O ex-presidente Lula (PT), está novamente no banco dos réus. O juiz federal Sérgio Moro, aceitou ontem, denúncia do MPF - Ministério Público Federal de que o ex-presidente teria se beneficiado das obras no sítio em Atibaia.

O petista é acusado por corrupção e lavagem de dinheiro nas obras do sítio Santa Bárbara, em Atibaia, interior paulista.

Trata-se da terceira denúncia contra Lula, que o juiz Sérgio Moro recebe. Ao todo, na Operação Lava Jato e também nas operações Zelotes e Janus, o ex-presidente é réu em seis ações penais - Lula agora é Hexa Condenado.

No caso anterior - triplex do Guarujá, igualmente, no interior de São Paulo, Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, a nove anos e seis meses de prisão.

Agora, na decisão que acatou esta denúncia, Moro destaca que "não há qualquer registro de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tenha pago qualquer valor pelas reformas de altíssimo custo, realizadas no sítio de Atibaia.

"Evidentemente, não se trata de conclusão quanto às provas, pois elas estão sujeitas a críticas e ao contraditório", complementa o juiz.

No mesmo processo também se tornaram réus, outros 12 investigados, entre eles Emílio Odebrecht, patriarca da empreiteira, e o advogado e compadre de Lula, Roberto Teixeira.

Acusado novamente por lavagem de dinheiro e corrupção, o petista Lula, como sempre faz, classificou a decisão de uma grande e estonteante "farsa judicial".

Repórter Adriano Bossi
Imagem de Estadão

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.