Duas agremiações políticas ligadas ao trabalhismo, estarão disputando a prefeitura de Cordisburgo, na eleição de 2 de outubro.

O PT - Partido dos Trabalhadores, irá concorrer com José Mauricio Gomes (o Padre Maurício), que é natural de Carbonita-MG, cidade do Vale do Jequitinhonha e pessoa muito conhecida na cidade, não só, por ter sido ligado à igreja católica, mas sobretudo, por sua atuação política - quando, por 2 vezes, de 2005/2008 - 2009/2012, ocupou aqui, o cargo de prefeito municipal.

Compondo a chapa, o PTB - Partido Trabalhista Brasileiro, indica como vice, José Maria do Perpetuo Socorro (o Zé Maria da Dete), pessoa de grande relacionamento na cidade, pois é vereador há vários anos, exercendo o seu 3º mandato na Câmara Municipal.

O que, Cordisburgo poderá esperar destes 2 políticos, caso se concretize a vitória desta chapa?

O que, estes 2 Josés, poderão oferecer aos cordisburguenses, caso sejam os vencedores?

Do outro lado, o PDT - Partido Democrático Trabalhista, está colocando para disputar a prefeitura municipal - Lawrence Giovanni Trombini Costa, natural de Cordisburgo, há vários anos afastado daqui e residindo em Brasília, pois sempre atuou como assessor político na capital do país, ao lado do Deputado Federal Marcio Reinaldo. Atualmente, Lawrence Trombini, se encontra trabalhando em Sete Lagoas, como assessor do então prefeito municipal.

Preenchendo a chapa como vice, o jovem Lucas Dias (o Lucão do Gás) do Partido Republicano da Ordem Nacional - PROS, residente em Lagoa Bonita e entrando na disputa eleitoral, sem experiência na área pública, mas, tendo como legado político, a trajetória de luta do seu pai, Paulão Mateiro, falecido há alguns meses em pleno exercício de vereador em Cordisburgo.

O que a população de Cordisburgo poderá esperar, caso esta chapa chegue à vitória?

O que será destes 2 candidatos - a dupla LL - Lawrence e Lucas, se eles forem os vencedores nas urnas?

Cordisburgo almeja uma administração voltada para o seu povo.

Uma administração atuante, transparente e sem retrocessos.


Os eleitores cordisburguenses - mais de 7.200, terão novamente a chance de usar o seu voto - arma poderosa, para escolher o melhor candidato para administrar a cidade.

Os concorrentes apresentaram o seu plano de governo, as suas propostas e as suas ideias.

A hora está chegando e o eleitorado deverá fazer valer o seu voto!

Mudança? Continuísmo? Renovação? Mesmice? Experiência? Novas Ideias?

Aguardemos pois!

Reportagem Adriano Bossi

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.