Foi preso neste domingo (14) o vereador Geraldo Xavier (DEM), de Corinto, na região Central do Estado, suspeito de agredir a companheira com uma facada. O político alegou que a mulher havia se cortado porque colocou a mão na faca enquanto ele descascava laranjas.

O político, que já tinha sido detido por violência doméstica outras duas vezes, foi ouvido e liberado após pagar fiança de dois salários mínimos. Em 2010 o político chegou a ser levado para delegacia após invadir a Câmara bêbado.

Foi a mulher que acionou a PM. Ela alegou que Xavier chegou em casa às 19h e brigou com ela por ciúmes. Ele teria pegado uma faca e dado um golpe em direção ao abdome dela, dizendo que a mataria. A mulher disse que teve os dedos cortados ao tentar se defender e fugiu para a casa dos pais. A mulher ainda disse que o vereador tentou estrangulá-la, na casa dos pais dela.

Foi preso neste domingo (14) o vereador Geraldo Xavier (DEM), de Corinto, na região Central do Estado, suspeito de agredir a companheira com uma facada. O político alegou que a mulher havia se cortado porque colocou a mão na faca enquanto ele descascava laranjas.

O político, que já tinha sido detido por violência doméstica outras duas vezes, foi ouvido e liberado após pagar fiança de dois salários mínimos.

Foi a mulher que acionou a PM. Ela alegou que Xavier chegou em casa às 19h e brigou com ela por ciúmes. Ele teria pegado uma faca e dado um golpe em direção ao abdome dela, dizendo que a mataria. A mulher disse que teve os dedos cortados ao tentar se defender e fugiu para a casa dos pais. A mulher ainda disse que o vereador tentou estrangulá-la, na casa dos pais dela.

Com MegaCidade e O Tempo

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.