDRS, o então Prefeito Joaquim Ildeu Sant'ana encaminhou ofício ao Secretário Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário, José Ricardo Ramos Roseno, em 28 de Setembro de 2016, solicitando que fosse alterado o objeto constante no plano de trabalho do convênio firmado entre a administração municipal e o Ministério de Desenvolvimento Agrário.


O ofício enviado em 28/09/2016 foi respondido somente nesta segunda-feira (11), quase um ano depois e após vários contatos da Prefeitura. 

Segunda a administração, a resposta foi de que o objeto não pode ser alterado no convênio firmado. 
Desta forma, o setor de projetos tenta a resolução do problema para que as sementes sejam adquiridas com viabilidade econômica e de forma benéfica para os produtores e de maneira juridicamente legal.

Procedimentos

Assim que o objeto for definido e seja atestada uma possível viabilidade financeira no projeto, a Prefeitura abrirá processo licitatório para a aquisição das sementes, que seriam posteriormente repassadas para a distribuição a cargo da Associação responsável pelos produtores rurais, através da coordenação da EMATER.

Cabe a todos então aguardar o desenrolar dos fatos e resolução definitiva deste longo imbróglio que perdura por mais de um ano.


Por Lucas Gustavo
Com informações do Deputado Federal Zé Silva e do Prefeito de Cordisburgo José Maurício Gomes
Imagem: MDA

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.