Imagem: Imprensa MG 
A Prefeitura Municipal de Cordisburgo, pela Lei Orgânica Municipal 1091/1990, alterada pela Lei 1176/1990, determinou a extinção da Fundação de Desenvolvimento e Promoção Turística da Gruta do Maquiné - Maquinetur, à partir do dia 1º, deste mês de setembro.
A extinção da empresa, respeita a decisão do Conselho da entidade, na forma contida e aprovada em ata da fundação, em 06/agosto/2015, estando os referidos atos em plena consonância com a legislação em vigor.
A Maquinetur, foi criada quando o prefeito de Cordisburgo, era Gilson Liboreiro, que, imediatamente após o Governo do Estado de MG, através da Hidrominas, ceder ao município por 25 anos, o direito de administração do complexo turístico, em momento de grande altivez e percepção empresarial, criou a empresa.
Agora, este contrato de 25 anos chegou ao final e a Maquinetur, também.
Uma nova licitação foi efetuada pelo Governo do Estado e a empresa vencedora é de Belo Horizonte e pertence ao Grupo Géo - um dos diretores é Vitor Géo, que está em visita constante à nossa cidade, tratando do assunto.
Por um breve período de transição, a Gruta do Maquiné está sendo administrada pela empresa Versus, terceirizada pelo governo mineiro e com acompanhamento do IEF - Instituto Estadual de Florestas-MG, até que a nova gestora - Géo, assuma definitivamente a admistração da Gruta do Maquiné.

Reportagem: Adriano Bossi

Postar um comentário

Regras de comentário:

PROIBIDO
Comentários ofensivos.
Xingamentos.
Palavrões.
Spam.
Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
Injúrias.

Tecnologia do Blogger.