Nesta quarta-feira, 15/03/2017, dois rapazes, Edson Gomes e Reinaldo Pereira saíram de Belo Horizonte para explora a Gruta da Morena na região de Cordisburgo. 

Edson Gomes ao realizar a exploração se cansou quando explorava a caverna no local conhecido como "Conduto da Afonso Pena" onde parou para descansar, enquanto Reinaldo seguia a exploração até o local conhecido como salão das cordas.

Neste momento Edson resolveu retornar para entrada onde havia deixado sua mochila com lanche e água. Não encontrando a saída, Edson se perdeu após entrar em outro conduto, alcançando a porção distal da caverna. 

Ao retornar do salão das cordas Reinaldo não avistou o amigo, então iniciou a busca durante cinco horas, porém sem êxito. Foi então que buscou a ajuda da Polícia Militar de Cordisburgo, que imediatamente acionou os bombeiros da 3º CIA de Bombeiros Militares de Sete Lagoas . O Sargento Wiliam, Soldado Anderson e Cabo Leonardo deslocaram com a viatura ASL 1381 para fazer o resgate. 

Após buscas em fazendas da região, o comandante entrou em contato com o gerente do Monumento Natural Estadual Peter Lund, Mario Lucio Oliveira, que por sua vez contatou às 17:30 horas o espeleólogo Valdair Vieira, membro do Grupo Guano Speleo de Pesquisas Espeleológicas, que e está de férias em Cordisburgo, e que há 20 anos realiza pesquisas nas cavernas da região e conhece a Gruta da Morena, onde o rapaz estava e perdido. O espeleológo também possui conhecimento em técnicas de Espeleorresgate, que se dispôs a auxiliar nas buscas. 

O Espeleologo imediatamente deslocou para caverna com mais um voluntario, o "Preto do Bebé", que também conhece a região. Ao chegar, os dois de depararam com os militares retornando das buscas juntamente com um dos rapazes e sem êxito nas localização de Edson. 


Então o espeleólogo e o voluntário apresentaram-se aos militares, e se dispuseram a ajudar nas buscas, uma vez que estava de posse do mapa da caverna. Após uma conversa traçaram o plano de resgate e o grupo formado pelo o sargento, o soldado, o voluntario e espeleólogo retomaram as buscas por volta das 18 horas. 

O espeleólogo Valdair Vieira conduziu o grupo pelos condutos e galerias da gruta, vasculhando minuciosamente, pois o rapaz poderia ter sofrido um acidente e está desacordado. Após duas horas de busca no interior da caverna o grupo localizou o rapaz aos prantos, muito desesperado e desorientado pedindo por socorro, com fome e sede, pois tinha deixado sua mochila com lanche na entrada da caverna. 

O grupo localizou Edson a cerca de 800 metros da entrada da caverna em conduto de difícil acesso. Após tentar escalar um pequeno aclive Edson escorregou e ficou sem sua única fonte de iluminação, a sua lanterna havia caído e perdido as pilhas, seu celular tinha parado de funcionar pois estava molhado.

Após a localização, o grupo iniciou os procedimentos de resgate, procurou acalma-lo, ofereceram água e posteriormente iniciaram a saída já por volta das vinte horas. Por sorte Edson estavam bem e sem ferimentos.  

Após o grande susto, os dois amigos puderam se reencontrar e também ligarem para as famílias que estavam apreensivas por notícias. 
 
O grupo retornou à cidade e dirigiram para o batalhão da polícia militar onde a ocorrência foi encerrada.

É importante ressaltar a importância de iniciantes visitarem cavernas somente acompanhadas de pessoas com experiências no assunto e que conhecem a caverna a ser visitada, munidas de EPIs apropriados, comida e água para um período bem superior ao que vai permanecer na caverna e fonte de iluminação reserva. Os grupos de espeleologia são uma excelente forma de realizar a exploração de cavernas sem colocar e risco a sua segurança. 

A equipe de resgate foi composta pelo Sargento Wiliam, Soldado Anderson, Cabo Leonardo, Espeleológo Valdair Vieira e o voluntário Marco Antônio (Preto do Bebé).

Com informações de Valdair Vieira e Cinara Reis

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.