Aconteceu na tarde desta sexta-feira, 10, Reunião Extraordinária da Câmara Municipal de Cordisburgo.

Diferente do que aconteceu na primeira reunião do ano que teve um grande número de espectadores, desta vez somente 5 pessoas estiveram presentes.

Inicialmente aconteceu a votação do Projeto de Lei Nº 01/2017 que eleva os salários do funcionalismo público municipal para o valor de R$ 937,00 e o Projeto de Lei Nº 02/2017 de autoria do vereador Arnaldo Chiclete que dá denominação a vias públicas de Lagoa Bonita, sendo ambos aprovados por unanimidade.

Foi também colocado em votação o Projeto de Lei Complementar Nº 01/2017 que Autoriza Contratação Temporária Por Excepcional Interesse Público Para Atender O Centro De Referência Da Assistência Social (CRAS) pelo prazo de um  ano prorrogáveis por igual período. O Projeto foi aprovado em primeira discussão.

O vereador Paulo Eduardo absteve do voto dizendo não ser o momento para este tipo de contratação; Arnaldo de Paula aprovou, mas pediu oportunidade para a zona rural. Neném votou pela aprovação e da elogiou o trabalho do CRAS na cidade, Aldair também acenou pela aprovação mas ressaltou faltar um acompanhamento maior na zona rural. Gilson aprovou e aproveitou para questionar sobre a realização do processo seletivo para ocupação dos cargos, sendo prontamente esclarecido pelo advogado da casa.

Em seguida foi votado o Projeto de Lei Complementar Nº 02/2017, que altera a Lei Complementar Nº 38 criando o cargo de coordenador de transporte para a zona rural. Todos os vereadores aprovaram o parecer e o projeto em primeira discussão. O vereador Aldair Marques pediu que fosse acrescentado ao projeto a lista de funções para o cargo para a votação em segunda discussão.

Também foi votada a Lei Complementar Nº 03/2017 - que também altera a Lei Complementar Nº 38 e cria o cargo coordenador de pessoal e recursos humanos, alterando o salário para o valor de R$ 1900,37. Assim como a LC 02/2017, foi colocado em votação o parecer e o projeto em primeira discussão. Paulo absteve-se do voto, dizendo que devem ser dadas oportunidadse para pessoas novas na administração, Arnaldo aprovou acompanhando o parecer jurídico, Péricles também aprovou, mas pediu que fosse acrescentada emenda ao texto; Neném aprovou em primeira discussão e pediu esclarecimentos do prefeito quanto ao cargo; Aldair aprovou e solicitou ao presidente da casa que convoque o prefeito para que sejam dadas maiores informações sobre o cargo; Gilson disse que aguardaria a segunda discussão e reprovou o texto; Erivelton votou pela aprovação, mas disse querer esclarecimentos do prefeito.

O Projeto apresentado pelo presidente Ney Freitas para a alteração do horário das reuniões da Câmara serem alteradas das 17h para as 19h foi também aprovado por unanimidade.

Fechando a reunião os vereadores fizeram suas considerações finais.

Paulo Eduardo agradeceu a todos presentes e disse não estar ali por acaso e pediu a Deus que ilumine os vereadores para as decisões corretas.

Arnaldo de Paula disse receber cobranças constantes por parte da população. Pediu melhoria na estrada para a Lagoa Bonita e ainda ressaltou que Cordisburgo tem perdido arrecadação para a cidade de Araçaí, já que as pessoas de seu distrito tem aproveitado as melhores condições da estrada e ido à outra cidade.

Péricles cumprimentou os presentes. Reclamou da fiscalização da Prefeitura, criticando as irregularidades nas construções de banheiros por comerciantes da Padre João e disse que na cidade várias pessoas tem entrado em praças e colocado muro dentro das ruas.

Paulo respondeu e disse que o secretário de obras autorizou a construção dos banheiros e ressaltou ainda que todos os bares construíram e aumentaram as barracas sobre as calçadas. Pediu ainda para que seja convocado o secretário para esclarecer sobre o assunto.

Neném cumprimentou. E destacou sua aprovação em primeira discussão do Projeto de Lei 03/2017 dizendo querer conversar com o prefeito para decidir pela aprovação ou não em segunda discussão

Edimar  prometeu aprovar os projetos que acharem bons para a cidade. Reclamou da estrada do Murundus onde haverá tradicional carnaval e não há condições de acontecer o tráfego de veículos, pedindo ajuda aos vereadores para a resolução do problema.

Aldair Marques, direcionou sua fala ao vereador Paulo Eduardo, cobrando documentos que autorizem a construção dos banheiros na rua e disse quer passar para a população informações sobre o caso.

Gilson lamentou pelo rumo diferente que a reunião tomou em seu final. Cobrou o órgão de fiscalização da Prefeitura sobre a construção dos banheiros e disse querer discutir com o Executivo para mudar a situação vigente, destacando que cabe aos vereadores observar.

Erivélton disse que a gestão que está se iniciando e ainda não deve ser cobrada, pois está organizando a casa, destacou já ter passado as reivindicações das estradas para o secretário de obras e junto à EMATER ter colocado representantes de várias comunidades no Conselho Municipal do Desenvolvimento Rural Sustentável.

A Sra. Sandra Marques que estava na platéia pediu a palavra e sugeriu que os comerciantes se unam e façam um banheiro público sem afetar a via pública, seno aplaudida pelos vereadores e plateia.

Ney agradeceu a manifestação de todos e disse que irá pedir ao consultor jurídico da Câmara que avalie e prometeu trabalhar pela proposta apresentada por Sandra. Pediu ainda que fosse constado em ata o nome de todos os presentes.

Disse apoiar ainda os atos dos comerciantes mas desde que sejam feitos de forma legal. Defendeu ainda a reabertura do Matadouro Municipal, para evitar o abate ilegal, ressaltando ter recebido em mais de uma oportunidade, imagens do descarte de ossos provenientes destes abates sendo feito em vias públicas.

Apresentou ainda aos vereadores ter participado de reunião junto a Promotoria onde foi assumido compromisso do município ser parte de ações contra o Estado para aumentar o número de exames destinados a Cordisburgo. Outra ação trata do desvio da LMG-754, rodovia que liga o município a Curvelo, onde foi realizado a demarcação e a regularização judicial, tendo ganho preliminar contra o DER-MG.

Finalizando os trabalhos, o Advogado da Câmara, Dr. José Emi de Moura destacou alguns pontos sobre os processos administrativos para os vereadores.

Todos os presentes rezaram Pai Nosso, tendo o presidente encerrado a sessão.

Por Lucas Gustavo

Postar um comentário

  1. Q tristeza, em vez de gastarem o tempo da reunião p discutir projetos para a cidade, vão è rezar pai nosso. Q vergonha, isso cada um faz em sua casa ou na igreja. Ademais deve se lembrar que o estado é laico,e q cidadãos que não são católicos e eventualmente estivessem na reunião poderiam se sentir ofendidos com este ritual. Mesmo tendo muita gente experiente, esta vereança ainda tem muito que amadurecer.

    ResponderExcluir
  2. A Av. Padre João já parece uma favela com aquele tanto de barracas e agora vão fazer banheiros nas calçadas? ??
    Brincadeira!
    Cidade atrasada!
    Cadê os vereadores?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tem mais: serão construídos na tora, na galega ou terão projeto técnico segundo as normas dá ANVISA? De quem será a responsabilidade de higienizar e mante-los utilizáveis? Se não tiver responsáveis serão verdadeiras latrinas a céu aberto.

      Excluir

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.