Transcorria o mês de Setembro de 1942; o Brasil entrou na 2ª Guerra Mundial e se mostrou atento para participar ativamente do conflito.

Minas Gerais, estava toda empenhada para a luta e uma patriótica campanha foi lançada para a aquisição de 1 (um) poderoso aparelho (avião) para patrulhamento da costa marítima brasileira.

O nosso litoral estava infestado de submarinos e navios pertencentes ao nefando TRIO denominado Eixo: RoBerTo - Roma (Itália), Berlim (Alemanha), Tokyo (Japão).

Cordisburgo que prima pelos elevados sentimentos de "São Patriotismo" não podia ficar indiferente a tão sublime iniciativa e, ao exemplo vivo, que as cidades vizinhas, acabavam de dar, aderiu maciçamente.

E de imediato labor, Cordisburgo contribuiu através de seus moradores, com dinheiro para aquisição (compra) do avião, para combater o inimigo voraz, que estava nos fustigando.

Este avião seria batizado com o nome de Aníbal Benévolo e a campanha empolgava ao povo patriótico do estado.

"Cordisburgo cujas tradições de civismo são o nosso legítimo orgulho", entrou na campanha com muito amor e conseguiu arrecadar um total de 2 contos, 392 mil réis; importância esta que foi enviada para a capital do estado - Belo Horizonte, e entregue na redação do Jornal Estado de Minas pelos escoteiros da cidade, no dia 16 de Outubro de 1942.

Os nomes dos cordisburguenses da época que contribuíram com dinheiro para esta empreitada, estão em um documento original, de posse do historiador Brasinha.

Por Adriano Bossi
Imagem Ilustrativa

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.