Imagem: Reprodução Sebo Mega 
Neste momento em que o Brasil está enfrentando grande turbulência, face a atuação decadente e desordenada de seus dirigentes políticos, vale a pena, retrocedermos ao ano de 1996 e tomarmos conhecimento de alguns tópicos extraídos do livro - Projeto Tiradentes, de Celso Brant, Editora da Mobilização Nacional - 2ª edição revisada pelo autor.
Eis, o que tiramos da introdução e orelha da obra escritor Celso Brant:
A política é a mais importante de todas as atividades humanas, da qual todas as outras dependem. Quem erradica o analfabetismo não são os professores, mas os políticos. O problema da saúde é resolvido, não pelos médicos, mas pelos políticos...
Um país é o que é o seu projeto político, e se realiza na medida em que realiza esse projeto. 
A nação é a identidade de interesses e aspirações, a mútua compreensão e o sentimento de um destino comum. A estrada que define esse destino comum é o projeto politico...
A nação forte é a que possui uma ideia forte. O projeto politico é o elo indestrutível que une as gerações numa cadeia inquebrantável, capaz de vencer a adversidade e de enfrentar o poder destruidor do tempo.
A nação é o povo, a terra e mais o projeto político. Sem este projeto, a nação não realiza o seu destino, perde sua identidade, o seu caráter: é um eco, e não uma voz...
A inteligência brasileira, até aqui, foi incapaz de criar um projeto político para o Brasil.
O subdesenvolvimento econômico não é um problema econômico, mas político. É um produto do subdesenvolvimento político. Só um projeto político pode pôr fim ao subdesenvolvimento econômico.
E que projeto político é esse? Esse projeto político é a mobilização nacional. Só a mobilização nacional, possibilitará o Brasil resolver a um só tempo, todos os seus problemas...
Na história humana, a ousadia dos fracos tem levado vantagem sobre a indecisão dos fortes. Só um projeto político tornará possível o aparecimento de uma democracia de maioria e de um capitalismo que, ao invés de servir a uns poucos, atenda ao interesse de todos.
Antes de alcançar o país uma nova realidade, temos que percorrer o longo caminho da utopia. A grande revolução humana será realizada, não através da violência, mas do simples uso da razão...
A verdadeira força está com a maioria que, para assumir o poder e colocá-lo a serviço do bem comum, depende, apenas, de um projeto político.
E esse projeto se baseia, essencialmente, na mobilização de cada homem e de todos os homens. Só uma mobilização ampla e profunda torna possível ao homem a sua plena realização.
E ainda, o escritor Celso Brant, nos passa essa maravilhosa pérola de Goethe: - "Só merecem a liberdade e a vida aqueles que tem de conquista-las todos os dias".

Reportagem Adriano Bossi, com fatos do livro - Projeto Tiradentes - autor Celso Brant.

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.