O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, sancionou a lei que dispõe sobre a política remuneratória das carreiras do Grupo de Atividades de Educação Básica do Poder Executivo e sobre a alteração da estrutura da carreira de Professor de Educação Básica. Publicada no Diário Oficial Minas Gerais nesta quinta-feira (21), a lei promulgada garante de vez o reajuste de 11,36% nos vencimentos básicos das carreiras da Educação e nos valores dos abonos pagos aos trabalhadores, entre outras reivindicações históricas da categoria.

O projeto foi aprovado em segundo turno no último dia 7 de abril pelo plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e seguiu para a redação final e sanção do governador. Em março, o Governo do Estado também chegou a encaminhar o projeto de lei em caráter de urgência para apreciação do legislativo, como estratégia para acelerar a tramitação na casa do resultado do acordo histórico firmado em maio de 2015.

Pelo documento, está assegurado o reajuste dos vencimentos e abonos retroativamente a janeiro de 2016, incidindo também sobre as gratificações de funções, como coordenador de escola, e sobre cargos de provimento em comissão de diretor e de secretário de escola, dentre outros tópicos.  

Com SEGOV/MG e SeteLagoas.com.br

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.